Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Fotos
 
 
 
Lição 2 - Novo Nascimento E Batismo Com O ESPÍRITO SANTO 
Experiências Distintas   Questionário 
Link's para ajuda no 1º Trimestre/2004
 
Texto Áureo:
At 19.6 Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam em línguas e profetizavam.
 VEIO SOBRE ELES O ESPÍRITO SANTO. Esse evento ocorre cerca de 25 anos depois do primeiro Pentecoste (2.4); mesmo assim, o padrão do recebimento por esses doze homens da plenitude do ESPÍRITO SANTO está conforme o modelo normal já apresentado por Lucas (ver 8.5-24). (1) Tinham crido em JESUS  e tinham nascido de novo pelo ESPÍRITO.
 (2) Depois de terem sido batizados em água (v. 5), Paulo impôs sobre eles as mãos, e foram batizados no ESPÍRITO SANTO. (3) Quando o ESPÍRITO SANTO veio sobre eles, começaram a falar noutras línguas e a profetizar. Lucas nunca apresenta o derramamento do ESPÍRITO SANTO como algo que se possa perceber somente pela fé. Pelo contrário, mostra que é uma experiência identificável e que pode ser comprovada objetivamente; falar em línguas era a comprovação externa e visível que o ESPÍRITO SANTO viera sobre esses seguidores de JESUS
 
Verdade Prática:
O Batismo Com O ESPÍRITO SANTO é uma experiência distinta do Novo Testamento, e está à disposição de todo salvo que crê e busca com sinceridade.
 
Leitura Diária:
Segunda: At 3.19 - O arrependimento é condição prévia para ser batizado com O ESPÍRITO SANTO
 TEMPOS DO REFRIGÉRIO. No decurso de toda a presente era, e até à volta de CRISTO, DEUS enviará tempos do refrigério (i.e., o derramamento do ESPÍRITO SANTO) a todos aqueles que se arrependerem e se converterem. Embora tempos perigosos venham perto do fim desta era, acompanhada da apostasia da fé (2 Tm 3.1; 2 Ts 2.3), DEUS ainda promete enviar reavivamento e tempos de refrigério aos fiéis. A presença de CRISTO, a bênção espiritual, milagres e derramamento do ESPÍRITO SANTO virão sobre os remanescentes que fielmente o buscarem e vencerem o mundo, a carne e o domínio de Satanás (cf. 26.18).
 
Terça: At 2.38 - A Igreja primitiva e o Batismo Com O ESPÍRITO SANTO
ARREPENDEI-VOS, E CADA UM DE VÓS SEJA BATIZADO. O arrependimento, o perdão dos pecados e o batismo são condições prévias para o recebimento do dom do ESPÍRITO SANTO. Mesmo assim, o batismo em água antes do recebimento da promessa do Pai (cf. 1.4,8) não deve ser tido como condição prévia absoluta para a plenitude do ESPÍRITO SANTO; assim como o batismo no ESPÍRITO não é uma conseqüência automática do batismo em água. (1) Na situação em apreço, Pedro exigiu o batismo em água antes do recebimento da promessa, porque na mente dos seus ouvintes judaicos, o rito do batismo era pressuposto como parte de qualquer decisão de conversão. O batismo em água, contudo, não precedeu o batismo no ESPÍRITO nas ocasiões registradas em 9.17,18 (o apóstolo Paulo) e 10.44-48 (os da casa de Cornélio). (2) Cada crente, depois de se arrepender dos seus pecados e de aceitar JESUS  CRISTO pela fé, deve receber (2.38; cf. Gl 3.14) o batismo pessoal no ESPÍRITO. Vemos no livro de Atos o dom do ESPÍRITO SANTO sendo conscientemente desejado, buscado e recebido (1.4,14; 4.31; 8.14-17; 19.2-6); a única exceção possível à regra, no NT, foi o caso de Cornélio (10.44-48). Daí, o batismo no ESPÍRITO não deve ser considerado um dom automaticamente concedido ao crente em CRISTO.
 
Quarta: Jo 20.22 - A regeneração dos discípulos ocorreu antes do pentecostes
Jo 20.22 “E, havendo dito isso, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o ESPÍRITO SANTO.”
A outorga do ESPÍRITO SANTO por JESUS  aos seus discípulos no dia da ressurreição não foi o batismo no ESPÍRITO SANTO como ocorreu no dia de Pentecoste (At 1.5; 2.4). Era, realmente, a primeira vez que a presença regeneradora do ESPÍRITO SANTO e a nova vida do CRISTO ressurreto saturavam e permeavam os discípulos.
Durante a última reunião de JESUS  com seus discípulos, antes da sua paixão e  crucificação, Ele lhes prometeu que  receberiam o ESPÍRITO SANTO, como aquele que os regeneraria: “habita convosco, e estará em vós” (14.17). JESUS  agora cumpre aquela promessa.
 
Quinta: At 9.18: - A experiência de Paulo
FOI BATIZADO. O interesse primacial de Lucas aqui é o próprio batismo no ESPÍRITO SANTO e não primeiramente o fato de ele falar em línguas no batismo. Quem busca a plenitude do ESPÍRITO deve concentrar-se no próprio ESPÍRITO SANTO e não numa manifestação externa. Por outro lado, todos os crentes que desejam a plenitude do ESPÍRITO SANTO devem aguardar as manifestações espirituais desta bênção (2.4,17).
 
Sexta: At 10.44-47 - A experiência da Cornélio e sua família
10.44 CAIU O ESPÍRITO SANTO SOBRE TODOS. A família gentia de Cornélio ouve e recebe a Palavra com fé salvadora (vv. 34-48; 11.14). (1) DEUS imediatamente derrama sobre ela o ESPÍRITO SANTO (v. 44) como seu testemunho de que creram e receberam a vida regeneradora de CRISTO (cf. 11.17; 15.8,9). (2) A vinda do ESPÍRITO SANTO sobre a família de Cornélio teve o mesmo propósito que o dom do ESPÍRITO SANTO para os discípulos no dia de Pentecoste (cf. 1.8; 2.4). Esse derramamento do ESPÍRITO não é a obra de DEUS na regeneração do pecador, mas sua vinda sobre eles para revesti-los de poder. Note as palavras de Pedro posteriormente, ressaltando a semelhança entre essa experiência e a do dia de Pentecoste (11.15,17). (3) Evidentemente, é possível uma pessoa ser batizada no ESPÍRITO imediatamente depois de receber a salvação (ver v. 46; cf. 11.17).
10.45 O DOM DO ESPÍRITO SANTO. Para uma abordagem das dimensões principais da atividade do ESPÍRITO SANTO na vida do crente.
10.46 OS OUVIAM FALAR EM LÍNGUAS. Pedro e os que o acompanhavam consideravam o falar em línguas, mediante o ESPÍRITO, como o sinal convincente do batismo no ESPÍRITO SANTO. Isto é, assim como DEUS confirmou o acontecimento do dia de Pentecoste com o sinal das línguas (2.4). Ele faz os gentios no lar de Cornélio falarem em línguas como sinal convincente para Pedro e os demais crentes judeus.
 
Sábado: At 19.2-6 - O Batismo Com O ESPÍRITO SANTO na Igreja de Éfeso
19.2 RECEBESTES VÓS JÁ O ESPÍRITO SANTO...? Observe os fatos abaixo, no tocante aos discípulos de Éfeso. (1) A pergunta de Paulo sugere enfaticamente que ele os tinha como cristãos verdadeiramente convertidos, mas que ainda não tinham recebido a plenitude do ESPÍRITO SANTO.
(2) A pergunta de Paulo, nesse contexto, refere-se ao batismo do ESPÍRITO SANTO como revestimento de poder e capacitação para o serviço, da mesma forma que ocorreu aos apóstolos no Pentecoste (cf. 1.8; 2.4). Ela não pode referir-se à presença do ESPÍRITO habitando no crente, porque Paulo sabia claramente que todos os crentes têm o ESPÍRITO habitando neles desde o
primeiro momento da conversão e da regeneração (Rm 8.9). (3) A tradução literal da pergunta de Paulo é: Tendo crido, recebestes o ESPÍRITO SANTO? Tendo crido (gr. pisteusantes, de pisteuo) é um particípio aoristo que normalmente indica ação anterior à ação do verbo principal (neste caso, receber ). Por isso, é possível traduzir assim: Recebestes já o ESPÍRITO SANTO depois que crestes?
Isto concorda plenamente com o contexto do trecho, pois foi exatamente isto que aconteceu aos crentes de Éfeso. (a) Já tinham crido em CRISTO antes de Paulo conhecê-los (vv. 1,2). (b) Passaram, então, a ouvir a Paulo e crer em todas as suas demais mensagens que ele lhes deu a respeito de CRISTO e do ESPÍRITO SANTO (v. 4). (c) A seguir, Paulo aceitou a fé em CRISTO desses
efésios como genuína e adequada, pois os batizou em nome do Senhor JESUS  (v. 5). (d) Foi somente, então, depois de crerem e serem batizados em água, que Paulo lhes impôs as mãos e veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO (v. 6). Houve, portanto, um intervalo de tempo entre o ato de crerem em CRISTO e a vinda do ESPÍRITO, enchendo-os do seu poder. A pergunta de Paulo, nesse contexto, indica que ele achava plenamente possível crer em CRISTO sem experimentar o batismo no ESPÍRITO SANTO. Esse trecho é fundamental por demonstrar que uma pessoa pode ser crente sem ter a plenitude do ESPÍRITO SANTO.
19.2 NEM AINDA OUVIMOS. A resposta dos crentes efésios à pergunta de Paulo, não significa que nunca tinham ouvido falar do ESPÍRITO SANTO. Certamente conheciam os ensinos do AT a respeito do ESPÍRITO, e com certeza tinham ouvido a mensagem de João Batista a respeito do batismo no ESPÍRITO SANTO que CRISTO traria (Lc 3.16). O que ainda não tinham ouvido era que o ESPÍRITO já estava sendo derramado sobre os crentes (1.5,8).
19.5 FORAM BATIZADOS. O batismo em água, em nome do Senhor JESUS  , desses doze crentes de Éfeso (v. 7), testifica que tinham fé salvífica e que eram nascidos de novo pelo ESPÍRITO.  Neste caso, o batismo em água precedeu o recebimento da plenitude do ESPÍRITO SANTO (v. 6).
19.6 VEIO SOBRE ELES O ESPÍRITO SANTO. Esse evento ocorre cerca de 25 anos depois do primeiro Pentecoste (2.4); mesmo assim, o padrão do recebimento por esses doze homens da plenitude do ESPÍRITO SANTO está conforme o modelo normal já apresentado por Lucas (ver 8.5-24). (1) Tinham crido em JESUS  e tinham nascido de novo pelo ESPÍRITO.
 (2) Depois de terem sido batizados em água (v. 5), Paulo impôs sobre eles as mãos, e foram batizados no ESPÍRITO SANTO. (3) Quando o ESPÍRITO SANTO veio sobre eles, começaram a falar noutras línguas e a profetizar. Lucas nunca apresenta o derramamento do ESPÍRITO SANTO como algo que se possa perceber somente pela fé. Pelo contrário, mostra que é uma experiência identificável e que pode ser comprovada objetivamente; falar em línguas era a comprovação externa e visível que o ESPÍRITO SANTO viera sobre esses seguidores de JESUS .
 
Leitura Bíblica Em Classe:
At 2.37-41 37 E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?38 Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de JESUS  CRISTO, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do ESPÍRITO SANTO.39 Porque a promessa vos pertence a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a quantos o Senhor nosso DEUS chamar.40 E com muitas outras palavras dava testemunho, e os exortava, dizendo: salvai-vos desta geração perversa.41 De sorte que foram batizados os que receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas;
At 19.1-6 1 E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo tendo atravessado as regiões mais altas, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos,2 perguntou-lhes: Recebestes vós o ESPÍRITO SANTO quando crestes? Responderam-lhe eles: Não, nem sequer ouvimos que haja ESPÍRITO SANTO.3 Tornou-lhes ele: Em que fostes batizados então? E eles disseram: No batismo de João.4 Mas Paulo respondeu: João administrou o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse naquele que após ele havia de vir, isto é, em JESUS .5 Quando ouviram isso, foram batizados em nome do Senhor JESUS .6 Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam em línguas e profetizavam.
 
 
Introdução e Comentários: 
Veja também http://www.armazemnadia.com.br/henrique/atos.htm 
http://www.armazemnadia.com.br/henrique/orarnoespíritosanto.htm
http://www.armazemnadia.com.br/henrique/vivendocheios.htm
 
I- Os Batizados com o ESPÍRITO SANTO No Dia De Pentecostes Já Eram Salvos:
 
Para ser salvo é preciso crer que JESUS CRISTO morreu na cruz e ressuscitou e confessar a JESUS como salvador; isso se vê claramente em dois principais versículos a saber:
Mt 10.32 Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus.
Rm 10.9 Porque, se com a tua boca confessares a JESUS  como Senhor, e em teu coração creres que DEUS o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.
O ladrão da cruz fêz isso, confessou seus pecados e creu que JESUS iria morrer e ressuscitar para salvá-lo, tudo isso diante de testemunhas.
 
1- Os apóstolos só estavam realmente salvos quando viram JESUS ressuscitado e creram em sua ressurreição, recebendo assim o ESPÍRITO SANTO que JESUS assoprou sobre eles, pois antes não creram em tal fato mesmo que JESUS por diversas vêzes o tenha revelado a eles; Como ainda não estavam vivendo na época da graça enquanto JESUS não ressuscitasse foram justificados antes, pela sua fé e fidelidade a JESUS.
 
2- Quanto ao batismo com o ESPÍRITO SANTO os discípulos só poderiam recebê-lo após a ressurreição de JESUS pois o mesmo disse que o ESPÍRITO SANTO só viria depois que Ele JESUS fosse para o Céu. JESUS enviou o paracleto, o consolador, outro semelhante a Ele, o ensinador, o amigo inseparável, o ESPÍRITO SANTO.
 
II- Os Crentes Eram Batizados Com O ESPÍRITO SANTO No Início Da Igreja:
 
1- At 2.1-5 = No dia da festa do pentecostes (colheitas), 50 dias após a páscoa, portanto 50 dias após a morte de JESUS, o ESPÍRITO SANTO manifestou exteriormente  sua presença na Igreja (falando), para ajudá-la em sua tarefa de evangelização do mundo. Foi dia de colheitas espirituais, quase três mil almas aceitaram a JESUS CRISTO como Senhor e Salvador, que inauguração!!!!
 
"E, cumprindo-se o dia de Pentecostes…" O nome "Pentecoste" (derivado da palavra grega "cinqüenta") era dado a uma festa religiosa do Antigo Testamento. A festa era assim denominada por ser realizada 50 dias após a Páscoa (ver Lv 23:15-21). Observe sua posição no calendário das festas. Em primeiro lugar festejava-se a Páscoa. Nela se comemorava a libertação de Israel no Egito. Celebravam a noite em que o anjo da morte alcançou os primogênitos egípcios, enquanto o povo de DEUS comia o cordeiro em casas marcadas com sangue. Esta festa tipifica a morte de CRISTO, o Cordeiro de DEUS, cujo sangue nos protege do juízo divino. No sábado, após a noite de Páscoa, os sacerdotes colhiam o molho da cevada, previamente selecionado. Eram as primícias da colheita, que deviam ser oferecidas ao Senhor. Cumprido isto, o restante da colheita podia ser ceifado. A festa tipifica CRISTO, "as primícias dos que dormem" (1 Co 15:20). O Senhor foi o primeiro ceifado dos campos da morte para subir ao Pai e nunca mais morrer. Sendo as primícias, é a garantia de que todos quantos nele crêem segui-lo-ão pela ressurreição, entrando na vida eterna.
 
Quarenta e nove dias eram contados após o oferecimento do molho movido diante do Senhor. E no qüinquagésimo dia – o Pentecoste – eram movidos diante de DEUS dos pães. Os primeiros feitos da ceifa de trigo. Não se podia preparar e comer nenhum pão antes de oferecer os dois primeiros a DEUS. Isto mostrava que se aceitava sua soberania sobre O mundo. Depois, outros pães podiam ser assados e comidos. O significado típico é que os 120 discípulos no cenáculo eram as primícias da igreja cristã, oferecidas diante do Senhor por meio do ESPÍRITO santo, 50 dias após a ressurreição de CRISTO. Era a primeira das inúmeras igrejas estabelecidas durante os últimos 19 séculos.
 
O Pentecoste foi a evidência da glorificação de CRISTO. Para Myer Pearlman, a descida do ESPÍRITO era como um "telegrama" sobrenatural, informando a chegada de CRISTO à mão direita de DEUS. Também testemunhava que o sacrifício de CRISTO fora aceito no Céu. Havia chegado a hora de proclamar sua obra consumada. O Pentecoste era a habilitação do ESPÍRITO no meio da Igreja. Após a organização de Israel, no Sinai, o Senhor veio morar no seu meio, sendo sua presença localizada no Tabernáculo. No dia de Pentecoste, o ESPÍRITO SANTO veio habitar na Igreja, a fim de administrar, dali, os assuntos de CRISTO.
 
 
Havia ali em Jerusalém 
 
gente de toda parte, 
 
veja mapa ilustrativo:
 
O ESPÍRITO SANTO estava espalhando o evangelho por toda a parte através dos visitantes de Jerusalém.
 
 
 
2- At 8.14-17 = Em Samaria As multidões admiradas com os sinais que DEUS fazia através de Filipe, o evangelista que antes havia sido escolhido para ser diácono em Jerusalém e que o vemos depois se encontrando com Paulo, já evangelista e tendo três filhas que profetizavam (família de homem de DEUS é assim), essas multidões se convertiam pelo ouvir línguas e profecias e também por ver milagres acontecendo. Os apóstolos sabendo que se convertiam, mas ainda não haviam recebido o batismo co o ESPÍRITO SANTO, enviaram para lá Pedro e João que oraram por eles e então receberam o maravilhoso e indescritível Batismo com o ESPÍRITO SANTO. Lembrando que JESUS já havia anunciado o evangelho em Samaria através da samaritana.
 
3- At 9.1-18 - Saulo que depois foi chamado Paulo, depois de sua conversão no caminho de Damasco onde reconheceu JESUS como Senhor, foi batizado com o ESPÍRITO SANTO na casa de certo Simão, depois de três dias de jejum e oração, na cidade de Damasco, em uma rua chamada Direita, através de um servo de DEUS que lhe impôs as mãos e orou por ele, seu nome era Ananias. A partir daí o perseguidor virou perseguido, o culto nas coisas do mundo passou a ser sábio nas coisas espirituais, de DEUS.
 
4- At 10.1-48 - Não só Cornélio, sua família, mas também seus amigos foram beneficiados quando ouviram a pregação do evangelho por alguém cheio do ESPÍRITO SANTO, pois receberam o mesmo que os boquiabertos judeus que acompanhavam Pedro haviam recebido, o batismo com o ESPÍRITO SANTO. Antes se acreditava que somente os judeus o poderiam receber, mas agora JESUS cumprindo o que havia dito a Pedro acerca da chave do reino de DEUS, abriu a porta da Salvação e da maravilhosa bênção de DEUS também aos gentios, o batismo com o ESPÍRITO SANTO.
Por que os judeus que acompanhavam Pedro (que eram da circuncisão e Pedro os levou de testemunhas para poder entrar na casa de um gentio) ficaram tão assustados e admirados? Porque ouviram os gentios falarem em línguas como eles mesmos já haviam falado e pensavam que só era para os judeus.
 
5- At 19.1-7 - Apolo, um grande pregador que convencia as pessoas que JESUS era o CRISTO, através das escrituras, mesmo que não conhecesse ainda o batismo com o ESPÍRITO SANTO, pregou em Éfeso e cerca de 12 pessoas foram convencidas pelo ESPÍRITO SANTO que aquela pregação era de DEUS. Algum tempo depois, passando Paulo por Éfeso, lhes pregava a CRISTO e talvez devido a não os ouvir falando em línguas e nem profetizando, notou que ainda não haviam sido batizados com o ESPÍRITO SANTO, então perguntando sobre isto soube que ainda não haviam nem ouvido a esse respeito; imediatamente Paulo ensinou-lhes a respeito e impondo-lhes as mãos, receberam a maior bênção que jamais sonharam receber, o batismo com o ESPÍRITO SANTO.
 
III- O Batismo Com O ESPÍRITO SANTO É Resultado Da Morte Expiatória De JESUS:
 
1- Está Consumado Jo 19.30
 
Por que a cruz?
A CRUZ ERA NECESSÁRIA PORQUE JESUS CRISTO NOS SUBSTITUIU ALI, QUE ERA NOSSO LUGAR, ELE MORREU POR NOSSOS PECADOS E A NOSSA MORTE, EM NOSSO LUGAR, LEVOU SOBRE SI NOSSOS PECADOS, DOENÇAS E INIQÜIDADES (Is 53; 1 Pe 2:24)
 
A CRUZ ERA LUGAR DE CONDENADO:
Gl 3:13 "CRISTO nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro.14 para que aos gentios viesse a bênção de Abraão em JESUS  CRISTO, a fim de que nós recebêssemos pela fé a promessa do ESPÍRITO."  Dt 21:22 Se um homem tiver cometido um pecado digno de morte, e for morto, e o tiveres pendurado num madeiro, 23 o seu cadáver não permanecerá toda a noite no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto aquele que é pendurado é maldito de DEUS. Assim não contaminarás a tua terra, que o Senhor teu DEUS te dá em herança.
 
A MORTE DE JESUS CRISTO FOI UMA:
 
A-    EXPIAÇÃO: Lv 23:2828 Nesse dia não fareis trabalho algum; porque é o dia da expiação, para nele fazer-se expiação por vós perante o Senhor vosso DEUS. 29 Pois toda alma que não se afligir nesse dia, será extirpada do seu povo. = PURGAR, LANÇAR FORA, COBRIR. REMOVER NOSSO PECADO COBRINDO-O C/ SANGUE. 1 Pe 2:24; 2Co 5:21; 1 Jo 1:7 mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de JESUS  seu Filho nos purifica de todo pecado.
 
B-    PROPICIAÇÃO: 1 Jo 2:2; Rm 3:25 ao qual DEUS propôs como propiciação, pela fé, no seu sangue, para demonstração da sua justiça por ter ele na sua paciência, deixado de lado os delitos outrora cometidos; Hb 2:17; 1 Jo 4:10 = APLACAR, ACALMOU A IRA DE DEUS; ASSIM PODEMOS CHEGAR À PRESENÇA DELE.
 
C-    SUBSTITUIÇÃO: Is 53:64 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de DEUS, e oprimido. 5 Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. ; RM 5:6 = SUBSTITUTO NOSSO NA CRUZ, O CORDEIRO NA PÁSCOA SUBSTITUÍA O PRIMOGÊNITO. CRISTO NOSSA PÁSCOA MORREU POR NÓS.
 
D-    REDENÇÃO: Mt 20:28; Ap 5:9; 14:3,4; Gl 3:13; Tt 2:14; 1 Pe 1:18; Hb 9:12 e não pelo sangue de bodes e novilhos, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez por todas no santo lugar, havendo obtido uma eterna redenção. Sl 49:8; Ef 1:7,14; Ef 4:30; Cl 1:14 = COMPRAR POR PREÇO ALGO VENDIDO ( 1 Co 6:20 = Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a DEUS no vosso corpo.); RESGATAR DA MÃO D’OUTREM. Lv 25:47-49 (TODO O CAPÍTULO, ANO DO JUBILEU). 47 Se um estrangeiro ou peregrino que estiver contigo se tornar rico, e teu irmão, que está com ele, empobrecer e vender-se ao estrangeiro ou peregrino que está contigo, ou à linhagem da família do estrangeiro, 48 depois que se houver vendido, poderá ser remido; um de seus irmãos o poderá remir;49 ou seu tio, ou o filho de seu tio, ou qualquer parente chegado da sua família poderá remi-lo; ou, se ele se tiver tornado rico, poderá remir-se a si mesmo.
 
E-    RECONCILIAÇÃO: 2 Co 5:18 Mas todas as coisas provêm de DEUS, que nos reconciliou consigo mesmo por CRISTO, e nos confiou o ministério da reconciliação; Cl 1:21; Rm 5:11; Rm 11:1520 e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus. Éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más,22 agora contudo vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, a fim de perante ele vos apresentar santos, sem defeito e irrepreensíveis, 23 se é que permaneceis na fé, fundados e firmes, não vos deixando apartar da esperança do evangelho que ouvistes, e que foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu = DEUS NÃO FICA PARA SEMPRE INTRIGADO COM O PECADOR, É ELE PRÓPRIO QUE NOS PROCURA PARA RECONCILIAÇÃO.
 
Em Gl 3.13 e 14 está registrado o grande segredo do ESPÍRITO SANTO que é prometido a todos nós:
13 CRISTO nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;14 para que aos gentios viesse a bênção de Abraão em JESUS  CRISTO, a fim de que nós recebêssemos pela fé a promessa do ESPÍRITO.
 
*** PROVA DE TUDO ISTO. JESUS SALVA, CURA, LIBERTA, BATIZA  COM O ESPÍRITO SANTO E LEVA-NOS PARA O CÉU.
 
2- Rios de água viva correrão de seu ventre Jo 7.38
Jo 7.39- “E isto disse Ele do ESPÍRITO que haviam de receber os que nele cressem; porque o ESPÍRITO SANTO ainda não fora dado, por ainda JESUS não ter sido glorificado”.
Só existia um filho de DEUS na terra quando JESUS estava aqui, pois para ser filho é preciso se parecer com o PAI, é preciso ter a mesma qualidade de vida do PAI, ou seja ter o ESPÍRITO SANTO.
            Existem muitos crentes que buscam experiência pentecostal ou intimidade com o ESPÍRITO SANTO, no Antigo (velho) Testamento, onde não poderão encontrar, pois lá ninguém foi “recriado” (ligado a DEUS pelo novo nascimento, através do ESPÍRITO SANTO), ali JESUS ainda não havia morrido por nós, ressuscitado e dado o ESPÍRITO SANTO. A experiência pentecostal iniciou-se após a ascensão e glorificação de nosso senhor; até mesmo os apóstolos não tinham o ESPÍRITO SANTO, pois foi preciso JESUS assoprar sobre eles e dizer: recebei o ESPÍRITO SANTO (Jo 20.22), depois de morrer e ressuscitar. É importante o leitor não se esquecer de que só recebe quem crer em seu coração e confessar com sua boca que JESUS CRISTO é Senhor e Salvador, crendo também que DEUS o ressuscitou dentre os mortos (Rm 10.9). É preciso uma lavagem pela palavra (Ef 1.13) e a fé que só pode ser dada por DEUS (1 Co 1.21).
 
 
IV- A Promessa Do Batismo Com O ESPÍRITO SANTO É Para Os Nossos Dias?
Estão tentando negar o batismo com o ESPÍRITO SANTO para nossos dias aqueles que querem viver segundo a carne e também aqueles que querem se justificar pelas obras.
Gl 3. 1 Ó insensatos gálatas! quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi representado JESUS  CRISTO como crucificado? 2 Só isto quero saber de vós: Foi por obras da lei que recebestes o ESPÍRITO, ou pelo ouvir com fé? 3 Sois vós tão insensatos? tendo começado pelo ESPÍRITO, é pela carne que agora acabareis?
 
O batismo com ESPÍRITO SANTO, é uma das maravilhosas promessas do Senhor para todos os crentes neo-testamentários, isto é, para todos os crentes que vivem na dispensação da graça:
Atos 2:39: “Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos que estão longe: A todos quantos DEUS nosso Senhor chamar.”
A dispensação da graça foi inaugurada com a ressurreição do Senhor JESUS :
João 1:17: “Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por JESUS  CRISTO.”
E findará com o arrebatamento da igreja, época em que o mundo será dominado pelo Anti-CRISTO, e se prepara para a inauguração do milênio, quando o Senhor vier com sua igreja glorificada:
Judas 1:14: “Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos.”
Não podemos aceitar a doutrina de que o batismo com o ESPÍRITO SANTO foi somente para o tempo dos apóstolos, porque em nenhuma parte das Escrituras encontramos tal ensinamento, pelo contrário, depois do derramamento do ESPÍRITO SANTO no dia de Pentecostes, relatado em Atos 2:1-4, encontramos várias passagens onde esse maravilhoso evento é repetido:
Atos 8:14-17: “Os apóstolos pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a Palavra de DEUS, enviaram para lá Pedro e João. Os quais tendo descido, oraram por eles para que recebessem o ESPÍRITO SANTO. Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor JESUS . Então lhe impuseram as mãos e receberam o ESPÍRITO SANTO.”
Outra vez em Atos 19:1-6: “E sucedeu que enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo tendo passado por todas as regiões superiores chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos, disse-lhes: Recebestes vós já o ESPÍRITO SANTO quando crestes? E eles disseram: Nós nem ainda ouvimos que haja ESPÍRITO SANTO. Perguntou-lhes então: Em que sois batizados então? E eles disseram; no batismo de João. Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em JESUS  CRISTO.
E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor JESUS . E impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam em línguas e profetizavam.”
E em outra passagem, encontramos essa maravilhosa promessa alcançando os gentios:
Atos 10:44-47: “E dizendo Pedro ainda estas palavras, veio o ESPÍRITO SANTO sobre todos os que ouviam a Palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do ESPÍRITO SANTO se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouvia falar línguas e magnificar a DEUS. Respondeu então Pedro: Pode alguém por ventura recusar a água para que sejam batizados estes, que também receberam como nós o ESPÍRITO SANTO?”
Conforme as passagens acima, o batismo com o ESPÍRITO SANTO é uma Segunda experiência que a pessoa tem com CRISTO, a primeira é a salvação, a Segunda o batismo com ESPÍRITO SANTO.
Existe uma teoria que tenta provar que o batismo com o ESPÍRITO SANTO, não é para os nossos dias, dizendo que a pessoa recebe o ESPÍRITO SANTO no mesmo instante em que recebe a salvação sendo, portanto, uma só experiência. Em parte concordamos. De fato a pessoa recebe o ESPÍRITO SANTO quando se converte a CRISTO. Pois quem convence o mundo do pecado é o ESPÍRITO SANTO:
João 16:7-8: “Todavia digo-vos a verdade, que convém que eu vá; porque, se eu não for, o consolador não virá a vós; mas, se eu for enviá-lo-ei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça, e do juízo.”
Importante porém é notar a diferença entre batismo com o ESPÍRITO SANTO, e selo com o ESPÍRITO SANTO. Todos os salvos são selados com o ESPÍRITO SANTO, mas nem todos são batizados:
Efésios 1:13: “Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o Evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o ESPÍRITO SANTO da promessa.”
Efésios 4:30: “E não entristeçais o ESPÍRITO SANTO de DEUS, no qual estais selados para o dia da redenção.”
Então com o selo com o ESPÍRITO SANTO, é dado como penhor para o dia da redenção, isto é, para o dia do arrebatamento da igreja. JESUS  após ressuscitado soprou sobre os apóstolos, dizendo: Recebei o ESPÍRITO SANTO. (João 20:22) Então eles receberam o ESPÍRITO SANTO, no exato momento em que JESUS  soprou sobre eles. Mas isto não impediu que eles fossem batizados com o ESPÍRITO SANTO dez dias após a ascensão do Senhor no dia de Pentecostes. (Atos 2:1-4)
Falar em línguas estranhas é o sinal do batismo com ESPÍRITO SANTO:
Atos 2:4: “E todos foram cheios do ESPÍRITO SANTO e começaram a falar noutras línguas, conforme o ESPÍRITO SANTO lhes concedia que falassem.”
Atos 10:46: “Porque os ouvia falar em línguas e magnificar a DEUS.”
Atos 19:6: “E impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o ESPÍRITO SANTO, e falavam línguas e profetizavam.”
Atos 8:17 diz que com a imposição da mãos dos apóstolos Pedro e João, os novos convertidos em Samaria receberam o ESPÍRITO SANTO. Não está escrito que falaram línguas, mas o versículo 18, diz que Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o ESPÍRITO SANTO, lhes ofereceu dinheiro. Que sinal teria visto Simão, para saber que eles tinham recebido o ESPÍRITO SANTO? É natural entendermos que Simão tenha visto a manifestação do mesmo sinal manifestado em outras ocasiões semelhantes, isto é, línguas estranhas. Não quero entrar no assunto de falar línguas estranhas, porque estaria fugindo do nosso tema. Mas apenas mostrar pelas Escrituras que o falar línguas estranhas, é o sinal do batismo com o ESPÍRITO SANTO.
Porque deve o crente buscar o batismo com o ESPÍRITO SANTO? Porque o ESPÍRITO SANTO dá ao crente poder para ser testemunha de JESUS :
Atos 1:8: “Mas recebeis a virtude do ESPÍRITO SANTO que há de vir sobre vós, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”
É muito importante que os pregadores do Evangelho sejam pessoas bastante cultas, e que procurem sempre aprimorar essa cultura que pesquisem, que estudem; mas é indispensável que sejam batizados com o ESPÍRITO SANTO, e permaneçam cheios do ESPÍRITO SANTO. O batismo com o ESPÍRITO SANTO, abre ao crente as portas para o recebimento dos dons espirituais que o torna útil para a Igreja:
I Coríntios 12:7: “Mas a manifestação do ESPÍRITO é dada a cada um, para o que for útil. O ESPÍRITO SANTO glorifica a JESUS  no crente.”
João 16:14: “Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.”
É uma nova experiência que o crente tem com CRISTO. O ESPÍRITO SANTO dá ao crente poder sobre a carne, sobre o mundo, e o diabo. O crente batizado com o ESPÍRITO SANTO, sente um manancial de vida afluir do seu interior como as correntezas de um rio caudaloso:
João 7:37-39: “E o último dia, o grande dia da festa JESUS  pôs-se em pé, e clamou dizendo: Se alguém tem sede, vem a mim e beba. Quem crê em mim, como diz a escritura, rios de águas vivas correrão do seu ventre. E isto disse ele do ESPÍRITO que haviam de receber os que nele cressem, porque o ESPÍRITO SANTO ainda não fora dado, por ainda JESUS  não ter sido glorificado.”
Os crentes que ainda não são batizados com o ESPÍRITO SANTO o conselho de JESUS  é que o busquem até receber:
Lucas 11:9-13: “E eu vos digo a vós. Pedi e dar-se-vos-á; buscai e achareis, batei e abrir-se-vos-á. Porque quem pede recebe, e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-vos-á. E qual o pai dentre vós que se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente? Ou também se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Pois vós sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o ESPÍRITO àqueles que lho pedirem?”
E aos crentes batizados com o ESPÍRITO SANTO, não devem se acomodar acham do que já subiram o último degrau. DEUS tem muitas bênçãos ainda para lhes dar. O celeiro celestial está cheio. Glória a DEUS.
Está escrito que, após o Senhor JESUS  Ter sido batizado nas águas, o céu se abriu e veio sobre ele o ESPÍRITO SANTO, descendo como pomba e vindo sobre ele. (Mateus 3:16) Depois que veio o ESPÍRITO SANTO sobre JESUS , o mesmo ESPÍRITO o conduziu para o deserto para ser tentado por Satanás. (Lucas 4:1) E após a completa vitória de JESUS  sobre o diabo, teve início ao seu glorioso ministério. Isto deve nos servir de ensino, que após o batismo com o ESPÍRITO SANTO, não cessam as lutas; mas nos conforta saber, que estamos mais preparados para a luta. Que estamos agora revestido de poder. (Lucas 24:49).
 
 
Conclusão:
Os grandes movimentos evangelísticos, que tem sido a causa da salvação de muitas almas, grandes campanhas de cura divina e libertação de oprimidos, tem surgido sempre após um período de oração, e grande derramamento do ESPÍRITO SANTO.
Oxalá possamos receber uma grande avivamento espiritual e muitos crentes apáticos e acomodados possam ser sacudidos pelo poder de DEUS; cheio do ESPÍRITO SANTO, e se tornarem uma benção para o reino de DEUS aqui na terra.
 
NOVO NASCIMENTO = Acontece quando há o arrependimento de pecado e o pecador arrependido confessa a JESUS CRISTO como único e suficiente salvador, é invisível a presença do ESPÍRITO SANTO na pessoa, mas a partir desse momento Ele está morando nesse novo filho de DEUS, nascido de novo, era do reino das trevas, agora é do reino da luz, era do reino de Satanás, agora pertence ao reino de DEUS. JESUS disse que é como o vento que ninguém vê, mas sabe que está balançando a árvore, assim o que é nascido de novo apresenta mudança de vida, mas ninguém vê o ESPÍRITO SANTO na pessoa, embora O Mesmo esteja morando lá. SINAL INTERNO E INVISÍVEL
 
BATISMO COM O ESPÍRITO SANTO = Acontece quando se crê que o ESPÍRITO SANTO pode falar através de nós, é quando o ESPÍRITO SANTO doma e controla até nossa língua para que ELE possa falar aquilo que deseja. É um sinal externo da presença do ESPÍRITO SANTO em nós, todos ouvem o ESPÍRITO SANTO falar e sabem que O Mesmo está presente. SINAL EXTERNO E AUDÍVEL.
 
 
Analogia Digital  de Enomir Santos - Estado - PA  Cidade - Ananindeua
Eis uma pequena analogia "digital" da vida. Se podemos comparar a nossa vida com um computador, então desejo que no próximo ano: Eu possa fazer um "scandisk" na minha alma para verificar onde estão os erros e assim corrigi-los com a ajuda do ESPÍRITO SANTO. Que eu possa "desfragmentar" minha vida de maneira que ela funcione mais sistematicamente e assim eu a possa prolongar um pouquinho mais. Gostaria de sempre atualizar o anti-vírus da minha mente para que nenhum vírus do inimigo a infecte e assim corrompa todo o meu ser. Que eu esteja ligado a rede celestial onde DEUS é o meu provedor e também conectado aos meus irmãos pelo ESPÍRITO SANTO no corpo de CRISTO. Que através das orações eu possa sempre enviar "e-mails" para o meu Pai celestial e sempre contar com sua ajuda que nunca falha quando algum "Bug" acontecer. Que eu possa "deletar" tudo de ruim (mágoas, ressentimentos, tristezas, desânimo) que estiver nos "arquivos temporários" que simplesmente podem "ocupar espaço" no meu coração. Que DEUS nos abençoe por todo este ano e que possamos navegar bastante na "rede" do ESPÍRITO trocando experiências e ajudando uns aos outros em amor.
A PAZ Do Senhor.
 
 
Ajuda:
Bíblia de Estudos Pentecostal da CPAD
Bíblia Ilúmina
Bíblia Thompson
Sites na Internet
http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/ 
www.ebdweb.com.br (com meus vídeos da EBD)
www.escoladominical.com.br
www.sovitoria.com
www.ieadcacoal.com.br
www.escoladominicalnet.net
http://www.ad.org.br/adclassico/Doutrinas/doutrbatismo.htm
www.cpad.com.br  
Assista nossos vídeos em http://universobiblico.com.br/assembleia/estudosbiblicos/Videosebdnatv.htm 
 
 
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Fotos