Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 
 
LIÇÃO 13, SE O MEU POVO ORAR
Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 4º Trimestre de 2010
O PODER E O MINISTÉRIO DA ORAÇÃO
O relacionamento do cristão com DEUS
Comentários da revista da CPAD: Pr. Eliezer de L. e Silva
Consultor Doutrinário e Teológico da CPAD: Pr. Antonio Gilberto
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
Questionário
RESUMO DO TRIMESTRE EM FIGURAS ILUSTRATIVAS
 
 
TEXTO ÁUREO
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7.14).
 
 
VERDADE PRÁTICA
A oração de confissão, acompanhada de temor e humildade, exalta a bondade e a benignidade do Senhor.
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - 2 Cr 6.27 Devemos confessar o pecado a DEUS em oração
Terça - Tg 4.10 Devemos nos humilhar diante de DEUS em oração
Quarta -2 Cr 6.30,31 Devemos pedir restauração a DEUS
Quinta - Jo 17.21-23 Devemos pedir a DEUS unidade
Sexta - 2 Cr 7.14 Devemos ter certeza de que DEUS responde à oração
Sábado - Lc 11.10-1 Devemos ser perseverantes em oração
 
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - 2 Crônicas 7.11-18
11 Assim, Salomão acabou a Casa do SENHOR e a casa do rei; e tudo quanto Salomão intentou fazer na Casa do SENHOR e na sua casa, prosperamente o efetuou. 12 E o SENHOR apareceu de noite a Salomão e disse-lhe: Ouvi tua oração e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício. 13 Se eu cerrar os céus, e não houver chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste entre o meu povo; 14 e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 15 Agora, estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar. 16 Porque, agora, escolhi e santifiquei esta casa, para que o meu nome esteja nela perpetuamente; e nela estarão fixos os meus olhos e o meu coração todos os dias. 17 Quanto a ti, se andares diante de mim, como andou Davi, teu pai, e fizeres conforme tudo o que te ordenei, e guardares os meus estatutos e os meus juízos, 18 também confirmarei o trono do teu reino, conforme o concerto que fiz com Davi, teu pai, dizendo: Não te faltará varão que domine em Israel.
 
7.1 A GLÓRIA DO SENHOR. A "glória do SENHOR" refere-se a uma manifestação visível da presença e do esplendor de DEUS
7.12 O SENHOR APARECEU... A SALOMÃO. Ver 1 Rs 9.3.
7.14 SE O MEU POVO... SE HUMILHAR, E ORAR, E BUSCAR... E SE CONVERTER. O castigo que DEUS envia ao seu povo nos tempos de declínio moral, indiferença espiritual e de parceria com o mundo é a seca, a esterilidade e a peste (v. 13). A promessa de DEUS, embora originalmente feita a Israel, é de igual modo aplicável ao povo de DEUS em qualquer época, desde que este povo, uma vez sob castigo divino, satisfaça as seguintes condições para um avivamento espiritual e restauração do santo propósito e bênção de DEUS para seu povo (cf. At 3.19):
(1) "Humilhar-se". O povo de DEUS deve reconhecer as suas faltas, manifestar tristeza pelo seu pecado e renovar seu compromisso de fazer a vontade de DEUS. Humilharmo-nos diante de DEUS e da sua Palavra, importa em reconhecer nossa pobreza espiritual (11.16; 15.12,13,15; 34.15-19; Sl 51.17; Mt 5.3).
(2) "Orar". O povo de DEUS deve clamar agonizante, pedindo-lhe misericórdia, deve depender totalmente dEle e confiar nEle para a sua intervenção. A oração deve ser fervente e perseverante até DEUS responder do céu (cf. Lc 11.1-13; 18.1-8; Tg 5.17,18).
(3) "Buscar a minha face". O povo de DEUS deve, com dedicação, buscar a DEUS de todo o coração e ansiar pela sua presença e não simplesmente tentar fugir da adversidade (11.16; 19.3; 1 Cr 16.11; 22.19; Is 55.6,7).
(4) "E se converter dos seus maus caminhos". O povo de DEUS deve se arrepender com sinceridade, abandonar pecados específicos e todas as formas de idolatria, renunciar o mundanismo e chegar-se a DEUS; pedindo misericórdia, perdão e purificação (29.6-11; 2 Rs 17.13; Jr 25.5; Zc 1.4; Hb 4.16).
7.14 ENTÃO, EU OUVIREI... PERDOAREI... SARAREI. Quando são cumpridas as quatro condições da parte de DEUS, para o avivamento e renovação espiritual do seu povo, cumpre-se também a tríplice promessa divina do avivamento:
(1) DEUS desviará a sua ira do seu povo, ouvirá o seu clamor angustiado e atenderá a sua oração (v. 15). Noutras palavras, a primeira evidência de um reavivamento é DEUS começar a ouvir, do céu, a oração e responder de lá (vv. 14,15) e a manifestar compaixão pelo seu povo (Sl 85.4-7; 102.1,2,13; Jr 33.3; Jl 2.12,13,18,19).
(2) DEUS perdoará o seu povo, purificá-lo-á dos seus pecados e restaurará entre eles o seu favor, presença, paz, verdade, justiça e poder (cf. Sl 85.9-13; Jr 33.7,8; Os 10.12; Jl 2.25; 2 Co 6.14-18). (3) DEUS sarará o seu povo e sua respectiva terra, derramando novamente chuvas (i.e., favor e bênçãos físicas) e o ESPÍRITO SANTO (i.e., despertamento espiritual entre o seu povo e entre os perdidos, cf. Sl 51.12,13; Os 5.14-6.3,11; Jl 2.28-32)
 
 
INTERAÇÃO 
Caro professor, estamos encerrando mais um ano de estudos bíblicos em nossa abençoada Escola Dominical. Você sabe o quanto é importante o diálogo entre teoria e prática. Portanto, leve o aluno a refletir acerca de sua vida de oração. Após um trimestre inteiro aprendendo a respeito da oração, espera-se do crente que ao menos sua vida devocional possa ser modificada. Afinal, de nada adiantará aprendermos a orar, se não orarmos.
Hoje, trataremos a respeito da resposta de DEUS à oração de Salomão. Veremos que o Senhor estabeleceu algumas condições para que sua bênção fosse derramada sobre o seu povo.
 
OBJETIVOS
Explicar o significado de humildade.
Definir arrependimento e conversão.
Mencionar as respostas divinas às atitudes do povo.
 
ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA
A lição deste domingo trata de quatro ações fundamentais para atrair a bondade e a misericórdia de DEUS para nós:
HUMILHAR-SE - BUSCAR - ARREPENDER-SE - CONVERTER-SE
Escreva as ações no quadro-de-giz. Divida a turma em quatro grupos, conforme essas ações. Em seguida, solicite que cada grupo explique o que significa o seu verbo, bem como apresente pelo menos dois exemplos bíblicos que demonstrem tal atitude.
 
 
 
 
 
RESUMO DA LIÇÃO 13, SE O MEU POVO ORAR
COMENTÁRIO - INTRODUÇÃO
Dirigir um clamor ao Senhor que a resposta viria. Contudo, DEUS estabeleceu
algumas condições para que a sua bênção fosse derramada, como veremos a seguir
I. A NECESSIDADE DE SE HUMILHAR E BUSCAR A DEUS
1. DEUS é grande, o homem é limitado.
2. A necessidade da humildade.
3. A busca pela presença de DEUS.
II. A NECESSIDADE DE ARREPENDER-SE E CONVERTER-SE
1. Arrependimento.
2. Conversão.
III. AS RESPOSTAS DIVINAS ÀS ATITUDES DO POVO
1. “Ouvirei dos céus” (v.14).
2. “Perdoarei os seus pecados”.
3. “Sararei a sua terra”.
CONCLUSÃO
O nosso DEUS, segundo as suas riquezas, supre todas as nossas necessidades
em glória, por CRISTO JESUS (Fp 4.19). 
 
 
RESUMO RÁPIDO
O povo deveria clamar a DEUS sempre que estivesse em dificuldades, mas teria que passar por alguns pontos necessários para que DEUS os ouvisse e atendesse:
I. A NECESSIDADE DE SE HUMILHAR E BUSCAR A DEUS
1. DEUS é grande, o homem é limitado.
O pecar é do homem, o levantar é de DEUS. DEUS é o criador, é SENHOR, Está em toda parte, Sabe todas as coisas, Pode todas as coisas. O homem é fraco, é impotente, nada sabe do futuro, não tem poder sobre o pecado e nem sobre seu mentor: satanás. Precisamos de DEUS para tudo e devemos em tudo ser-LHE sujeito e dependente.
2. A necessidade da humildade.
A árvore boa e produtiva é aquela que se abaixa quando carregada de frutos. Devemos saber que é ao nos humilhar que somos exaltados. DEUS nos ouve em secreto e nos exalta publicamente. DEUS levanta o abatido. Convém que ELE cresça e que nós diminuamos. DEUS deve ser exalto e glorificado através de nós.
3. A busca pela presença de DEUS.
Devemos buscar a DEUS como a corça busca por água, ter sede de DEUS, desejo de estar em sua presença, separar um tempo para buscá-lo todos os dias de nossas vidas. Devemos ter sede de DEUS, fome de DEUS, anseio pela sua presença onde quer que estejamos.
II. A NECESSIDADE DE ARREPENDER-SE E CONVERTER-SE
1. Arrependimento.
A condição sine qua non (“sem o qual não pode ser”) para que DEUS ouça nossas orações é que estejamos arrependidos de nossos pecados, pois eles formam uma barreira entre nós e nosso DEUS.
2. Conversão.
Convergir é mudar de rumo, pegar outra direção. Por que a conversão? A Bíblia diz em Jeremias 17:09: "Enganoso é o coração, mais que todas as cousas e desesperadamente corrupto, quem o conhecerá?" O coração humano é um coração corrupto. Teologicamente chamamos a isso de natureza pecaminosa. Todos os seres humanos, desde que viemos a esta terra, você, eu, todos, nascemos com natureza pecaminosa. Mas o que é natureza pecaminosa? É uma vontade desesperada de gostar do lixo desta vida; de gostar das coisas erradas. Com essa natureza com que nascemos, é impossível agradar a Deus; é impossível amar as coisas certas; é impossível querer estudar a Bíblia, querer seguir a Jesus, querer obedecer. É literalmente impossível! Veja o que Jeremias confirma, no capítulo 13:23: "Pode acaso o etíope mudar a sua pele, ou o leopardo as suas manchas? Então poderíeis fazer o bem, estando acostumados a fazer o mal?" Esta é a situação do ser humano, e é por isso que é preciso uma conversão de natureza.
O que é conversão?
Primeiro, é muito importante você entender que conversão é converter-se a Alguém. Tipo meia-volta, volver! Primeiro vem o sentimento do pecado e ruína:
Jeremias 31:
19 Na verdade que, depois que me converti, tive arrependimento; e depois que fui instruído, bati na minha coxa; fiquei confuso, e também me envergonhei; porque suportei o opróbrio da minha mocidade.

Depois é preciso entender que seu pecado e ruína foram pagos por um substituto na Cruz, que Ele é o Cordeiro de Deus, a consumação dos cordeiros inocentes que os judeus imolavam cada vez que pecavam. Ou você Converte-se a Cristo ou não se converte a coisa alguma. É preciso se ver perdido para pedir socorro a Quem pode salvar. Como fez o carcereiro, ao perguntar a Paulo:
Atos 16:
30 E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?
31 E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.

O negócio é 8 ou 80. O que era cego, agora vê. O que estava morto, agora vive. É importante entender que Deus nos considera mortos espiritualmente antes de crermos. Qualquer tentativa de melhoria dessa natureza morta é o mesmo que maquiar cadáveres. Veja isto que foi escrito a pessoas convertidas:
Efésios 2:
1 E VOS vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados,2 Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência.3 Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.4 Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),
Veja que uma das características do estado de morto era fazer a própria vontade, agir conforme seus próprios pensamentos. Esta preocupação grande com o "fazer" ao invés do "crer" é natural ao ser humano. Disso provém as religiões, sempre com longas listas de obrigações a serem cumpridas para talvez merecer um lugar no céu. Deus não pediu para fazer nada. Quer fazer a obra de Deus? Então leia isto:
João 6:
28 Disseram-lhe, pois: Que faremos para executarmos as obras de Deus?
29 Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creiais naquele que ele enviou.

Na conversão você ganha uma nova concepção de valores. Coisas que eram importantes já não são mais. Muita gente pensa na conversão como um processo no qual você é obrigado a abrir mão de uma porção de coisas. É claro que você acaba abrindo mão de uma porção de coisas, mas é por descobrir que nem tudo o que reluz é ouro. Quando você conhece a preciosidade de Cristo, fica mais fácil discernir o que é pirita e o que é ouro.
Cantares de Salomão 5:
9 Que é o teu amado mais do que outro amado, ó tu, a mais formosa entre as mulheres? Que é o teu amado mais do que outro amado, que tanto nos conjuras?10 O meu amado é branco e rosado; ele é o primeiro entre dez mil.11 A sua cabeça é como o ouro mais apurado, os seus cabelos são crespos, pretos como o corvo.12 Os seus olhos são como os das pombas junto às correntes das águas, lavados em leite, postos em engaste.13 As suas faces são como um canteiro de bálsamo, como flores perfumadas; os seus lábios são como lírios gotejando mirra com doce aroma.14 As suas mãos são como anéis de ouro engastados de berilo; o seu ventre como alvo marfim, coberto de safiras.15 As suas pernas como colunas de mármore colocadas sobre bases de ouro puro; o seu aspecto como o Líbano, excelente como os cedros.16 A sua boca é muitíssimo suave, sim, ele é totalmente desejável. Tal é o meu amado, e tal o meu amigo, ó filhas de Jerusalém.
A conversão não tira o osso que o cachorro está roendo. A conversão dá a ele um filé (então ele deixa o osso, pois achou algo melhor, mais precioso).
Outro ponto importante é entender que há um Caminho, não dois ou três. Veja isto:
1 Timóteo 1:
15 Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.
Atos 4:12 E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.

Finalmente, há aqueles que quase aceitam a Verdade, que dizem que falta pouco para se converterem. Cuidado com o quase...
Atos 26:
28 E disse Agripa a Paulo: Por pouco me queres persuadir a que me faça cristão!
29 E disse Paulo: Prouvera a Deus que, ou por pouco ou por muito, não somente tu, mas também todos quantos hoje me estão ouvindo, se tornassem tais qual eu sou, exceto estas cadeias.
(Mário Persona).
III. AS RESPOSTAS DIVINAS ÀS ATITUDES DO POVO
1. “Ouvirei dos céus” (v.14).
Que maravilha! Somos ouvidos, apesar de nossa pequenez. DEUS lá nos céus nos ouve e nos responde - A oração é um diálogo.
2. “Perdoarei os seus pecados”.
É ELE que nos perdoa todos os nossos pecados e sara todas as nossas enfermidades (Is 53, Sl 103).
3. “Sararei a sua terra”.
Sarar, curar, dar vida. Aqui estão envolvidas promessas materiais e espirituais, escolha as duas, não fique só com ma.
CONCLUSÃO
O nosso DEUS, segundo as suas riquezas, supre todas as nossas necessidades em glória, por CRISTO JESUS (Fp 4.19). 
 
 
SINÓPSE DO TÓPICO (1)
O texto de 2 Crônicas 7.14 revela a necessidade de Israel reconhecer a grandeza divina, humilhar-se e converter-se.
SINÓPSE DO TÓPICO (2)
O texto de 2 Crônicas 7.14 revela a necessidade de Israel arrepender-se e converter-se.
SINÓPSE DO TÓPICO (3)
DEUS promete responder ao quebrantamento do povo: ouvindo as orações, perdoando os pecados e prosperando a terra.
 
AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO I - Subsídio teológico
“O Curso do Reino na Escatologia
Perdão e restauração. Apesar da nota de pessimismo soada pelo exílio, há, ao longo do livro de Crônicas, raios de esperança, pois o DEUS do concerto é digno de confiança — Ele não pode negar a si mesmo. Na famosa oração de dedicação do Templo, Salomão pediu ao Senhor, quando o povo pecasse e fosse exilado: ‘Ouve tu desde os céus, e perdoa os pecados de teu povo de Israel, e faze-os tornar à terra que tens dado a eles e a seus pais’ (2 Cr 6.24,25). Claro que isto requereria arrependimento, uma mudança de coração, pelo qual o rei orou fervorosamente (6.37-39).
Estabelecimento eterno. As condições da restauração, claramente declaradas na oração de Salomão, estão talvez implícitas na palavra de DEUS que Natã disse a Davi na ocasião da revelação do concerto davídico. Mas a ênfase está na iniciativa graciosa de o Senhor ser fiel à palavra do concerto. DEUS disse: ‘Ordenarei um lugar para o meu povo de Israel e o plantarei, para que habite no seu lugar e nunca mais seja removido de uma para a outra parte; e nunca mais os debilitarão os filhos da perversidade, como ao princípio’ (1 Cr 17.9). O seu reino, materializado no povo de Israel e particularmente na casa de Davi, será estabelecido para sempre (v.14). Mesmo depois da divisão do reino, todos sabiam muito bem que a soberania do Senhor pelo seu servo Davi permaneceria eternamente (2 Cr 13.5)” (ZUCK, ROY B. Teologia do Antigo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, p.207)
VOCABULÁRIO 
Escabelo: Banco pequeno para descanso dos pés.
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA
ZUCK, ROY B. Teologia do Antigo Testamento. 1. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009
SAIBA MAIS pela Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 44, p.42.
 
QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 13, SE O MEU POVO ORAR
RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 4º TRIMESTRE DE 2010
Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas corretas e com "F" as falsas.
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se _______________________, e _________________________, e _____________________ a minha face e se _______________________ dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2 Cr 7.14).
 
VERDADE PRÁTICA
2- Complete:
A oração de _________________________, acompanhada de _________________________ e humildade, __________________________ a bondade e a benignidade do Senhor.
 
INTRODUÇÃO
3- Qual a promessa do Senhor, ao povo de Israel (aplicável à sua igreja de todas as épocas), por ocasião da dedicação do Templo de Jerusalém, no reinado de Salomão?
(    ) Precisaria dirigir um louvor ao Senhor que a resposta viria, quando estivessem em dificuldades, enfrentando períodos de seca e esterilidade,
(    ) Bastaria cantar adorando ao Senhor, mesmo que estivessem em dificuldades, DEUS os ouviria.
(    ) Bastaria dirigir um clamor ao Senhor que a resposta viria, quando estivessem em dificuldades, enfrentando períodos de seca e esterilidade,
 
4- Quais condições DEUS estabeleceu para que a sua bênção fosse derramada sobre seu povo?
(    ) A necessidade de se oferecer sacrifícios de animais a DEUS.
(    ) A necessidade de se humilhar.
(    ) A necessidade de buscar a DEUS.
(    ) A necessidade de arrepender-se.
(    ) A necessidade de converter-se.
 
I. A NECESSIDADE DE SE HUMILHAR E BUSCAR A DEUS
5-Por que temos a necessidade de nos humilhar e de buscar a DEUS?
(    ) O caminho da humildade passa pelo reconhecimento humano da infinita grandeza divina, seu imenso poder e sua glória suprema.
(    ) O DEUS que fez o céu, a Terra e tudo o que nela há.
(    ) O DEUS que da Terra faz o escabelo de seus pés.
(    ) O DEUS que criou Satanás e seus demônios.
(    ) O DEUS que mediu na concha de sua mão as águas do planeta.
(    ) O DEUS que com seu poder sustenta todas as coisas.
 
6- O que aconteceu quando Jó questionou ao Senhor?
(    ) Jó foi surpreendido por uma seqüência reveladora de perguntas divinas que o levaram a ter consciência da magnificência, grandiosidade e sabedoria de DEUS.
(    ) DEUS não aceitou os argumentos de Jó e lhe respondeu com juízos.
(    ) Ao refletir acerca da grandeza de DEUS, Jó caiu em si, reconheceu a sua limitação, arrependeu-se e submeteu-se completamente ao propósito divino para sua vida.
 
7- Complete:
Quando o homem tem uma noção de sua ___________________________, limites, natureza, e do quão _______________________________ e indigno é diante de um DEUS tão poderoso e santo, ele naturalmente se aproxima do Criador com humildade, porquanto sabe que é ________________________ e que são as __________________________ do Senhor a causa de ele estar de pé (Lm 3.22).
 
8- O que ocorreria no caso de haver um afastamento entre o povo e DEUS?
(    ) DEUS se compadeceria e lhes perdoaria imediatamente por terem ajudado na construção do templo.
(    ) Provocaria seca, fome, pragas, etc..
(    ) O povo deveria reconhecer seu erro e desobediência aos preceitos da Lei de DEUS e se humilhar.
 
9- O que significa "Humilhar-se" diante de DEUS?
(    ) Significa submeter-se, sujeitar-se a alguém.
(    ) No caso do homem com DEUS, é reconhecê-lo como DEUS, Senhor, Soberano, Criador, Todo-Poderoso e reconhecer-se como criatura pecadora, indigna de estar em sua presença e carente de sua misericórdia, graça e perdão.
(    ) É com esse espírito humilde que o homem deve achegar-se a DEUS e, assim, colocar diante dEle suas petições, a fim de ser ouvido em tempo oportuno.
(    ) Humilhar-se significa "estar em mesma altura", próximo.
 
10- Após chegar à presença de DEUS com humildade, a recomendação divina para a restauração de seu povo é orar, suplicar e buscar a face dEle. O que envolve essa busca?
(    ) Voltar-se para o Senhor, buscando obter novamente a comunhão que fora quebrada, e colocar diante dEle o seu pecado..
(    ) Voltar-se para o Senhor, buscando obter novamente a comunhão que fora quebrada, e colocar diante dEle os seus desejos.
(    ) Voltar-se para o Senhor, buscando obter novamente a comunhão que fora quebrada, e colocar diante dEle as suas dúvidas.
(    ) Voltar-se para o Senhor, buscando obter novamente a comunhão que fora quebrada, e colocar diante dEle as suas petições..
(    ) Voltar-se para o Senhor, buscando obter novamente a comunhão que fora quebrada, e colocar diante dEle as suas ansiedades.
 
11- Além de manter com DEUS uma conversa amena, colocar petições e pedidos diante dEle, o que é buscar a face de DEUS?
(    ) É um desejo intenso de conhecê-Lo, estar familiarizado com sua voz e conhecer sua vontade.
(    ) Isso demanda tempo e esforço do homem, pois muitas vezes será necessário abrir mão do conforto físico, de algum tempo de lazer e até mesmo dos próprios planos.
(    ) É manter uma intimidade que não é quebrada nem pelo pecado.
(    ) Nada no mundo deve ser mais valioso do que a presença de DEUS na vida do homem e sua comunhão com Ele.
(    ) Buscar a face do Senhor e anelar a sua presença e comunhão conosco deve ser mais do que uma necessidade, mas um prazer para o crente (Sl 105.4; 42.1,2; 84.1,2).
 
II. A NECESSIDADE DE ARREPENDER-SE E CONVERTER-SE
12- Quando o apóstolo João fala em sua primeira carta universal que o crente ainda está sujeito a pecar (1 Jo 1.8) e que quem diz que não peca é mentiroso, o que quer ele com isso dizer?
(    ) Isso não é um convite ao pecado, mas o reconhecimento de que o homem é, por natureza, santo, e que só estará livre para sempre do pecado no céu.
(    ) Isso não é um convite ao pecado, mas o reconhecimento de que o homem é, por natureza, pecador, e que só estará livre para sempre do pecado no céu.
 
13- Como é o Arrependimento segundo nossa lição? Complete:
O arrependimento genuíno provém da ________________________ por haver pecado, desagradado ao Senhor e __________________________ o ESPÍRITO SANTO (2 Co 7.10).
Aquele que, de fato, se arrepende, confessa e _______________________ o erro. Não basta apenas reconhecer o erro, mas também é imprescindível que se deixe o pecado, a fim de alcançar __________________________________ (Pv 28.13). A recomendação de João é: “Não _________________________”. Todavia, para aquele que pecou, ainda existe solução: JESUS, o _______________________. Se você se arrepender sinceramente e suplicar-lhe _____________________________, Ele intercederá junto ao Pai, a fim de que você receba o perdão divino e seja ____________________________ com DEUS.
 
14- No dicionário Houaiss da língua Portuguesa, conversão é transformação, alteração de sentido ou direção. O que deseja o Senhor quando requer que seu povo “se converta de seus maus caminhos”?
(    ) Ele deseja contínuo rumo, transformação de palavras, atitudes, pensamentos, vontades e sentimentos.
(    ) Ele deseja mudança de rumo, transformação de palavras, atitudes, pensamentos, vontades e sentimentos.
 
15- Como o apóstolo Paulo explica este processo na vida do homem convertido ao Senhor (Ef 4.22-32; Cl 3.1-11)?
(    ) Converter-se, na ótica bíblica, é, portanto, abandonar as práticas passadas, que não agradam a DEUS, e viver uma vida que o agrade, pautada em sua Palavra.
(    ) É uma vida completamente nova.
(    ) É uma vida nova, porém o pecado sempre estará fortemente atado à nova criatura..
 
 III. AS RESPOSTAS DIVINAS ÀS ATITUDES DO POVO
16- Quais as respostas divinas dadas ao povo, quando o mesmo se converte?
(    ) “Ouvirei dos céus”
(    ) "Me alegrarei no pecador".
(    ) “Perdoarei os seus pecados”
(    ) “Sararei a sua terra”
 
17- Quais promessas estão contidas em “Ouvirei dos céus” (v.14).?
(    ) A primeira recompensa pelas atitudes mencionadas acima é ter suas orações ouvidas e atendidas pelo Senhor.
(    ) O nosso DEUS responde às orações daqueles que o temem.
(    ) DEUS jamais deixa de ouvir o pecador.
(    ) Para esses, o seu ouvido não está agravado, mas aberto.
 
18- O que JESUS ensinou a esse respeito? Complete:
JESUS ensinou a respeito de um Pai amoroso que está sempre pronto a dar boas _________________________ a seus filhos e incentivou seus discípulos a pedir e buscar a DEUS, incessantemente, sem ___________________________ (Lc 11.9; 18.1-7), porque DEUS ouve e vê até o que está em ___________________________ (Mt 6.6; Jo 9.31).
 
19- A segunda resposta do Senhor ao povo seria o perdão. Quais promessas estão contidas em “Perdoarei os seus pecados”? Complete:
Davi conhecia a longanimidade e misericórdia divinas, porquanto havia experimentado a __________________________do perdão divino. Por isso, escreveu que o Senhor está pronto a perdoar àqueles que o invocam (Sl 86.5). A Bíblia está repleta de exemplos do perdão de DEUS, tanto para com seu povo __________________________ quanto para todos quantos lhe imploraram o perdão. Por várias vezes e para diversas pessoas, JESUS declarou: “__Perdoados__ são os teus pecados” (Mt 9.2; Lc 7.48). Através do nome de _________________________, DEUS perdoa os nossos pecados (1 Jo 2.12). Se você pecar contra DEUS, creia que: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos ___________________________________ de toda injustiça” (1 Jo 1.9).
 
20- A terceira resposta divina diz respeito ao nosso sustento. “Sararei a sua terra”. Quais promessas estão contidas ai? Complete:
DEUS não está preocupado apenas em _________________________ nossa alma e espírito, Ele sabe que necessitamos nos alimentar, vestir, morar, ou seja, de ter nossas necessidades básicas ___________________________. No caso de Israel, sua sobrevivência dependia de ____________________________ que regassem a terra, que produzia o fruto para a alimentação do homem e dos animais. DEUS disse a Salomão que, se o povo abandonasse os seus maus caminhos, Ele tornaria a abençoar a terra, a fim de que o ____________________________ de cada dia fosse garantido ao povo. JESUS ensinou que o Pai conhece as necessidades humanas e deseja ________________________-las (Mt 6.31,32). O Senhor cuida daqueles que o amam e o obedecem.
 
21- Qual a interpretação espiritual desta passagem: “Sarar a terra”?
(    ) Voltando a enviar chuvas, trata-se também de uma renovação espiritual do povo e do envio do ESPÍRITO SANTO (Jl 2.28-32).
(    ) Ainda hoje, o Senhor faz brotar rios de água viva dentro de cada um que recebe o dom do ESPÍRITO (Jo 7.37), que é seu próprio ESPÍRITO dentro do homem.
(    ) Significa também que DEUS preservará a natureza em lugar do homem.
(    ) Essa corrente de águas vivas flui através da vida do crente e atinge os outros com a mensagem sanadora do Evangelho.
CONCLUSÃO
22- Embora o texto bíblico desta lição fora dirigido a Israel, sua aplicação pode ser feita aos crentes de todas as épocas. Complete:
Portanto, Igreja de CRISTO, __________________________-se, retorne ao Senhor, _________________________-se de seus maus caminhos, busque a presença divina continuamente. O nosso DEUS, segundo as suas riquezas, supre todas as nossas ______________________________ em glória, por CRISTO JESUS (Fp 4.19). 
 
 
RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO EM http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm   
 
 
A GLÓRIA DE DEUS
Ez 10.4 “Então, se levantou a glória do SENHOR de sobre o querubim para a entrada da casa; e encheu-se a casa de uma nuvem, e o átrio se encheu do resplendor da glória do SENHOR.”

DEFINIÇÃO DA GLÓRIA DE DEUS. A expressão “glória de DEUS” tem emprego variado na Bíblia.
(1) Às vezes, descreve o esplendor e majestade de DEUS (cf. 1Cr 29.11; Hc 3.3-5), uma glória tão grandiosa que nenhum ser humano pode vê-la e continuar vivo (ver Êx 33.18-23).
Quando muito, pode-se ver apenas um “aparecimento da semelhança da glória do Senhor” (cf. a visão que Ezequiel teve do trono de DEUS, Ez 1.26-28). Neste sentido, a glória de DEUS designa sua singularidade, sua santidade (cf. Is 6.1-3) e sua transcedência (cf. Rm 11.36; Hb 13.21). Pedro emprega a expressão “a magnífica glória” como um nome de DEUS (2Pe 1.17).
(2) A glória de DEUS também se refere à presença visível de DEUS entre o seu povo, glória esta que os rabinos de tempos posteriores chamavam de shekinah. Shekinah é uma palavra hebraica que significa “habitação [de DEUS]”, empregada para descrever a manifestação visível da presença e glória de DEUS. Moisés viu a shekinah de DEUS na coluna de nuvem e de fogo (Êx 13.21). Em Êx 29.43 é chamada “minha glória” (cf. Is 60.2). Ela cobriu o Sinai quando DEUS outorgou a Lei (ver Êx 24.16,17), encheu o Tabernáculo (Êx 40.34), guiou Israel no deserto (Êx 40.36-38) e posteriormente encheu o templo de Salomão (2Cr 7.1; cf. 1Rs 8.11-13). Mais precisamente, DEUS habitava entre os querubins no Lugar Santíssimo do templo (1Sm 4.4; 2 Sm 6.2; Sl 80.1). Ezequiel viu a glória do Senhor levantar-se e afastar-se do templo por causa da idolatria infrene ali (Ez 10.4,18,19). O equivalente da glória shekinah no NT é JESUS CRISTO que, como a glória de DEUS em carne humana, veio habitar entre nós (Jo 1.14). Os pastores de Belém viram a glória do Senhor no nascimento de CRISTO (Lc 2.9), os discípulos a viram na transfiguração de CRISTO (Mt 17.2; 2Pe 1.16-18), e Estêvão a viu na ocasião do seu martírio (At 7.55).
(3) Um terceiro aspecto da glória de DEUS é sua presença e poder espirituais. Os céus declaram a glória de DEUS (Sl 19.1; cf. Rm 1.19,20) e toda a terra está cheia de sua glória (Is 6.3; cf. Hc 2.14), todavia o esplendor da majestade divina não é comumente visível, nem notado. Por outro lado, o crente participa da glória e da presença de DEUS em sua comunhão, seu amor, justiça e manifestações, mediante o poder do ESPÍRITO SANTO (ver 2Co 3.18; Ef 3.16-19; 1Pe 4.14).
(4) Por último, o AT adverte que qualquer tipo de idolatria é uma usurpação da glória de DEUS e uma desonra ao seu nome. Cada vez que DEUS se manifesta como nosso Redentor, seu nome é glorificado (ver Sl 79.9; Jr 14.21). Todo o ministério de CRISTO na terra redundou em glória ao nosso DEUS (Jo 14.13; 17.1,4,5).
A GLÓRIA DE DEUS REVELADA EM JESUS CRISTO. Quando Isaías falou da vinda de JESUS CRISTO, profetizou que nEle seria revelada a glória de DEUS para que toda a raça humana a visse (ver Is 40.5). Tanto João (Jo 1.14) como o escritor aos Hebreus (Hb 1.3) testificam que JESUS CRISTO cumpriu essa profecia. A glória de CRISTO era a mesma glória que Ele tinha com seu Pai antes que houvesse mundo (Jo 1.14; 17.5). A glória do seu ministério ultrapassou em muito a glória do ministério do AT (2Co 3.7-11). Paulo chama JESUS “o Senhor da glória” (1Co 2.8), e Tiago o chama “nosso Senhor JESUS CRISTO, Senhor da glória” (Tg 2.1).
Repetidas vezes, o NT refere-se ao vínculo entre JESUS CRISTO e a glória de DEUS. Seus milagres revelavam a sua glória (Jo 2.11; 11.40-44). CRISTO transfigurou-se em meio a “uma nuvem luminosa” (Mt 17.5), onde Ele recebeu glória (cf. 2Pe 1.16-19). A hora da sua morte foi a hora da sua glorificação (Jo 12.23,24; cf. 17.4,5). Subiu ao céu em glória (cf. At 1.9; 1Tm 3.16), agora está exaltado em glória (Ap 5.12,13), e um dia voltará “sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mt 24.30; cf. 25.31; Mc 14.62; 1Ts 4.17).
A GLÓRIA DE DEUS NA VIDA DO CRENTE. Como a glória de DEUS relaciona-se ao crente pessoalmente?
(1) Concernente à glória celestial e majestosa de DEUS, é bem verdade que ninguém pode contemplar essa glória e sobreviver. Sabemos que ela existe, mas não a vemos. DEUS habita em luz e glória inacessíveis, que nenhum ser humano pode vê-lo face a face (1Tm 6.16).
(2) A glória shekinah de DEUS, no entanto, era conhecida do seu povo nos tempos bíblicos. No decurso da história, até o presente, sabe-se de crentes que tiveram visões de DEUS, semelhantes às de Isaías (Is 6) e Ezequiel (Ez 1), embora isso não fosse comum naqueles tempos, nem agora. A experiência da glória de DEUS, no entanto, é algo que todos os crentes terão na consumação da salvação, quando virmos a JESUS face a face. Seremos levados à presença gloriosa de DEUS (Hb 2.10; 1Pe 5.10; Jd 24), compartilharemos da glória de CRISTO (Rm 8.17,18) e receberemos uma coroa de glória (1Pe 5.4). Até mesmo o nosso corpo ressurreto terá a glória do CRISTO ressuscitado (1Co 15.42,43; Fp 3.21).
(3) De um modo mais direto, o crente sincero experimenta a presença espiritual de DEUS. O ESPÍRITO SANTO nos aproxima da presença de DEUS e do Senhor JESUS (2Co 3.17; 1Pe 4.14).
Quando o ESPÍRITO opera poderosamente na igreja, através das suas manifestações sobrenaturais (1Co 12.1-12), o crente experimenta a glória de DEUS no seu meio, i.e., um sentimento da majestosa presença de DEUS, semelhante ao que sentiram os pastores nos campos de Belém quando nasceu o Salvador (Lc 2.8-20).
(4) O crente que abandona o pecado e que repudia a idolatria pode ser cheio da glória de CRISTO (ver Jo 17.22), bem como do ESPÍRITO da glória (1Pe 4.14); na realidade, uma das razões de JESUS vir ao mundo foi para encher de glória os crentes (Lc 2.29-32). Como salvos por CRISTO JESUS, devemos viver a nossa vida inteira para a glória de DEUS, a fim de que Ele seja glorificado em nós (Jo 17.10; 1Co 10.31; 2Co 3.18).
 
RESUMO DO TRIMESTRE EM FIGURAS ILUSTRATIVAS
 
 
AJUDA
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm  
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.  
Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/
Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com, http://www.ebdweb.com.br/ - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.
veja também - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao10-ldc-osdonsespirituais.htm 
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao1-4t10-pmo-4tr10-oqueeoracao.htm
http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/orarnoespiritosanto.htm
 
 
 
Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos