Home
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 
Lição 11, O Socorro De DEUS Para Livrar O Seu Povo
4º Trimestre de 2016 - Título: O DEUS de Toda Provisão - Esperança e Sabedoria Divina para a Igreja em meio às Crises
Comentarista: Pr. Elienai Cabral
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
NÃO DEIXE DE ASSISTIR AOS VÍDEOS DA LIÇÃO ONDE TEMOS MAPAS, FIGURAS, IMAGENS E EXPLICAÇÕES DETALHADAS DA LIÇÃO
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm
AQUI VOCÊ VÊ PONTOS DIFÍCEIS DA LIÇÃO - POLÊMICOS
AJUDA PARA A LIÇÃO - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao4-cc-ester-umarainhaaltruista.htm
 
 
TEXTO ÁUREO
"Os justos clamam, e o SENHOR os ouve e os livra de todas as suas angústias." (Sl 34.17)
 
 
VERDADE PRÁTICA
DEUS é fiel no cumprimento de todas as suas alianças e promessas
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Et 1.1-8 Um banquete rico e glorioso
Terça - Et 1.9 O banquete oferecido por uma rainha
Quarta - Et 1.10,11 Um rei bêbado e uma crise
Quinta - Et 1.12 A rainha recusa a ordem do rei
Sexta - Et 2.19 Uma nova rainha deve ser escolhida
Sábado - Et 3.11,13 Uma crise para exterminar os judeus
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Ester 5.1-6
1 - Sucedeu, pois, que, ao terceiro dia, Ester se vestiu de suas vestes reais e se pôs no pátio interior da casa do rei, defronte do aposento do rei; e o rei estava assentado sobre o seu trono real, na casa real, defronte da porta do aposento. 2 - E sucedeu que, vendo o rei a rainha Ester, que estava no pátio, ela alcançou graça aos seus olhos; e o rei apontou para Ester com o cetro de ouro, que tinha na sua mão, e Ester chegou e tocou a ponta do cetro. 3 - Então, o rei lhe disse: Que é o que tens, rainha Ester, ou qual é a tua petição? Até metade do reino se te dará. 4 - E disse Ester: Se bem parecer ao rei, venha o rei e Hamã hoje ao banquete que tenho preparado para o rei. 5 - Então, disse o rei: Fazei apressar a Hamã, que cumpra o mandado de Ester. Vindo, pois, o rei e Hamã ao banquete, que Ester tinha preparado, 6 - disse o rei a Ester, no banquete do vinho: Qual é a tua petição? E se te dará. E qual é o teu requerimento? E se fará, ainda até metade do reino.
 
OBJETIVO GERAL - Ressalvar que DEUS é fiel no cumprimento de todas as suas alianças e promessas.
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Apontar a providência de DEUS na história;
Mostrar como Ester foi colocada no palácio real;
Explicar a crise sofrida pelo povo de DEUS no livro de Ester.
 
INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Mediante o estudo da vida da rainha Ester, podemos ver o quanto DEUS é fiel em todas as suas promessas. Ele guardou o seu povo, livrando-o da morte. O Senhor colocou Ester no palácio, tornando-a rainha para que intercedesse por seu povo. Com isso, aprendemos que nada em nossas vidas acontece por acaso. Todas as coisas cooperam para o nosso bem (Rm 8.28).
O povo judeu corria o risco de ser exterminado; se assim fosse, a promessa que DEUS fez a Abraão não poderia se cumprir. Mas, o Senhor é fiel. Se DEUS tem promessas em sua vida, creia que Ele cumprirá. Não deixe que os "Hamãs" da vida venham impedir sua trajetória e amedrontá-lo.
 
PONTO CENTRAL - DEUS livra o seu povo das crises.
 
Resumo da Lição 11, O Socorro De DEUS Para Livrar O Seu Povo
I - A PROVIDÊNCIA DE DEUS
1. A providência divina na história de Ester.
2. A festa do rei.
3. A destituição da rainha.
II - ESTER NO PALÁCIO DE ASSUERO
1. A busca de uma jovem para o lugar de Vasti.
2. Mardoqueu e Ester.
3. Ester é escolhida para o lugar de Vasti.
III - A CRISE CHEGA PARA O POVO DE DEUS
1. A trama de Hamã.
2. Ester toma conhecimento da trama contra seu povo.
3. A estratégia sábia de Ester.
 
SÍNTESE DO TÓPICO I - Podemos ver a providência de DEUS na história da rainha Ester.
SÍNTESE DO TÓPICO II - DEUS colocou a rainha Ester no palácio do rei Assuero com um propósito específico
SÍNTESE DO TÓPICO III - A crise chegou até os israelitas. Eles corriam sério risco de serem exterminados, mas o Senhor é fiel e livrou o seu povo da morte.
 
PARA REFLETIR - A respeito do socorro de DEUS para livrar seu povo, responda:
Segundo a lição, qual o significado da palavra providência?
A palavra providência vem do latim providentia e o prefixo "pro" significa "antes" ou "antecipadamente". O sufixo videntia deriva de videre que significa "ver". Logo, ao tratarmos a respeito da providência divina, dizemos que Ele faz e vê tudo antecipadamente.
Por que Vasti se recusou comparecer ao banquete do rei?
Vasti recusou ser exibida como objeto naquela festa profana. Aquele não era o ambiente para uma rainha.
Quem havia criado Ester e a levado até a fortaleza de Susã?
Seu primo Mardoqueu.
Qual a posição que Hamã possuía no reino de Assuero?
Hamã era uma espécie de primeiro-ministro de Assuero. Ele era o segundo homem mais importante do reino.
Qual a atitude de Ester ao saber da sentença de morte contra o seu povo?
Ela jejuou e orou ao Senhor.
 
CONSULTE - Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 68, p41.
 
SUGESTÃO DE LEITURA
DEUS e a Bíblia, O Livro de Respostas Bíblicas, O Desejo do meu Coração
 
 
COMENTÁRIOS DE DIVERSOS AUTORES E LIVROS COM ALGUMAS MODIFICAÇÕES DO Ev. LUIZ HENRIQUE
PONTOS DIFÍCEIS E POLÊMICOS
 
Resumo rápido da Lição 11, O Socorro De DEUS Para Livrar O Seu Povo
Apesar do nome de DEUS não aparecer no livro de Ester, ao lermos este maravilhoso livro, sabemos da mão protetora de DEUS sobre seu povo, o tempo todo ali.
A provisão de DEUS para seu povo judeu veio através de dois principais personagens: Mardoqueu (Mordecai) e Hadassa (Rainha Ester).
I - A PROVIDÊNCIA DE DEUS
1. A providência divina na história de Ester.
DEUS sabe antes de nós o que vai acontecer e já coloca pessoas certas nos lugares certos e nas horas certas para mudar o futuro antes do presente.
O Império Persa era comandado da cidade de Susã e na fortaleza do palácio real governava o rei Assuero. Mas o que ele e nem seus súditos sabiam é que DEUS era o supremo poder a dominar sobre os acontecimentos ali vividos. DEUS vela pela sua Palavra e pelo seu povo.
2. A festa do rei.
Bem no início de seu reinado, terceiro ano, Assuero (Xerxes I), já reinava absoluto sobre toda Pérsia e Média e, querendo impressionar os nobres e príncipes das 127 províncias que governava, mostrando-lhes as riquezas da glória do seu reino, e o esplendor da sua excelente grandeza, por cento e oitenta dias , patrocinou ali um grande banquete. Depois deste banquete ainda ordenou um outro banquete para todo o povo que estava na fortaleza de Susã, e isso durou sete dias, no pátio do jardim do palácio real.
Riquezas foram exibidas, tais como: tapeçarias de pano branco, verde, e azul celeste, pendentes de cordões de linho fino e púrpura, e argolas de prata, e colunas de mármore; os leitos de ouro e de prata, sobre um pavimento de mármore vermelho, e azul, e branco, e preto. As bebidas eram servidas em diferentes copos de ouro e o vinho real era oferecido sem controle e agosto de cada um.
Depois de apresentar suas riquezas e vaidades, agora o rei, já dominado pela embriaguez, resolveu exibir a beleza de sua esposa, a rainha Vasti a todos.
3. A destituição da rainha.
A rainha Vasti também estava dando um banquete às mulheres, na casa real do rei Assuero, quando o rei exigiu sua presença em sua festa de homens e ela deveria exibir ali a coroa real, para mostrar a todos sua beleza exuberante. A rainha recusou-se a participar daquela festa de bêbados, então o rei muito se enfureceu, e acendeu nele a sua ira.
II - ESTER NO PALÁCIO DE ASSUERO
1. A busca de uma jovem para o lugar de Vasti.
Com a recusa de Vasti em obedecer ao rei estando este embriagado e muito indignado, Assuero tomou conselho com os que entendiam de leis e lhe eram mais chegados sobre o que se devia fazer em tal ocasião. Um deles, Memucã disse: "Não somente contra o rei pecou a rainha Vasti, porém também contra todos os príncipes, e contra todos os povos que há em todas as províncias do rei Assuero".
Então o rei depôs a rainha Vasti e alguns servos de Assuero sugeriram que ele buscasse moças virgens e formosas para que uma delas substituísse Vasti. Também elaboraram leis que obrigavam a todas as esposas a obedecerem integralmente a seus maridos.
De todas províncias trouxeram moças virgens e belas para verem de qual o rei se aguardaria para substituir Vasti.
O eunuco Hegai era guarda das mulheres do rei e tinha a responsabilidade de preparar as moças para serem apresentadas ao rei após o espaço de um ano de preparação para isto.
Em meio a tantas moças (provavelmente 127, ou mais) levadas ao palácio estava Hadassa, descendente de Judeus e criada pelo judeu Mordecai ou Mardoqueu. Ali ela se apresentou com o nome persa de Ester. tendo ganhado logo a simpatia do eunuco do rei (Hegai - Et 2.9), Ester foi conduzida ao melhor aposento e com sete servas a servi-la.
2. Mardoqueu e Ester.
Hadassa (ou Ester) fora criada por Mardoqueu, que era sobrinho do pai de Hadassa. (Et 2.15). Seu primo. Mardoqueu, ao que tudo indica, era um homem temente a DEUS e estava entre os cativos judeus que vieram deportados durante o império babilônico ou era um descendente direto de algum deles.
Mardoqueu demonstrou ser um homem de fé e de dedicação a DEUS, ele por certo sabia das promessas de libertação do seu povo por DEUS. Mardoqueu seguia exemplarmente a lei de seu DEUS e muitas vezes correu risco de morte por isso. (Et 4.1,2). Pelo que vemos na personalidade de Hadassa (ou Ester) Mardoqueu lhe deu uma excelente educação, com valores morais e espirituais tornando-a um instrumento de DEUS na salvação dos judeus.
3. Ester é escolhida para o lugar de Vasti.
Na vez de Hadassa (ou Ester) se apresentar ao rei, ela se apresentou exatamente como lhe fora ordenado por Hegai e superou a todas as outras concorrentes, pois achou graça diante do rei. Além de muito bonita ela tinha DEUS que fez o coração do rei se inclinar para ela. Mardoqueu havia orientado a Hadassa para que não revelasse a ninguém que era judia. Nesses dias Mardoqueu descobre uma trama para matar o rei e avisa a Hadassa (Ester) para que avise ao rei. Depois de inquirido e provado os autores são mortos e isso é registrado nas crônicas do rei e posteriormente lido pelo mesmo em uma inspiração de DEUS.
III - A CRISE CHEGA PARA O POVO DE DEUS
1. A trama de Hamã.
Hamã era o homem mais importante do governo de Assuero. Hamã odiava Mardoqueu, pois este não se inclinava perante ele como os demais, obedecendo todos a uma ordem do próprio rei. Numa das muitas vezes que Mardoqueu não se dobrou perante ele, soube que o mesmo era judeu e então decidiu matar não só Mardoqueu como também todo o povo judeu que existisse em todo o império persa. Hamã, com muita astúcia, convenceu o rei Assuero de que havia um povo em seu império que não obedecia suas leis, pois tinham outras estranhas leis a obedecerem. Persuadiu-o a destruir este povo e se ofereceu para fazê-lo ele mesmo. O rei concordou e lhe deu o anel que continha um selo para autorizar tal lei em todo o império. Neste decreto constava que todos os judeus fossem mortos e seus despojos saqueados (Et 3.13-15). Esta tremenda crise atingia a todos os judeus, era uma chacina autorizada e a eliminação do povo de DEUS conquistada por Satanás e seus súditos. Além de matá-los os persas ainda ganhariam dinheiro e se apossariam dos bens dos judeus após matá-los. O rei manda Hamã honrar Mardoqueu diante de todos e isso o enfurece mais ainda contra Mardoqueu. Hamã manda construir uma forca para ali enforcar Mardoqueu.
Em prantos e súplicas Mardoqueu, vestido de saco, sabendo da trama para matar todos os judeus, foi para a porta do palácio de Assuero (Et 4.1-6).
2. Ester toma conhecimento da trama contra seu povo.
Hadassa (ou Ester) sabendo que seu pai adotivo se encontrava nesta situação lhe manda roupas e alimento, mas este os recusa, então manda lhe perguntar a razão daquela decisão e Mardoqueu manda lhe comunicar e lhe mostrar a lei de extermínio do povo judeu que fora apregoada em todo o império. Hadassa, num primeiro momento, lembrou-se da lei dos persas que não lhe permitia entrar na presença do rei sem ser convidada. Por isso não poderia fazer nada diante da situação apresentada.
Mardoqueu lhe apresenta duas razões para que arrisque sua vida pelo seu povo e por ela mesma:
- DEUS a teria colocado na posição de rainha para aquele momento mesmo.
- Também, se ela não o fizesse, DEUS levantaria outra pessoa para salvar o povo, com certeza.
Hadassa (Ester) não se importou em arriscar sua vida e disse: "se perecer, pereci" . Pediu que rodos jejuassem por ela (Ai está subtendido que oraram e jejuaram todos os judeus do império).
3. A estratégia sábia de Ester.
Tendo orado, jejuado e buscado sabedoria de DEUS, Ester se vestiu apropriadamente com suas vestes reais, resplandecendo assim sua beleza e foi para o pátio interior da casa do rei. Ao vê-la, o monarca apontou seu cetro e Ester tocou-o na ponta. O rei, deslumbrado pela beleza da rainha, perguntou-lhe: "Que é o que tens, rainha Ester, ou qual é a tua petição? Até a metade do reino se te dará" (Et 5.3).
Ester, sabiamente inspirada por DEUS, convida o rei e Hamã para um banquete. Neste banquete Ester, ao ser novamente perguntado sobre o que desejava diz que desejava sua vida e a vida de seu povo. Ela revela ao rei a trama de Hamã e o rei se enfurece e passa a outra sala, porém quando se volta vê Hamã dobrado e prostrado sobre onde Ester estava deitada e pensa que ele está querendo possuir sua esposa, ai sua ira aumenta mais ainda e os eunucos do rei prendem Hamã e um deles diz que ele havia preparado uma forca para enforcar aquele que salvara a vida do rei, Mardoqueu. Ai o rei manda que enforquem Hamã nesta mesma forca. Sua família também é morta.
Assim foi salvo o povo judeu que recebeu permissão do rei para se defenderem quando fossem atacados por seus inimigos no dia 13 de Adar já marcado por Hamã para se exterminar o povo judeu.
Daí nasceu o dia do Purim (sortes) que é comemorado todos os anos pelos judeus em memória do dia que escaparam de serem exterminados na Pérsia.
CONCLUSÃO
Nos momentos de crise em que vivemos devemos nos lembrar desses dias de aflição que o povo de DEUS passou e como DEUS os livrou de serem atropelados pela crise. Jejum e oração, unidos à evangelização nos garantirá a presença e providência de DEUS para que nunca pereçamos em meio às crises que nosso país passa hoje. DEUS mama missões e se nos despertarmos para evangelizar o mundo DEUS nos livrará de toda crise que surgir e fará com que os corruptos que assolam o tesouro nacional se autodestruam.
 
APLICAÇÃO PRÁTICA DO LIVRO DE ESTER PARA CRISTÃOS (adaptado para todos os cristãos por Ev. Henrique)
Livro - Mulheres Que Amaram a DEUS - Elizabeth George - Editora United Press
 
A Beleza da Fé
 
...que Vasti não entre jamais na presença do rei Assuero; e o rei dê o reino dela a outra que seja melhor do que ela. Ester 1.19
 
Vamos falar hoje da rainha Ester. Ela era a mulher mais formosa do imenso império persa do rei Assuero. Estas frases parecem o início de um conto de fadas, mas a história de Ester, narrada na Bíblia, começa com palavras semelhantes: “Nos dias de Assuero...” Um momento! Antes de mergulhar na história de Ester, precisamos refletir sobre a história que prepara o caminho para as cenas que veremos a seguir. O drama inicia-se com outra mulher, também rainha, cujo nome é Vasti. O resumo da história diz que Vasti, mulher do rei Assuero, recusou-se a obedecer a uma ordem do marido e foi destituída de sua posição de rainha para que fosse encontrada “outra melhor do que ela”. Sabemos que por trás dos fatos (e isso acontece na vida de qualquer pessoa) DEUS reina com absoluta soberania e está sempre trabalhando na vida de seu povo. O primeiro passo de seu plano perfeito foi remover a rainha a fim de abrir caminho para Ester. A expulsão de Vasti abriu uma vaga para o trono e as portas do palácio para Ester, uma judia humilde, desconhecida e plebeia.
Reflita por alguns instantes a respeito das pessoas, eventos e circunstâncias de sua vida e veja como DEUS está trabalhando diariamente nesses detalhes. Como pessoa que ama a DEUS, sua fé lhe faz acreditar que DEUS está cumprindo seus propósitos por meio das pessoas, eventos e circunstâncias que Ele coloca em seu caminho? Os detalhes talvez não estejam muito claros ainda, mas você pode ter a certeza de que DEUS reina com absoluta soberania e está elaborando seu plano perfeito, dentro de seu tempo perfeito e de maneira perfeita. E nessa confiança que está a beleza da fe.
Que tal aplicar a sua vida e ao seu coração os sentimentos contidos nesta linda oração escrita por uma pessoa piedosa, cujo nome desconhecemos? Gosto muito de pensar que DEUS Fornece o necessário para cada dia; Os eventos da vida estão nas mãos dele, Por isso eu apenas posso dizer: “Dá-me o meu quinhão em teu tempo certo E dentro de teu critério perfeito.”
 
A beleza de ser útil
[O rei] pôs-lhe na cabeça a coroa real e a fez rainha... Ester 2 .1 7
 
O que é necessário fazer para adquirir a beleza de ser útil a DEUS?
Podemos ter uma ideia ao ler a história da vida de Ester, a heroína do Antigo Testamento, cujo nome significa estrela”. Ela é a mulher que DEUS usou de maneira tão dramática para salvar o povo judeu. Você também pode ser útil a DEUS baseando-se no exemplo de Ester:
Herança. Ester, uma jovem judia da tribo de Benjamim, foi levada para a Babilônia, onde seu povo trabalhava como escravo por volta do ano 600 a,C.
Reflita sobre sua herança. Que lições de vida você aprendeu com as experiências de seus antepassados em termos de determinações, lutas, crença e sofrimento?
Pais. Ester ficou órfã de pai e mãe quando era menina, mas um primo fiel e amoroso tomou conta dela e a educou como sua filha.
Reflita sobre seus pais. Se você também for órfão de pai e mãe, aceite com gratidão as pessoas que DEUS lhe proporcionou para moldar sua vida.
Tutela. Todos nós fomos ensinados por muitos professores, e Ester não foi exceção a regra. Ela aprendeu não só com seu primo Mordecai, mas também com Hegai, um eunuco gentio do palácio do rei Assuero que lhe ensinou o que fazer e o que não fazer para agradar ao rei.
Reflita sobre seus mestres. Seja agradecido pelos vários professores e professoras que DEUS pôs em seu caminho para instruí-lo e guiá-lo até hoje para ser útil a Ele.
Vantagens. Ester, uma mulher de extraordinária beleza física, recebeu sabedoria de Mordecai e tratamento preferencial de Hegai.
Reflita sobre suas vantagens pessoais. Identifique as condições, circunstâncias e oportunidades que DEUS lhe proporcionou para que você seja útil a seu Reino.
Respeito. Ester também recebeu tratamento respeitoso quando foi apresentada como rainha do palácio do rei Assuero.
Reflita sobre o tratamento respeitoso que você receberá um dia por fazer parte do sacerdócio real (1 Pedro 2.9) e ser filho do Rei do Universo!
O DEUS de Ester também é o nosso DEUS. Como o Senhor Onipotente, Ele está sempre trabalhando em cada detalhe de nossa vida preciosa.
Agradeça-Lhe agora Sua presença ativa, transformadora e amorosa em sua vida.
 
A belesa da Coragem
...se [eu] perecer, pereci. Ester 4 . 1 6
 
A coragem reflete uma fé inabalável no Senhor.
A rainha Ester. Esta linda judia que amava a DEUS era casada com um rei pagão temperamental. Quando tomou conhecimento de uma conspiração para matar todos os judeus, ela sabia que precisava comparecer, sem ser chamada, diante do marido e suplicar pela vida de seu povo. O plano de Ester pôs sua vida em risco, porque quem se apresentasse diante do rei sem ser convidado (até mesmo a esposa) arriscava-se a morrer. Porém, a coragem de Ester, sustentada pela fé que tinha em DEUS, a fez afirmar com ousadia: “Se perecer, pereci.” O ato heroico de Ester foi inspirado na necessidade urgente de agir em favor do povo de DEUS e em sua fé destemida no DEUS que ela amava. O resultado? A vida de Ester foi poupada, e a do povo de DEUS também.
Será que você pode escrever seu nome ao lado dessa mulher extraordinária que amou a DEUS exibindo de forma brilhante a beleza da coragem enraizada no amor e na fé por Ele? Você valoriza mais as coisas de DEUS do que as coisas deste mundo? Você adota em sua vida o lema de fé que diz: “Para mim, o viver é CRISTO, e o morrer é lucro”? Você e capaz de gritar diante da morte: “Se perecer, pereci”?
 
Medo? De que?
De sentir a alegria do espírito liberto? De passar da dor para a paz perfeita, De ver cessarem as lutas e as tensões da vida? Medo... de que?
 
A beleza da Sabedoria
...Qual é a tua petição, minha Ester? E se te dará. Que desejas? Cumprir-se-á... Ester 7 .2 >
 
Há um sábio versículo bíblico que diz: “A longanimidade persuade o príncipe” (Provérbios 25.15). A beleza que DEUS concedeu à rainha Ester nos oferece um exemplo de como este poderoso preceito foi posto em prática.
Ester, uma mulher judia, ficou sabendo que Hamã, o homem de confiança de seu marido, o rei Assuero, recebera permissão “para que se destruíssem, matassem e aniquilassem de vez a todos os judeus” (Ester 3.13). Ester também sabia que apenas seu marido, o rei, podia intervir para salvar a vida dela e de seu povo, e que ela precisava persuadi-lo a fazer isso!
Que bela pintura, feita por DEUS, é a vida de Ester! Ela nos ensina como ser persuasivo com graça, sabedoria e paciência, se seguirmos alguns passos práticos:
Passo 1: Pare. Antes de tentar endireitar uma situação errada, Ester não fez nada. Ela não se precipitou nem agiu impensadamente.
Passo 2: Espere. O tempo é um bem precioso que não pode ser desperdiçado. A espera deu tempo para que Ester reunisse os fatos (Et 4.5).
Passo 3: Consulte. A espera também proporcionou um tempo importante para Ester aconselhar-se com o sábio primo Mordecai (Et 4.12-14).
Passo 4: Ore. A espera também proporcionou tempo para que Ester jejuasse e orasse a respeito de sua missão e de como deveria aproximar-se do rei (Et 4.16).
Passo 5: Decida. Tempo, conselho e oração foram importantes para que Ester preparasse um plano de ação e o levasse adiante com a atitude triunfante de “Se perecer, pereci” (Et 4.16).
Passo 6: Aja. Antes de pedir o que queria, Ester preparou um banquete para o rei Assuero e para Hamã, com o objetivo de examinar o terreno e de saber qual era o estado de espírito do rei (Et 5.5).
Passo 7: Concilie. Perspicaz e compreendendo a situação, Ester aguardou sabiamente e preparou outro banquete antes de pedir ao rei que salvasse seu povo (Et 5.8). Durante o segundo banquete, Ester fez seu pedido, e o rei concordou em proteger o povo judeu!
Você também pode seguir os mesmos passos de sabedoria de Ester. Que tal segui-los na próxima vez que enfrentar um desafio? A confiança na sabedoria de DEUS faz com que Ele e você trabalhem juntos para realizar a vontade do Senhor à maneira Dele.
 
A beleza das palavras meigas
...Qual e a tua petição, minha Ester? E se te dará. Que desejas? Cumprir-se-á... Ester 7.2
 
O livro de Provérbios ensina: “A longanimidade persuade o príncipe, e a língua branda esmaga ossos” (25.15). Você descobrirá hoje que, quando agimos com sabedoria e paciência, o maor pode realizar coisas difíceis.
Vamos apreciar o uso que Ester fez das palavras meigas, da “língua branda”, para que o coração de seu marido se voltasse contra Hamã, o segundo homem mais importante do reino e instigador do plano maligno para aniquilar os judeus, e a favor do povo hebreu. Porém, antes de tudo, é importante observar o que Ester não fez ao tomar conhecimento do plano contra seu povo. Em nenhum lugar dos dez capítulos que narram a história da vida de Ester, você encontrará raiva ou agitação, violência ou pânico, precipitação ou reação. Ester sabia que emoções descontroladas não lhe ajudariam a impedir a desgraça. Portanto, preferiu usar como arma palavras meigas, gentis, persistentes e persuasivas.
Quais as características das “palavras meigas” de Ester? E, mais importante ainda, quais são as características das suas palavras?
• Palavras de respeito. Quando Ester dirigiu-se a seu marido, disse: “Se bem te parecer...”, “Se achei favor perante o rei...” e “farei segundo o rei me concede” (5.4,8).
• Palavras de hospitalidade. A graciosa Ester fez um convite meigo ao rei: “Venha o rei... hoje ao banquete que eu preparei” (5.4).
• Palavras de prudência. Ao perceber que o momento não era adequado para seu pedido, Ester foi sábia e convidou o rei “ao banquete que... hei de preparar amanhã” (5.8).
• Palavras diretas. Quando chegou o momento certo, Ester pediu corajosamente: “Se bem parecer ao rei, dê-se-me por minha petição a minha vida, pelo meu desejo, o meu povo” (7.3).
• Palavras sucintas. Ester proferiu palavras de respeito, de hospitalidade, de prudência e diretas cuidadosamente escolhidas. Ela falou apenas o necessário e, é claro, com muita elegância e graça.
Que DEUS nos conceda a beleza das palavras meigas!
 
A beleza do Plano de DEUS
...Então ela se levantou, pôs-se de pé diante do rei. Ester 8.4
 
Em que lugar DEUS plantou sua vida? O que cada novo dia lhe reserva? Talvez você não esteja cercado por circunstâncias ideais, nem esteja no lugar que escolheu. Porém, independentemente de onde você se encontrar hoje, de quem estiver fazendo parte de sua vida hoje, do que lhe acontecer hoje, lembre-se de que tudo faz parte do plano de DEUS para você. Ele tem um propósito grandioso para sua vida. Ester conheceu a beleza do plano de DEUS, e o propósito de sua existência nasceu das sementes lançadas no solo da tristeza e do sofrimento. Analise este resumo da biografia de Ester:
Naturalidade: De descendência estrangeira, nascida em terra estranha, de um povo escravo
Filiação: Pai e mãe mortos
Endereço: Harém do rei; levada para lá contra a vontade
Posição: Rainha e esposa de um rei pagão alcoólatra e impulsivo
Embora essas qualificações não fossem ideais, DEUS usou Ester poderosamente para cumprir seu plano. Em uma época de crise, em que a nação israelita estava ameaçada de extermínio, Ester se deu conta de que era o único elo entre o rei e seu povo, os judeus. Como rainha, ocupava um lugar importante na corte, portanto era exatamente a pessoa que DEUS poderia usar como instrumento para libertar seu povo. Ela foi elevada a posição de rainha por causa da situação em que seu povo vivia (Ester 4.14).
Você, também, pode ser usado pelo Senhor. Para tanto, basta ser fiel a Ele em tudo o que fizer hoje, às pessoas que cruzarem seu caminho hoje, às circunstâncias de hoje. Grave a esperança dessas palavras no coração hoje. Descubra a beleza de fazer parte do plano de DEUS e de praticar um ato heroico, conforme definido abaixo:
O herói não tem a pretensão de ocupar essa posição. Provavelmente, ela se surpreende mais do que as outras pessoas ao ser reconhecida como tal. Ela estava presente quando ocorreu a crise... e teve a mesma reação de sempre. Estava simplesmente fazendo o que precisava ser feito! Fiel e cumpridora de seus deveres, encontrava-se preparada quando a crise surgiu. Estava onde deveria estar, fazendo o que deveria fazer, reagindo como de costume as circunstâncias, a medida que surgiam.
Dedicada ao dever, ela praticou um ato heroico!
 
A Beleza da Lembrança
Determinaram os judeus... que estes dias seriam lembrados... Ester 9 . 2 7 ,2
 
O princípio da boa administração nos ensina a anotar todos os eventos especiais, no início do ano, em um calendário. Com essa prática, temos a certeza de nos lembrarmos das ocasiões importantes no decorrer do ano. Há mais de 2.400 anos, a rainha Ester e seu primo Mordecai fizeram algo semelhante, ao estabelecerem uma maneira de recordar como, mais uma vez, DEUS libertara os judeus do perigo. O povo de DEUS tinha atravessado tempos sombrios. O rei Assuero emitira um edito dando permissão a seus súditos “para que se destruíssem, matassem e aniquilassem de vez a todos os judeus, moços e velhos, crianças e mulheres... e que lhes saqueassem os bens” (Ester 3.13).
Imagine a preocupação! O medo! O pranto! O pavor! A vida estava no fim para o povo de DEUS! Eles nada podiam fazer para se salvar! Contudo, confiante no Senhor, Ester encontrou coragem para pedir a seu marido, o rei Assuero, que concedesse dois dias para que seu povo se defendesse da sentença de morte. O rei atendeu ao pedido dela, e os judeus venceram os inimigos!
Agora, pense na alegria! No jubilo! No doce sabor da vitória! No alivio! A vida dos judeus não estava no fim! E, para comemorar tal conquista, os israelitas instituíram o dia seguinte a vitória como um dia de festa e alegria, de troca de presentes.
Para que os judeus daquela época e suas gerações seguintes jamais esquecessem que DEUS transformara a tristeza do povo em alegria e o pranto em júbilo, Ester e Mordecai instituíram a Festa do Purim, uma data que deveria ser comemorada anualmente. Até o dia de hoje, 2.400 anos depois, o Purim ainda é comemorado pelos judeus no mundo inteiro. Todos os anos, os judeus fiéis recordam-se do ato misericordioso de DEUS ao salvar suas vidas.
E você? Esforça-se por lembrar a bondade de DEUS para com você e comemora a atuação dele em sua vida? Datas de nascimento espiritual e de batismo nas águas e no ESPÍRITO SANTO também são oportunidades para você comemorar o cuidado de DEUS por sua vida. O salmista nos exorta a lembrar: “Bendize, o minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios... quem da cova redime a tua vida” (Salmo 103.2,4, destaque da autora). Que possamos nos lembrar da grande bondade e amor de DEUS!
 
A Beleza Que Vem do Senhor
Então, a rainha Ester... e o judeu Mordecai escreveram, com toda a autoridade... Ester 9 .2 9
 
Não foi maravilhosa a história da rainha Ester? A Bíblia nos fala de sua delicada beleza física, que ela “era jovem bela, de boa aparência e formosura”, uma das “moças para o rei, virgens de boa aparência e formosura” (Ester 2.7; 2.3). Porém, o principal fato da narrativa bíblica sobre a fama adquirida por Ester é sobre a maneira como DEUS a usou para salvar seu povo e que só o Senhor pode criar a verdadeira beleza que procede do coração de mulheres como Ester. E essa lição, extraída de sua vida, que nós que amamos a DEUS, queremos pôr em prática.
Antes de terminarmos de analisar a história de Ester, vamos refletir mais uma vez sobre sua beleza infinita:
• A beleza da aceitação. Embora Ester fosse órfã de pai e mãe, não vemos nela nenhum traço de amargura ou ressentimento que prejudicasse sua beleza. Ela aceita sua situação graciosamente.
• A beleza do caráter. Os estudiosos descrevem Ester com palavras como fiel, corajosa, piedosa, sabia e resoluta. Todas se referem ao caráter.
• A beleza do espírito. A Bíblia deixa claro que Ester possuía a beleza de um espírito manso e tranquilo, que, conforme sabemos, é muito precioso aos olhos de DEUS para as esposas (1 Pedro 3.4). Ester demonstrou ter um espírito gracioso, precavido, paciente e discreto. De onde vem essa beleza? Vem de um coração que se enfeita com uma profunda confiança em DEUS (1 Pedro 3.5) e do temor ao Senhor (Provérbios 31.30). Vem de confiar em DEUS em busca de sustento em tempos difíceis (Salmo 55.22). Vem de crer que DEUS a fortalecerá quando sua fé for desafiada, a morte for iminente ou os relacionamentos forem tensos (Filipenses 4.13). Vem de saber que a graça de DEUS é suficiente para nós, em quaisquer circunstâncias da vida (2 Coríntios 12.9,10). Procure encontrar essa beleza interna e eterna, beleza que vem do Senhor e está ao alcance de todos os que amam a DEUS. Procure encontrá-la ao estudar as palavras inspiradas da Bíblia. Procure encontrá-lá enquanto ora. Procure buscar ao Senhor para que a beleza de sua força, fé, coragem e sabedoria preencham seu coração.
 
Ester 1: 1 (Adam Clark)
O Assuero dos romanos, o Artaxerxes dos gregos e Ardsheer dos persas, são os mesmos. Alguns pensam que este Assuero era Dario, filho de Histaspes; Mas Prideaux e outros sustentam que ele era Artaxerxes Longimanus. Reinou da Índia até a Etiópia - É quase o mesmo relato dado por Xenofonte. Como grande e glorioso reino de Cyrus foi além de todos os reinos da Ásia, foi evidente a partir desta expressão: Ὡρισθῃ μεν πρως ἑῳ τῃ Ερυθρᾳ θαλαττῃ · προς αρκτον δε τῳ Ευξεινῳ ποντῳ · προς ἑσπεραν δε Κυπρῳ και Αιγυπτῳ · προς μεσημβριαν δε Αιθιοπιᾳ. "Estava limitada ao leste pelo Mar Vermelho; No norte pelo mar de Euxine; A oeste por Chipre e Egito; E no sul pela Etiópia. "- Cyrop. Lib. Viii., P. 241, editar. Steph. 1581.

 
Referências Bibliográficas (outras estão acima)
Dicionário Bíblico Wycliffe. DEUS.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, Bíblia de estudo - Aplicação Pessoal, Bíblia de Estudo Almeida. Revista e Atualizada. Barueri, SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2006, Bíblia de Estudo Palavras-Chave Hebraico e Grego. Texto bíblico Almeida Revista e Corrigida.
Bíblia de Estudo Pentecostal. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida, com referências e algumas variantes. Revista e Corrigida, Edição de 1995, Flórida- EUA: CPAD, 1999.
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - Bíblia de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm -- www.ebdweb.com.br - www.escoladominical.net - www.gospelbook.net - www.portalebd.org.br/ -- http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/alianca.htm
Dicionário Vine antigo e novo testamentos - CPAD, Manual Bíblico Entendendo a Bíblia, CPAD, Dicionário de Referências Bíblicas, CPAD, Hermenêutica Fácil e descomplicada, CPAD, Revistas antigas - CPAD
Silva, Antonio Gilberto da, 1929- A Prática do evangelismo pessoal / Antonio Gilberto da Silva. - Rio de Janeiro : Casa Publicadora das Assembléias de DEUS, 1983.
Lições Bíblicas - 2000 - 3º Trimestre - Evangelismo e Missões - CPAD - Comentarista - Esequias Soares
ESFORÇA-TE PARA GANHAR ALMAS - Orlando Boyer - Editora Vida - ISBN: 857367153X - Ano: 1975
Espada Cortante - Atos: o Evangelho do ESPÍRITO SANTO - Orlando S. Boyer - CPAD, Espada Cortante - João: o Evangelho do Filho de DEUS - Orlando S. Boyer - CPAD
Atos - Série Cultura Bíblica - I. Howard Marshall - SOCIEDADE RELIGIOSA EDIÇÕES VIDA NOVA e ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA EDITORA MUNDO CRISTÃO,
Rua Antonio Carlos Taconni, 75 e 79, Cidade Dutra, São Paulo-SP, CEP 04810
Os dons Ministeriais - Por A. L. Gill - www.gillministries.com
DE CIDADE EM CIDADE - Elementos para uma teologia bíblica de missão Urbana em Lucas-Atos - Descoberta Editora Ltda - Londrina - PR - Jorge Henrique Barro - 2006
Tesouro de Conhecimentos Biblicos / Emilio Conde. - 2* ed. Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembleias de DEUS, 1983
Wiesber, Comentário Bíblico. Editora Geográfica, 2008, Champlin, Comentário Bíblico. Hagnos, 2001, Concordância Exaustiva do Conhecimento Bíblico "The Treasury of Scripture Knowledge"
Pequena Enciclopédia Bíblica - Orlando Boyer - CPAD
 
Home
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos