Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 
 
Lição 10 - Discipulado 2 - BATISMO
 
 

BATISMO NAS ÁGUAS

 
Ev. Henrique. Baseado na revista da CPAD 1º trimestre de 2008 - Lição 05
Questionário
 
 
TEXTO ÁUREO
"E eu não o conhecia, mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com água" (Jo 1.31).
 
VERDADE PRÁTICA:
Assim como JESUS foi batizado para cumprir toda a justiça, o cristão deve obedecer às escrituras para cumprir a vontade de DEUS.
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Mateus 3.1-6. 13-17.
 
1 - E, naqueles dias. apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia 2 - e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus. 3 - Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. 4 - E este João tinha a sua ves­te de pêlos de camelo e um cinto de couro em tomo de seus lombos e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre. 5 - Então, ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão; 6 - e eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.
 
13 - Então, veio JESUS da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele. 14 - Mas João opunha-se-Ihe, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? 15 - JESUS, porém. respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então, ele o permitiu. 16 - E, sendo JESUS batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o ESPÍRITO de DEUS descendo como pomba e vindo sobre ele. 17 - E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.
BATISMO NAS ÁGUAS
        
     1- JESUS CRISTO FOI BATIZADO NAS ÁGUAS?
SIM. Mt 3.13 Então veio JESUS da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele.  14 Mas João o impedia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?  15 JESUS, porém, lhe respondeu: Consente agora; porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele consentiu.  16 Batizado que foi JESUS, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o ESPÍRITO SANTO de DEUS descendo como uma pomba e vindo sobre ele;  17 e eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo. (TRINDADE PRESENTE). (REPARE QUE JOÃO BATISTA NÃO CONHECIA JESUS COMO FILHO DE DEUS, MAS CONHECIA-O COMO SEU PRIMO (Lc 1); ELE SÓ SOUBE QUE JESUS ERA O FILHO DE DEUS QUANDO O ESPÍRITO SANTO DESCEU SOBRE JESUS; VIDE Jo 1.33 Eu não o conhecia; mas o que me enviou a batizar em água, esse me disse: Aquele sobre quem vires descer o ESPÍRITO, e sobre ele permanecer, esse é o que batiza no ESPÍRITO SANTO.)
 
   2- O BATISMO NAS ÁGUAS É UMA ORDEM DE JESUS CRISTO PARA NÓS? COMO BATIZAR?
SIM. Mt 28.19 Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do ESPÍRITO SANTO;  
A forma de batizar é em nome do pai, do filho e do ESPÍRITO SANTO e quem dá a autoridade para batizar é JESUS.
 
 Batismo de Cornélio ( At 10.48)
 
 3- A IGREJA NO PRINCÍPIO BATIZAVA OS NOVOS CONVERTIDOS NAS ÁGUAS?
At 2.41 De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas; At 8.2 Mas, quando creram em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de DEUS e do nome de JESUS, batizavam-se homens e mulheres.  13 E creu até o próprio Simão e, sendo batizado, ficou de contínuo com Filipe; e admirava-se, vendo os sinais e os grandes milagres que se faziam.  
       4- O APÓSTOLO PAULO FOI BATIZADO NAS ÁGUAS?
At 9.18 Logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista: então, levantando-se, foi batizado. 19 E, tendo tomado alimento, ficou fortalecido. Depois demorou-se alguns dias com os discípulos que estavam em Damasco;  
     5- TEMOS EXEMPLO DE PESSOAS QUE FORAM BATIZADOS NAS ÁGUAS DEPOIS DO BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO?
SIM. At 10.47 Respondeu então Pedro: Pode alguém porventura recusar a água para que não sejam batizados estes que também, como nós, receberam o ESPÍRITO SANTO?  48 Mandou, pois, que fossem batizados em nome de JESUS CRISTO. Então lhe rogaram que ficasse com eles por alguns dias.  
       6- TEMOS EXEMPLO DE MULHER QUE FOI BATIZADA NAS ÁGUAS?
SIM At 16.15 Depois que foi batizada, ela e a sua casa, rogou-nos, dizendo: Se haveis julgado que eu sou fiel ao Senhor, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos constrangeu a isso. (Lídia)
       7- TEMOS EXEMPLO DE POLICIAL SENDO BATIZADO NAS ÁGUAS?
SIM. At 16. 33 Tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes as feridas; e logo foi batizado, ele e todos os seus. (guarda da prisão) 
 
        8- O BATISMO DE JOÃO BATISTA É O MESMO QUE O CRISTÃO? 
NÃO. O batismo de João que era para arrependimento de pecados, era também para esperar a vinda de JESUS CRISTO e o batismo cristão é para confirmar, pela fé que cremos que Ele veio em carne, morreu por nós, ressuscitou e está assentado à direita do pai donde intercede por nós.
At 19. 3.
Tornou-lhes ele: Em que fostes batizados  então? E eles disseram: No batismo de João.  4 Mas Paulo respondeu: João administrou o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que após ele havia de vir, isto é, em JESUS.  5 Quando ouviram isso, foram batizados em nome do Senhor JESUS (foram batizados nas águas, na autoridade de JESUS).  6 Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam em línguas e profetizavam (depois foram batizados com o ESPÍRITO SANTO).  7 E eram ao todo uns doze homens.  
O arrependimento do cristão se dá no dia em que se converte a CRISTO e não no dia do batismo em águas.

      9- TEMOS EXEMPLO DE BATISMO NAS ÁGUAS E LOGO A SEGUIR BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO?  
SIM. At 19.6 Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam em línguas e profetizavam ( foram batizados com o ESPÍRITO SANTO, depois do batismo nas águas - vide acima)).  7 E eram ao todo uns doze homens.
 
 
     10- QUAL O SIGNIFICADO DO BATISMO PARA A IGREJA? NÓS MORREMOS MESMO NO BATISMO?
Rm 6. 1 Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado, para que abunde a graça? 2 De modo nenhum. Nós, que já morremos para o pecado, como viveremos ainda nele? 3 Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em CRISTO JESUS fomos batizados na sua morte? 4 Fomos, pois, sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como CRISTO foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. 5 Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição; 6 sabendo isto, que o nosso homem velho foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado fosse desfeito, a fim de não servirmos mais ao pecado. 7 Pois quem está morto está justificado do pecado. 8 Ora, se já morremos com CRISTO, cremos que também com ele viveremos, 9 sabendo que, tendo CRISTO ressurgido dentre os mortos, já não morre mais; a morte não mais tem domínio sobre ele. 10 Pois quanto a ter morrido, de uma vez por todas morreu para o pecado, mas quanto a viver, vive para DEUS. 11 Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para DEUS, em CRISTO JESUS.
 1 Co 15. 26 Ora, o último inimigo a ser destruído é a morte. 27 Pois se lê: Todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz: Todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.  28 E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o próprio Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que DEUS seja tudo em todos. 29 De outra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos? Se absolutamente os mortos não ressuscitam, por que então se batizam por eles?  30 E por que nos expomos também nós a perigos a toda hora?  31 Eu vos declaro, irmãos, pela glória que de vós tenho em CRISTO JESUS nosso Senhor, que morro todos os dias.  32 Se, como homem, combati em Éfeso com as feras, que me aproveita isso? Se os mortos não são ressuscitados, comamos e bebamos, porque amanhã morreremos.  33 Não vos enganeis. As más companhias corrompem os bons costumes.  34 Acordai para a justiça e não pequeis mais; porque alguns ainda não têm conhecimento de DEUS; digo-o para vergonha vossa.  
    
O BATISMO É O NOSSO SEPULTAMENTO COM CRISTO E TAMBÉM NELE, A NOSSA RESSURREIÇÃO PARA UMA NOVA VIDA         
Cl 2.12" tendo sido sepultados com ele no batismo, no qual também fostes ressuscitados pela fé no poder de DEUS, que o ressuscitou dentre os mortos;"
    11-AS VELHAS ALIANÇAS CONTINUAM VALENDO?  
AS VELHAS ALIANÇAS QUE PORVENTURA ALGUÉM TENHA FEITO EM ALGUMA SEITA, SÃO QUEBRADAS POIS AS ALIANÇAS SÓ VALEM ENQUANTO AQUELE QUE AS FEZ ESTÁ VIVO; QUANDO ALGUÉM ACEITA A JESUS CRISTO COMO SENHOR ELE MORRE E NASCE DE NOVO (Jo 3.3).
  "CRISTO nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição em nosso lugar..." (Gl 3.13).
    12- É preciso fazer curso de batismo nas águas?
Talvez esteja aí a razão porque tantos se desviam nos primeiros dias de sua conversão, nos dias atuais, pois ao atentarmos para os tempos bíblicos veremos que todos os que aceitavam o evangelho eram batizados nas águas imediatamente sem perguntas extras. Será que estamos inventando leis para salvação das pessoas? Será que estamos colocando os costumes adiante da fé? Não será hora de revermos nossa posição e seguirmos as orientações contidas na Bíblia, a infalível palavra de DEUS? Depois que alguém aceita a JESUS CRISTO como senhor e salvador certamente o ESPÍRITO SANTO ajudará essa pessoa a santificar sua vida e lhe revelará quais os melhores costumes a seguir, no modo de vestir, falar e agir; como nova criatura que agora é. Será que estamos fazendo igual aos judeus hipócritas que colocavam o Talmude acima da Bíblia?
 
  
13- O Batismo: Uma novidade? Talvez muitos cristãos imaginem que os judeus não conheciam nem praticavam nada semelhante ao que é descrito em Marcos 1.4... "apareceu João Batista no deserto, pregando batismo de arrependimento." Será que João Batista introduziu um rito completamente novo, desconhecido aos judeus? Vemos que o NT não explica o ritual do batismo, dando a entender que os judeus não necessitavam de explicações. Isso porque o batismo não foi uma cerimônia introduzida por Jesus, João ou os apóstolos, mas era uma prática comum entre os judeus desde os primórdios de sua organização como povo. Estes batismos eram feitos usando-se a água ou outro elemento, como o sangue. Vejamos alguns textos: "Quando voltam da praça, não correm sem se purificarem (no original grego "batizarem"); e há muitas outras cousas que receberam para observar, como a lavagem ("batismo") de copos, jarros de metal e camas. (Mc 7.4) "O fariseu, porém, admirou-se ao ver que Jesus não se lavara (batizara) primeiro, antes de comer. (Lc 11.38) Também Eclesiático 34.25 diz: "Ao que se lava (batiza) depois de haver tocado um corpo morto, e torna a tocá-lo outra vez, de que lhe valerá o ter-se lavado?" Todas estas passagens dão a entender que os batismos eram cerimônias comuns: ... não comem sem se batizarem... ... cousas que receberam para guardar, como o batismo de copos... ... ao que se batiza depois de haver tocado um cadáver... Não falamos ainda sobre o modo como se batizavam. O fato é que se batizavam e que os batismos eram fato normal entre eles, independentemente da disputa acerca do significado da palavra. Note que estes "batismos" não são invenção humana. O autor de Hebreus fala de "diversas abluções (no original "diversos batismos") impostas até ao tempo oportuno de reforma." (9.10; ver tb Hb 6.2). Impostos quando e onde? Com certeza, na Lei de Moisés, que prescrevia minuciosamente as "oferendas e sacrifícios, embora (...) ineficazes para aperfeiçoar aquele que presta culto". (Hb 9.9). Portanto, quando Jesus veio, encontrou o povo praticando esses diversos batismos (o deles mesmos, dos copos, das camas, etc) como uma prática cotidiana. Insistimos em que se note a forma normal e familiar do NT tratar a matéria. João aparece batizando no deserto, porém não há surpresas; não se dão explicações. Ele veio pregando o batismo "de arrependimento". Nova, era a doutrina que pregava, não a cerimônia que praticava. De fato, a cerimônia era algo que o povo esperava ver o Messias realizar, bem como todo profeta verdadeiro. Por isso, quando João lhes disse que ele não era o Cristo, nem Elias, nem o profeta, a pergunta imediata que lhe fizeram foi: "Por que, pois, batizas?" dando a entender, claramente, duas coisas:
a) que os profetas tinham o costume de batizar;
b) que esperavam que o Messias fizesse o mesmo na sua vinda.
Quando o próprio Senhor foi a João, embora não necessitasse de arrependimento ou purificação, disse a ele "... convém que cumpramos toda a justiça." Justiça aqui significa "aquilo que a Lei exige". Estas palavras contêm o princípio geral pela qual o Senhor se conduzia -- obedecer a todas as ordenanças da Lei de Moisés, pois foram instituídas por Deus. Portanto, os batismos eram cerimônias eminentemente religiosas 'impostos' pela Lei. "Todo aquele que tocar o cadáver de qualquer pessoa e não se purificar, contaminou o Tabernáculo do Senhor, e essa pessoa será cortada de Israel; porquanto a água da purificação não foi aspergida sobre ele, [por isso] imundo será, e a sua imundícia será sobre ele" (Nm 19:13).O livro de Hebreus (9.10) faz menção às "diversas abluções (batismos) impostas" ao povo. O autor de Hebreus contrasta o culto judaico com a dispensação cristã. No primeiro havia regulamentos com respeito a comidas e bebidas, e diversos batismos e ordenanças acerca da carne. O sangue dos animais ou as cinzas de uma novilha misturadas à água, aspergidos sobre os imundos cerimonialmente os santificavam quanto à purificação da carne. Na dispensação cristã, o sangue de Cristo é eficaz. 
No primeiro, "Moisés (...) tomou o sangue dos bezerros e dos bodes, com água, lã e escarlate e aspergiu o livro da Lei e o povo, além do tabernáculo e seus utensílios" (Hb 9.19,21). 
No segundo, o sangue de JESUS CRISTO nos purificou de todo pecado.
 
    14- A TRINDADE PRESENTE NO BATISMO DE JESUS
Podemos provar que DEUS é triúno a partir do batismo de JESUS?
Sim. No batismo de JESUS no rio Jordão acontece a revelação clara e perfeita da trindade de DEUS. JESUS, o filho, está dentro d'água, o ESPÍRITO SANTO vem sobre JESUS como em forma corpórea de uma pomba e uma voz do céu diz que aquele que está sendo batizado é Seu filho amado em quem ELE tem seu prazer (Quem chama alguém de filho é porque é Pai). Aí está manifesta a trindade de DEUS em três pessoas que em tudo concordam e subsistem em um DEUS só.
 
    15- PORQUE JOÃO RELUTOU EM BATIZAR JESUS?
Porque JESUS era seu primo e João certamente O conhecia, pois até mesmo antes de nascer, a mãe de JESUS (que era prima de sua mãe) visitara sua casa e por certo o fazia corriqueiramente sempre, portanto, João conhecia JESUS (seu primo) e sabia que ele era um exemplo de judeu fiel a DEUS e não via nenhum pecado em seu primo e nem algum motivo para batizá-Lo num batismo de arrependimento de pecados. só O batizou por insistência de JESUS que queria cumprir toda a Justiça de DEUS.
 
 
 
 
Resumo da revista da CPAD
INTRODUÇÃO 
o batismo de JESUS é narrado nos quatro Evangelhos:
I. O PROFETA JOÃO
1 . João, o batista (vv.1 ,2).
2. O precursor do Messias (v. 3).
3. Sua mensagem (vv.2-S).
II. O BATISMO EM ÁGUAS NA BÍBLIA
1. Entre os judeus.
2. Seu significado.
3. O batismo cristão.
III. O BATISMO DO SENHOR JESUS
1. JESUS superior a João Batista
2. Em seu batismo, JESUS cumpriu toda a justiça (v.15).
3. A descida do ESPÍRITO SANTO sobre JESUS (v.16).
4. O testemunho do Pai (v. 1 7).
CONCLUSÃO
         Os quatro Evangelhos asseveram que JESUS foi batizado por João. O batismo do Senhor revela sua plena identificação com a humanidade. Assim, pelo batismo nas águas, nós também somos identificados com Ele na sua morte e ressurreição (Rm 6.4).
 
AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO
 
Subsídio Doutrinário
"Por que JESUS se submeteu ao batismo?
Há várias maneiras de responder. De acordo com Lucas, era necessário para que JESUS recebesse o poder do ESPÍRITO SANTO a fim de cumprir sua chamada como Messias. Em Mateus, JESUS disse: 'Assim convém cumprir toda a justiça' (3.15). Ele carecia de purificação de pecados? Não, pois o Novo Testamento destaca que o entendimento que os primeiros cristãos tinham de sacrifício exigia um sacrifício sem mancha nem pecado, como nos sacrifícios judaicos. JESUS é apresentado como Cordeiro imaculado de DEUS para o sacrifício pascal (Mt 26.1 7-29; Jo 1.29; Ap 5.6-8). Paulo também entendeu que JESUS não tinha pecados (2 Co 5.21); portanto, a purificação de pecados não é o ponto de debate para JESUS.
O freqüente tema de Mateus ­ cumprimento - afiança a resposta: para 'cumprir toda a justiça'. A justiça para Mateus não é meramente guardar normas e regulamentos [...]
Contudo a verdadeira justiça está baseada numa relação com DEUS, que está implícita no seu perdão misericordioso, e num recebedor arrependido que deseja cumprir a justiça de DEUS - e não no próprio entendimento que a pessoa tenha disso (Mt 5.20; 6.33)."
(ARRINGTONN, EL; STRONSTAD, R. (eds.) Comentário bíblico pentecostal: Novo Testamento. 2.ed., Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p.27.)
 
 
O Batismo nas Águas (Por Luciano Subirá)
É uma ordenança de JESUS
O batismo é uma ordenança clara de JESUS para todo aquele que crê:  "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho, e do ESPÍRITO SANTO" (Mt.28:19).
Selo da fé
O batismo deve ser visto como um selo da justiça que vem pela fé, e evidentemente deve seguir a fé, como determinam as palavras finais de JESUS que se encontram registradas no evangelho de Marcos: "E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado" (Mc. 16:15,16). Esta é a razão porque não batizamos e nem tampouco validamos o batismo de crianças; é necessário crer primeiro e então se batizar. Obedecemos o princípio bíblico de consagrar os filhos ao Senhor, mas só os batizamos depois que puderem crer e professar sua fé.
É a circuncisão do coração
No Velho Testamento, os judeus tinham como selo de sua fé a circuncisão; no Novo Testamento a circuncisão foi suprimida, sendo vista simbolicamente no batismo: "Nele também fostes circuncidados, não por intermédio de mãos, mas no despojamento do corpo da carne, que é a circuncisão de CRISTO; tendo sido sepultados juntamente com ele no batismo, no qual igualmente fostes ressuscitados pela fé no poder de DEUS, que o ressuscitou dentre os mortos" (Cl.2:11,12). Hoje, esta circuncisão acontece no coração (Rm.2:28,29), e Paulo a relaciona com o batismo.
O batismo não salva, mas acompanha a salvação.
O batismo não salva ninguém. JESUS disse que quem crer (e for batizado por crer) será salvo e quem não crer será condenado; note que ele não disse "quem não for batizado será condenado", mas sim "quem não crer". O batismo segue a fé que nos leva à salvação, mas ele em si não é um meio de salvação. Que o diga aquele ladrão que foi crucificado com CRISTO e a quem JESUS disse que estaria com ele ainda aquele dia no paraíso (Lucas 23:39 a 43); ele somente creu e nem pôde ser batizado, mas não deixou de ser salvo por isto. O batismo, portanto, não salva, mas nem por isso deixa de ser importante e necessário; aquele ladrão não tinha condições de passar pelo batismo, mas alguém que crê deve obedecer à ordenança de CRISTO e ser batizado, caso contrário estará em deliberada desobediência a DEUS, o que poderá impedir-lhe de entrar para a vida eterna. Podemos dizer que o batismo é parte do processo de salvação, mas não que ele em si salve; o apóstolo Pedro escreveu o seguinte acerca do batismo: "não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com DEUS, por meio de JESUS CRISTO" (I Pedro 3:21).
É uma identificação com CRISTO
O batismo tem um significado; além de ser um testemunho público da nossa fé em JESUS, ele fala algo. Na verdade é o meio através do qual externamos que tipo de fé temos depositado em JESUS CRISTO. Quando falamos sobre a fé em JESUS, não nos referimos a crer que Ele EXISTE; é mais do que isto! A maioria das pessoas crê que JESUS existe, mas não entendem o que Ele FEZ. São duas coisas completamente diferentes; o que nos salva da perdição eterna e da condenação dos pecados é a obra de CRISTO na cruz em nosso lugar. Ao morrer na cruz, o Senhor JESUS não morreu porque mereceu morrer; pelo contrário, como justo e inocente, Ele nos substituiu, sofrendo o que nós deveríamos sofrer a fim de que recebêssemos a salvação de DEUS. Há dois elementos básicos na fé que nos salva: identificação e apropriação. É importante entender cada um deles dentro do simbolismo do batismo. Identificação é o aspecto da fé que nos faz ver que JESUS assumiu a nossa posição de pecado, para que assumíssemos a posição de justiça d’Ele (II Co.5:21). A Bíblia declara o seguinte: "Porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com CRISTO, em DEUS" (Cl.3:3). Quando DEUS nos olha, ou Ele nos vê sozinhos em nossos pecados, ou nos vê através de JESUS CRISTO, que já pagou por eles. A fé nos coloca com JESUS na cruz, crucificados com Ele; nos coloca no túmulo, sepultados com Ele; nos coloca ainda nos céus, à direita de DEUS, ressuscitados com CRISTO! É quando nos vemos n’Ele, entendendo o sacrifício vicário do Filho de DEUS, que passamos a ter direito ao que CRISTO fez; esta é a hora do segundo passo: apropriação. Apropriação é o aspecto da fé que torna meu aquilo que já vi realizado em JESUS. É quando entendemos que não somos salvos pelas obras, mas sim pela graça, mediante a fé e nos apropriamos disto. Paulo escreveu a Timóteo e lhe disse: "toma posse da vida eterna" (ITm 6:12). O batismo é o nosso testemunho da identificação com CRISTO; ele revela não apenas que eu tenho fé, mas que tipo de fé eu tenho. Veja o que as Escrituras dizem: "Ou, porventura, ignorais que todos os que fomos batizados em CRISTO JESUS, fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo, para que, como CRISTO foi ressuscitado dentre os mortos para a glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida" (Rm. 6:3, 4). Quando imergimos alguém na água, estamos simbolicamente declarando que esta pessoa foi sepultada com JESUS, e ao levantarmos esta pessoa das águas, estamos reconhecendo que ela já ressuscitou com CRISTO para viver uma nova vida. Portanto, o batismo é onde reconhecemos que tipo de fé temos; uma fé que se identifica com CRISTO e sua obra realizada na cruz.
Quem pode se batizar?
Para quem é o batismo? A explicação anterior responde esta indagação: para todo aquele que se identifica pela fé com o sacrifício de CRISTO na cruz. Depois de ter reconhecido por fé a obra de CRISTO, quando a pessoa passa a estar apta para o batismo? Quanto tempo ela tem que ter de vida cristã para poder se batizar? A Bíblia responde com clareza estas questões. Em Atos 8:30 a 39, lemos acerca do primeiro batismo cristão apresentado em maiores detalhes na Bíblia. Neste texto, temos um modelo para a forma de batismo, e ali vemos que já na evangelização o batismo era ensinado aos novos convertidos, o que nos faz saber que ninguém deve demorar em se batizar após ter feito sua decisão de servir a JESUS. Além disso, vemos também qual é o critério para que alguém se batize; quando o etíope pergunta: "Eis aqui água, que impede que eu seja batizado?" A resposta de Felipe vem trazendo luz sobre o requisito básico para o batismo: "É lícito, se crês de todo coração" (Atos 8:36, 37). Quando a pessoa foi esclarecida sobre a obra (e não só a pessoa) redentora de JESUS CRISTO, e crê de todo o coração (sem dúvida acerca disto), ela está pronta para ser batizada.
Quando se batiza o novo convertido?
Não há data estabelecida, somente os critérios que o recém convertido deve apresentar. No caso de Filipe e o etíope, foi bem rápido! Em nosso caso, visando a melhor instrução e preparação do candidato ao batismo, o fazemos após sua participação no discipulado, que encerra justamente com o batismo, não sendo regra de fé, podendo o candidato ao batismo exigi-lo antes de terminado o curso, até mesmo nas primeiras horas de sua decisão.
Como se batiza?
A palavra "baptismos" no grego significa: "imergir; mergulhar; colocar para dentro de". No curso da história, por várias razões, apareceram outras formas de batismo, como aspersão e ablução (banho); entretanto, como o batismo é uma identificação com CRISTO em sua morte e ressurreição, e é exatamente isto que a imersão significa, não praticamos outras formas de batismo. Quando Felipe batizou o etíope, eles pararam em um lugar onde havia água. A Bíblia diz que ambos entraram na água (At.8:38, 39). Certamente aquele eunuco viajava abastecido com água potável; se fosse o caso de praticarem a aspersão havia água suficiente naquela carruagem para isto, mas batizar é imergir! Não foi à toa que João Batista se utilizou do rio Jordão para batizar. Depois, mudou o local de batismo para Enom, perto de Salim, e razão para isto é descrita pelo apóstolo João em seu evangelho: "porque havia ali muitas águas" (João 3:23).
Não há lugar específico para o batismo. Em nosso templo temos um batistério, mas também batizamos em rios, piscinas, e onde houver água suficiente para a imersão...  Além da água, é necessário alguém que ministre o batismo ao novo-convertido, uma vez que não existe auto-batismo na Bíblia. E quem pode batizar? Quem tem autoridade para isto? Só o pastor? Não! A ordenança de JESUS é clara: "Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho, e do ESPÍRITO SANTO” (Mt. 28:19). JESUS mandou fazer discípulos e depois batizá-los. A ordem já subentende que quem faz o discípulo tem autoridade para batizá-lo. Felipe era apenas um diácono, fazendo o trabalho de evangelista; não era o pastor de igreja nenhuma, e batizou! Paulo disse aos coríntios que não havia batizado quase ninguém entre eles; entendemos que mesmo se tratando de seus filhos na fé, ele provavelmente tenha passado esta tarefa a outros cooperadores, que não eram pastores. Em nossa igreja, os pastores conduzem o batismo por uma questão de ordem, mas não porque só pastores possam batizar. Assim como os pastores pregam e isto não quer dizer que só eles possam pregar, assim também é com o batismo. Num batismo eles podem chamar o obreiro de congregação ou o discipulador da pessoa para batizar o novo convertido. Para muitas igrejas, as palavras de Mateus 28:19 ("em nome do Pai, do Filho, e do ESPÍRITO SANTO") são a fórmula a ser seguida no batismo. Vemos nisto um princípio espiritual, mostrando a Trindade envolvida no batismo, mas a forma como os apóstolos obedeceram esta ordem nos dá a entender que eles não viram nas palavras de JESUS uma fórmula a ser repetida. Por quatro vezes, vemos referências claras ao nome usado no batismo cristão nas páginas de Atos dos Apóstolos:
"Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de JESUS CRISTO, para a remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do ESPÍRITO SANTO." Atos 2:38.
"Porquanto não havia ainda descido sobre nenhum deles, mas somente haviam sido batizados em nome do Senhor JESUS." Atos 8:16.
"E ordenou que fossem batizados em nome de JESUS CRISTO. Então lhe pediram que permanecesse com eles alguns dias." Atos 10:38.
"Eles, tendo ouvindo isto, foram batizados em o nome do Senhor JESUS"  Atos 19:5.
Quando JESUS citou o Pai, Filho, e ESPÍRITO SANTO no batismo, o fez dizendo que em nome deles se deveria praticar o batismo, e não repetindo sua frase. "Pai" não é nome, é um título que indica uma posição; "Filho" também não é nome, é um título que indica uma posição. Qual é o nome a qual JESUS estava se referindo e que representa a Trindade na terra? É o Seu próprio nome! Alguns alegam que batizar só em nome de JESUS é negar a Trindade, mas para os apóstolos era sinônimo de obediência à comissão de CRISTO. Veja bem, quando expulsamos demônios, fazemos isto em nome de JESUS (Mc.16:17), mas não quer dizer que o Pai e o ESPÍRITO SANTO tenham ficado de fora, pois JESUS disse que expulsava demônios pelo dedo de DEUS (Lc.11:20) e também pelo ESPÍRITO SANTO (Mt.12:28). Quando uma pessoa é salva, é salva pelo nome de JESUS (At.4:12), mas não quer dizer que o Pai e o ESPÍRITO SANTO não estejam envolvidos nisto. Da mesma forma, quando impomos as mãos nos enfermos (Mc.16;18), fazemos isto em nome de JESUS. Quando oramos, fazemos isto em nome de JESUS (Jo.16:23,24). O NOME DE JESUS representa a trindade na terra; por trás dele estão o Pai, Filho e ESPÍRITO SANTO. Quando batizamos "em nome de JESUS", estamos batizando no nome que representa a Trindade.
Por causa da triunidade de DEUS (um só DEUS em três pessoas), subentende-se uma "implicitude" da Trindade no nome de JESUS. Daí, a ser "unicista" (DEUS em uma só pessoa) há muita diferença!
 
 
- BATISMO NAS ÁGUAS
Algumas pessoas falam sobre o batismo, assistiram a batismo, outros até já foram batizados, mas ainda não sabem o seu verdadeiro significado. Primeiro,  quero começar por dizer que o batismo é um mandamento de JESUS.
É UM MANDAMENTO DE JESUS
Na Bíblia, no livro de Marcos, capítulo 16 e versículos 15 e 16 podemos ler o que o próprio JESUS disse:  - "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado"    JESUS TAMBÉM FOI BATIZADO - para em tudo ser o nosso exemplo.
Mateus 3:13-15 - “Então veio JESUS da Galiléia ter com João junto do Jordão, para ser batizado por ele. Mas João opunha-se-lhe, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim? JESUS, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então, ele o permitiu”.
OS DISCÍPULOS TAMBÉM PRATICAVAM este mandamento de JESUS Atos 2:37-39 - " E, ouvindo eles isto, compungiam-se em seu coração, e perguntavam a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de JESUS CRISTO, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do ESPÍRITO SANTO; Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe; a tantos quantos DEUS nosso Senhor chamar."
QUAL O SIGNIFICADO DO BATISMO NAS ÁGUAS
O Batismo nas águas simboliza o pacto entre JESUS e a pessoa que recebeu JESUS como Salvador. É uma manifestação pública da sua fé em JESUS. É feita diante de DEUS dos anjos e dos homens.  O Batismo simboliza a nossa morte para o velho « EU », os caminhos errados, o pecado e o mundo.   O Batismo simboliza a ressurreição de uma nova vida com DEUS.  O Batismo é um funeral - a morte do « EU ».    O mergulhar nas águas quer dizer que morremos para nós próprios e para o mundo.  As águas simbolizam o sangue de JESUS no qual mergulhados ficamos aliviados dos nossos pecados.  O sair das águas simboliza o ressuscitar - nascer de novo - para uma nova vida com JESUS (Romanos 6:3-4).
DEVEMOS BATIZAR BÉBÉS?
Não! Porque o batismo nas águas é um ato de fé para ser feito após se ter nascido de novo. Como pode um bebê fazer uma decisão e quanto mais decisão de fé? Cada pessoa é responsável por si só diante de DEUS.
O BATISMO SALVA?
Não! Não é batismo em si que salva. Quem salva é só JESUS CRISTO.  Em alguns círculos religiosos ensinam que uma pessoa só é salva depois de se batizar. Mas, então o que poderíamos pensar do ladrão que foi crucificado ao lado de JESUS? O próprio JESUS lhe disse que Ele estaria com Ele no paraíso naquele mesmo dia. Alguém pode dizer: “Mas ele não foi batizado!" Não estaria por isso salvo? Claro que sim! JESUS salvou-o. Salvação consiste em dar a vida a JESUS, aceitá-lo como Senhor e Salvador, isto é, nascer de novo.  
BATISMO NO ESPÍRITO SANTO
1) É UMA EXPERIÊNCIA SUBSEQÜENTE À SALVAÇÃO
Atos 2:38-39 - "E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de JESUS CRISTO, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do ESPÍRITO SANTO. Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a tantos quantos DEUS nosso Senhor chamar"   
2) A PROMESSA E CUMPRIMENTO DE JESUS
Promessa - Atos 1:4, 5 e 8    Cumprimento - Atos 2:1-4  Evidência do Batismo no ESPÍRITO SANTO - Atos 2:5-13
3) O BATISMO NO ESPÍRITO SANTO TRAZ O PODER DE DEUS   Atos 1:5 e 8
 
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 
 
Questionário da lição 5 - O BATISMO DE JESUS
Responda conforme a revista da CPAD do 1º trimestre de 2008
 
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
"E eu não o ___________________, mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, ________________ com _________________" (Jo 1.31).
 
VERDADE PRÁTICA:
2- Complete:
Assim como JESUS foi _________________ para cumprir toda a ___________________, o cristão deve _________________________ às escrituras para cumprir a vontade de DEUS.
INTRODUÇÃO
3- Como JESUS foi apresentado por João, em seu batismo?
(    ) Como o Filho ama­do do Pai (Mt 3.17) e Servo do Senhor (Mt 3.17 cf. Is 42.1).
 
I. O PROFETA JOÃO
4- O que significa o nome "Batista"?
(    ) "aquele que batiza".
 
5- Por que João era chamado de "Batista"?
(    ) Porque batizava no deserto da Judéia, nas águas do rio Jordão.
 
6- Para que João fora escolhido por DEUS desde o ventre de sua mãe? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) Para realizar uma obra muito especial (Lc 1 .1 5-1 7): pregar "o batismo de arrependimento, para remissão de pecados" (Mc 1.4),
(    ) Para ordenar a todos que produzissem "frutos dignos de arrependimento" (Mt 3.8).
 
7- O que João promovera em seu tempo, em pleno deserto?
(    ) Uma campanha nacional de arrependimento e confissão de pecados.
 
8- Para que João fora enviado por DEUS? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) Para anunciar a chegada do Messias.
(    ) Para "testificar a respeito da Luz".
 
9- Complete:
"Este é aquele que vem ___________________ mim, que foi _________________ de mim, do qual eu não sou digno de desatar as correi­as das sandálias... E eu vi e tenho testificado que este é o _____________________ de DEUS" (Jo 1.27, 34). O testemunho de João atestava a infi­nita superioridade de JESUS.
 
10- Qual o objetivo da mensagem de João? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) Convencer o povo de seus pecados.
(    ) Convencer os líderes judeus de sua hipocrisia religiosa.
 
11- De onde eram provenientes os homens e mulheres que eram batizados por João? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) De Jerusalém.
(    ) Da Judéia.
(    ) Das províncias adjacentes ao Jordão.
 
12- Por que caminhavam quilômetros aqueles que vinham a João?
(    ) Eram atraídos pelo ardor da mensagem do contundente profeta
 
13- Qual era a situação social de João? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) João era admirado e reconhecido pelo povo.
(    ) Tenazmente odiado pela classe dominante.
 
II. O BATISMO EM ÁGUAS NA BÍBLIA
14- Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) O batismo em águas já existia em Israel quando João iniciara seu ministério profético no deserto da Judéia.
(    ) A novidade não estava no ato em si, mas no fato de os judeus também serem submetidos ao batismo.
(    ) O batismo res­tringia-se aos gentios convertidos ao judaísmo.
(    ) Para os judeus, so­mente os pagãos necessitavam de arrependimento.
 
15- Qual o significado de batismo? Complete:
 É um ---ritual--- repleto de significados ---espirituais---, ministrado ao crente como ---testemunho---- de arrependimento e de fé nos méritos salvadores de CRISTO.
 
16- O que significa, no original, o termo batismo?
(    )  "mergulho", "imergir" ou "imersão".
 
17- No batismo cristão acontece o arrependimento e o perdão dos pecados?
(    ) Não. Estes precedem o batismo cristão.
 
18- Complete:
Os primeiros convertidos, no dia de Pentecostes, foram batizados justamente porque ______________________ receberam a Palavra "de bom grado" (At 2.41). Em lugar algum, o Novo Testamento ensina que o batismo é eficaz para ministrar a __________________________, ou transmitir "graças espirituais" ao batizando. Embora ineficaz para a salvação da alma, o batismo é uma ____________________________ divina que deve ser cumprida cabalmente por todos os cristãos (Mt 28.19,20; Mc 16.16), pois atesta a obra salvífica já realizada na vida dos que crêem.
 
III. O BATISMO DO SENHOR JESUS
19- Por que João recusou-se a batizar JESUS?
Porque não via nele pecado, portanto, nenhuma necessidade de arrepender-se.
 
20- Qual o verdadeiro propósito do batismo de JESUS?
(    ) Cumprir "toda a justiça" de DEUS:
 
21- Complete:
 Em Gênesis 1.2, a Bíblia afirma que o ESPÍRITO de DEUS "flutuava" ou "__________________" "sobre a face das águas". No original, o verbo "movia", significa "_________________________", "flutuava", "voava". Traduz a idéia de "cobrir os ___________________________ com asas", indicando "preservação", "criação" e "cuidado".
No dia de Pentecostes, o ESPÍRITO desceu como _________________ e _________________ sobre os discípulos (At 2.2-4). Entretanto, foi "em forma corpórea, como ___________________" (Lc 3.22) que o ESPÍRITO de DEUS pousou sobre o Senhor JESUS, visto que não possuía qualquer pecado para ser consumido.
 
22- A pomba, como símbolo do ESPÍRITO SANTO, representa o que? Coloque “V” para Verdadeiro e “F” para Falso:
(    ) Pureza.
(    ) Simplicidade.
(    ) Mansidão.
 
23- Como DEUS PAI deu testemunhou de JESUS no batismo? Complete:
 Assim que JESUS ___________________ da água uma voz bradou dos ___________________ dizendo: "Este é o meu __________________ amado, em quem me com prazo" (v. 1 7). Agora não era mais o tes­temunho de João Batista 00 1.29; Lc 3.16), mas a certificação pú­blica do próprio Pai. Duas impor­tantes profecias messiânicas cumpriram-se nessa afirmação: SI 2.7 e Is 42.1.
 
CONCLUSÃO
24- Complete:
Os _________________________ Evangelhos asseveram que JESUS foi batizado por João. O batismo do Senhor revela sua plena ___________________________ com a humanidade. Assim, pelo batismo nas águas, nós também somos identificados com Ele na sua ____________________ e ressurreição (Rm 6.4).
 
 
AJUDA:
CPAD - www.cpad.com.br - Bíblias, livros e revistas.
www.escoladominical.com.br  -  www.ebdweb.com.br com vídeos da EBD
http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/videosebdnatv.htm   (VÍDEOS da EBD na TV)
BÍBLIA ILUMINA EM CD 
 
Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos