Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos
 
 
 
LIÇÃO 9 - JESUS, O CUMPRIMENTO PROFÉTICO DO ANTIGO TESTAMENTO
Lições Bíblicas Aluno - Jovens e Adultos - 3º Trimestre de 2010
O Ministério Profético na Bíblia, a voz de DEUS na Terra
Comentários da revista da CPAD: Pr. Ezequias Soares
Consultor Doutrinário e Teológico da CPAD: Pr. Antonio Gilberto
Complementos, ilustrações, questionários e vídeos: Ev. Luiz Henrique de Almeida Silva
QUESTIONÁRIO
 
 
TEXTO ÁUREO
"E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, e nos Profetas, e nos Salmos" (Lc 24.44).
 
 
VERDADE PRÁTICA
O Senhor JESUS é o centro das Escrituras Sagradas e está presente em seu conteúdo, história e instituições, de maneira direta e indireta.
 
 
LEITURA DIÁRIA
Segunda - Is 42.1-4 CRISTO é pregado até aos confins da terra
Terça - Lc 24.25-27 O Antigo Testamento cumpre-se em JESUS
Quarta - At 26.22,23 Os profetas falaram da futura Igreja de JESUS
Quinta -1 Pe 1.10,11 O ESPÍRITO SANTO revelou o Messias aos profetas
Sexta - Mt 12.40 A missão de Jonas e a missão de CRISTO
Sábado -  Hb 9.11 - O tabernáculo é uma figura de CRISTO
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE - Atos 3.18-26
18 Mas DEUS assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado: que o CRISTO havia de padecer. 19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham, assim, os tempos do refrigério pela presença do Senhor. 20 E envie ele a JESUS CRISTO, que já dantes vos foi pregado,
 21 o qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais DEUS falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio. 22 Porque Moisés disse: O Senhor, vosso DEUS, levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser.23 E acontecerá que toda alma que não escutar esse profeta será exterminada dentre o povo. 24 E todos os profetas, desde Samuel, todos quantos depois falaram, também anunciaram estes dias. 25 Vós sois os filhos dos profetas e do concerto que DEUS fez com nossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra. 26 Ressuscitando DEUS a seu Filho JESUS, primeiro o enviou a vós, para que nisso vos abençoasse, e vos desviasse, a cada um, das vossas maldades.
 
PALAVRA CHAVE - Cumprimento - Ato ou efeito de cumprir algo
 
 
JESUS É O MESSIAS PROFETIZADO NO ANTIGO TESTAMENTO? (Autor: Pr. Leoberto Negreiros)
 
A profecia bíblica é a chave para se entender tanto o passado quanto o futuro. Embora aos incrédulos ela talvez pareça uma pretensão absurda, é facilmente comprovada. Porque a maior parte das profecias registradas na Bíblia já se cumpriu, fica muito simples determinar se essas profecias são ou não são confiáveis.

Dois importantes assuntos da profecia deslizam consistentemente através das Escrituras. (1) Israel; (2) O Messias que vem para Israel e através de Israel para o mundo, como Salvador de toda a humanidade. Ao redor destes dois temas centrais quase todas as demais profecias se desenrolam e encontram o seu significado, seja o Arrebatamento da Igreja, o Anticristo, seu governo e religião vindouros, o Armagedom, a Segunda Vinda de CRISTO, ou qualquer outra ocorrência profética. A Bíblia é absolutamente única na apresentação dessas profecias, as quais ela registra com detalhes específicos, começando há mais de 3.000 anos.

Cerca de 30% da Bíblia é dedicado à profecia. Esse fato torna válida a importância do que tem se tornado um assunto negligenciado. Em contraste marcante a profecia está completamente ausente no Corão, Vedas Hindu, Baghavad Gita, Ramayana, palavras de Buda e Confúcio, Livro de Mórmon, ou quaisquer outros escritos das religiões mundiais. Esse fato isolado já provê um inegável selo de aprovação divina e mesmo milhares de anos antes deles acontecerem, o DEUS da Bíblia prova ser o único DEUS verdadeiro, Criador do universo e da humanidade, o Senhor da História - e que a Bíblia é a Sua palavra infalível, dada a fim de comunicar os seus propósitos e meio de salvação a todos os que crerem. Aqui está uma prova tão simples que uma criança pode entender e tão profunda que os maiores gênios não podem refutar.

A profecia desempenha, então, um papel vital ao revelar o propósito de DEUS para a humanidade. Ela também fornece uma prova simples na identificação do verdadeiro Messias de DEUS, ou CRISTO, e desmascara o impostor Satanás, o Anticristo, de maneira que ninguém que absorva a Palavra de DEUS venha a ser por eles enganados.

Entretanto, por ser a profecia única na Bíblia, ela é única para CRISTO. Profecia nenhuma narrou a vinda de Buda, Maomé, Zoroastro, Confúcio, Joseph Smith, Mary Baker Eddy, os populares gurus hindus que têm invadido o Ocidente, ou qualquer outro líder religioso, todos eles sem as credenciais que distinguem JESUS CRISTO. Também há mais de 300 profecias do Velho Testamento que identificam o Messias de Israel. Séculos antes de sua vinda os profetas hebreus estabeleceram critérios específicos que deveriam ser preenchidos pelo Messias. O cumprimento dessa profecias nos mínimos detalhes da vida, morte e ressurreição de JESUS de Nazaré demonstram indiscutivelmente ser Ele o prometido por DEUS, o verdadeiro e único Salvador.

Na verdade, as profecias messiânicas do Velho Testamento somente poderiam ser cumpridas na pessoa de JESUS CRISTO. Existem centenas destas profecias, para que a possibilidade de convergência acidental para qualquer homem comum seja completamente descartada pelas leis da probabilidade. Observemos algumas destas profecias cumpridas literalmente em JESUS.

I. Em relação ao NASCIMENTO do Messias cumpridos em JESUS

  1. Seria a semente de uma mulher: (Profecia Gn 3.15. Cumprimento Lc 2.7)
  2. Seria descendente de Abraão: (Profecia Gn 18.18. Cumprimento Mt 1.1)
  3. Seria descendente de Isaque: (Profecia Gn 17.19. Cumprimento Mt 1.2)
  4. Seria descendente de Jacó: (Profecia Gn 28.14. Cumprimento Mt 1.2)
  5. Descenderia da tribo de Judá: (Profecia Gn 49.10. Cumprimento Mt 1.2-3)
  6. Seria o herdeiro do trono de Davi: (Profecia Is 9.7. Cumprimento Mt 1.1;6)
  7. Seu lugar de nascimento: (Profecia Mq 5.2. Cumprimento Mt 2.1; Lc 2.4-7)
  8. A época de seu nascimento: (Profecia Dn 9.25. Cumprimento Lc 2.1-2; 2.3-7)
  9. Nasceria de uma virgem: (Profecia Is 7.14. Cumprimento Mt 1.18)
10. A matança dos meninos: (Profecia Jr 31.15. Cumprimento Mt 2.16; 17-18)
11. A fuga para o Egito. (Profecia Os 11.1. Cumprimento Mt 2.13-15; 19-20)

Conforme Thompson, na Bíblia de Referência, no verso 21 de Mateus (cap. 1) cumpre-se 38 profecias veterotestamentárias a cerca de JESUS, e isso há aproximadamente 1.500 na os depois do registro da primeira profecia messiânica em Gênesis. Um milagre! Não só pelo cumprimento em si, mas também pela unidade ideológica e pela concatenação literária da narrativa bíblica até o relato do nascimento virginal de JESUS, o CRISTO de DEUS e o cumprimento por excelência de todas as promessas de salvação promulgadas no Antigo Testamento.

II. Em relação ao MINISTÉRIO do Messias cumpridos em JESUS

1. Seu ministério na Galiléia (Profecia: Is 9.1-2. Cumprimento: Mt 4.12-16)
2. Como profeta (Profecia: Dt 18.15. Cumprimento: Jo 6.14; 1.45; At 3.19-26)
3. Seria sacerdote, como Melquisedeque (Profecia: Sl 110.4. Cumprimento: Hb 6.20)
4. O desprezo por parte dos Judeus (Profecia: Is 53.3. Cumprimento: Jo 1.11)
5. Algumas de suas características (Profecia: Is 11.2. Cumprimento: Lc 2.52; 4.18)
6. Sua entrada triunfal (Profecia: Zc 9.9; Is 62.11. Cumprimento: Jo 12.13-14)

III. Em relação a MORTE do Messias cumpridos em JESUS

As seguintes profecias do Antigo Testamento sobre a traição, o julgamento, a morte e o sepultamento de nosso Senhor JESUS CRISTO, foram feitas por diferentes pessoas, em épocas distintas, em um espaço de cinco séculos, de 1000 a 500 a.C. Todas se cumpriram, literalmente. Tudo isto, porém, aconteceu para que se cumprissem as Escrituras dos profetas. Mt 26.56a.

  1. Seria traído por um amigo: (Profecia Sl 41.9. Cumprimento Mc 14.10; 43-45)
  2. Seu preço 30 moedas de prata: (Profecia Zc 11.12,13. Cumprimento Mt 26.15)
  3. O traidor não usaria as 30 moedas: (Profecia Zc 11.13. Cumprimento Mt 27.6-7)
  4. O traidor seria substituído: (Profecia Sl 109.7-8. Cumprimento At 1.18-20)
  5. Testemunhas falsas o acusariam: (Profecia Sl 27.12. Cumprimento Mt 26.60-61)
  6. Acusado ficaria em silêncio: (Profecia Is 53.7. Cumprimento Mt 26.62-63)
  7. Seria golpeado e cuspido: (Profecia Is 50.6. Cumprimento Mc 14.65; Jo 19.1-3)
  8. Seria odiado sem motivo: (Profecia Sl 69.4; 109.3-5. Cumprimento Jo 15.23-25)
  9. Sofreria em substituição a nós: (Profecia Is 53.4-5. Cumprimento Mt 8.16-17)
10. Seria crucificado com pecadores: (Profecia Is 53.12. Cumprimento Mt 27.38)
11. Suas mãos e pés seriam transpassados: (Profecia Sl 22.16. Cumprimento Jo 20.27)
12. Seria escarnecido e insultado: (Profecia Sl 22.6-8. Cumprimento Mt 27.39-40)
13. Dariam a ele fel e vinagre: (Profecia Sl 69.21. Cumprimento Jo 19.29)
14. Ouviria palavras com zombaria: (Profecia Sl 22.8. Cumprimento Mt 27.43)
15. Oraria por seus inimigos: (Profecia Is 53.12. Cumprimento Lc 23.34)
16. Seu lado seria transpassado: (Profecia Zc 12.10. Cumprimento Jo 19.34)
17. Lançariam sortes sobre suas roupas: (Profecia Sl 22.18. Cumprimento Jo 19.24)
18. Seus ossos não seriam quebrados: (Profecia Sl 34.20. Cumprimento Jo 19.33)
19. Seria sepultado com os ricos: (Profecia Is 53.9. Cumprimento Mt 27.57-60)
20. Os discípulos O abandonaram: (Profecia Zc 13.7. Cumprimento Mt 26.56)
21. Acusado por falsas testemunhas: (Profecia Sl 35.11. Cumprimento Mt 26.59-61)
22. Ele sucumbiu sob o peso da cruz: (Profecia Sl 109.24. Cumprimento Jo 19.17)
23. Crucificado com malfeitores: (Profecia Is 53.12. Cumprimento Mc 15.27-28)
24. Foi abandonado: (Profecia Sl 22.1. Cumprimento Mt 27.46)
25. Seus amigos ficaram de longe: (Profecia Sl 38.11. Cumprimento Lc 23.49)
26. Seu coração parou: (Profecia Sl 22.14. Cumprimento Jo 19.34)
27. Trevas sobre a terra: (Profecia Am 8.9. Cumprimento Mt 27.45).

IV. Em relação à RESSURREIÇÃO do Messias cumpridos em JESUS

JESUS disse, "Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. Ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai". Jo 10.17-18.

Paulo argumenta, "E, se não há ressurreição de mortos, também CRISTO não ressuscitou. E, se CRISTO não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé. E assim somos também considerados como falsas testemunhas de DEUS, pois testificamos de DEUS, que ressuscitou a CRISTO, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam. Porque, se os mortos não ressuscitam, também CRISTO não ressuscitou. E, se CRISTO não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados. E também os que dormiram em CRISTO estão perdidos. Se esperamos em CRISTO só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens". I Co 15.13-19. A realidade e historicidade da ressurreição são os pilares mais importantes do Cristianismo. Ao ressuscitar dos mortos JESUS provou ser o poderoso Filho de DEUS, com a natureza  anta  do  próprio DEUS. Rm 1.4. Observe a profecia e o cumprimento literal da ressurreição de CRISTO.

1. Como profetizada. SI 16.9,10
2. Como ensinada por Ele mesmo. Mt 12.40; 26.32; Mc 9.9; Jo 2.19,21
3. Como testemunhada pelo anjo. Mt 28.6
4. Como ensinada pelos apóstolos
     4.1. Foi a grande ênfase nos relatos de Atos. 2.24,32; 17.31
     4.2. Nas cartas de Paulo. Rm 4.24-25; II Tm 2.8
     4.3. E nas demais cartas. I Pe 1.21; Apoc 2.8
5. É importantíssima, porque é indispensável
     5.1. Para nosso crescimento. Rm 5.8-10
     5.2. Na revelação do poder de DEUS. Ef 1.19-20
     5.3. Na atestação da divindade de CRISTO. Rm 1.4
     5.4. Na prova de que o sacrifício foi aceito. Rm 4.25
6. Esta é a doutrina fundamental do Cristianismo. I Co 15.12-19
    
O grandioso evento que separa JESUS de todos os outros é o fato que Ele ressuscitou e hoje vive. Ele intercede à direita do Pai por aqueles que O seguem, Hb 7.25. No silencioso oásis em volta do Sepulcro do Jardim, o túmulo vazio prega um sermão para nós. Entramos solenemente na gruta escavada na rocha que uma vez serviu de sepulcro. Sim, ele está vazio, graças a DEUS! Na parte de dentro alguém escreveu: "He is not here – He is risen" ("Ele não está aqui – Ele ressuscitou"). Foi isso que o anjo anunciou às mulheres na manhã da Páscoa. E o apóstolo Pedro testemunhou triunfalmente às pessoas que haviam se reunido no Pentecoste: "ao qual, porém, DEUS ressuscitou, rompendo os grilhões da morte; porquanto não era possível fosse ele retido por ela". At 2.24. Por que a morte não conseguiu reter a JESUS? Justamente porque DEUS o ressuscitou!

Para o crente em JESUS, não são necessárias provas históricas/geográficas/físicas/arqueológicas/literárias... As experiências da vida cristã são suficientes para carimbar a bíblia com um selo de autenticidade. Mas, como DEUS é perfeito e quer revelar a sua verdade (que é diferente da busca incansável de Sócrates, Epicuro, Hegel, Kant, Max... pelo "real") a todos, existem evidências de que CRISTO venceu a morte capazes de satisfazer os mais céticos intelectuais.

IV. Em relação à ASCENSÃO do Messias cumpridos em JESUS

1. Como profetizada. SI 68.18
2. Como ensinada por Ele mesmo. Jo 6.62
3. Como recordada pelo escritor evangélico. Mc 16.19
4. Como recordada pelo historiador inspirado. At 1.9
5. Como declarada pelos apóstolos. At 3.21; Ef 1.20; 4.8; I Tm 3.16
6. Como provada por sua presença a destra do Pai. At 7.56.

Algumas das profecias são tão restritas, na verdade, como para excluir o seu cumprimento por qualquer um que viva após o primeiro século da era cristã. Por exemplo, o patriarca Jacó disse, em Gênesis 49:10: "O cetro não se arredará de Judá, nem o bastão de entre seus pés, até que venha Siló". O nome Siló é um título messiânico, e a profecia diz que a tribo de Judá permaneceria liderando as tribos de Israel, especialmente fornecendo seus reis, até que viesse o Messias. A profecia deveria ter sido cumprida antes da destruição de Judá e de Jerusalém, em 70 DC. Nessa época, certamente, toda aparência externa de um cetro tinha se apartado de Judá.

Da mesma forma a promessa foi dada ao rei Davi, de que o Messias deveria ser um dos seus descendentes, como o Rei eterno, aquele de quem DEUS disse: "eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino". II Sm 7.13. Isaias disse, "então brotará um rebento do tronco de Jessé (que é o pai do rei Davi), e das suas raízes um renovo frutificará". Is 11.1. Este é mais um título do Messias, e indica que, ainda que a árvore da família de Jessé fosse cortada, um Renovo surgiria das raízes. Evidentemente, o último desta linhagem que poderia ser reconhecido como pertencente a ela, provaria ser o verdadeiro Messias!

Isso se cumpriu somente em JESUS. Seu pai legal, José, era da descendência real de Davi e, por isso, detinha o direito ao trono. Mt 1.1-16. Maria, sua mãe, também era descendente de Davi, como vemos em sua genealogia, em Lucas 3.23-31. Mas após a época de JESUS, seria impossível estabelecer a linhagem legal e biológica de qualquer candidato ao trono de Davi, pois todos os antigos registros genealógicos logo depois foram destruídos.

É óbvio que ninguém, além de JESUS, poderia ter cumprido estas profecias. As profecias tornam totalmente impossível qualquer futuro Messias, senão que essa mesma esperança também encontrará o seu cumprimento na segunda vinda de CRISTO. A probabilidade de que centenas dessas profecias específicas, cada uma independente umas das outras, pudessem ser totalmente cumpridas concomitantemente numa só pessoa, apresenta o mais alto grau de improbabilidade, levando-se em conta, especialmente, a natureza milagrosa de muitas delas (p.ex.: o nascimento virginal, a ressurreição, etc.). Nenhuma outra conclusão racional parece ser possível; exceto a de que JESUS é tudo o que Ele afirma ser - Messias, Salvador, Senhor e DEUS.

Evidentemente os judeus como nação, ainda rejeitam JESUS como o Messias, mas, individualmente milhares de judeus creram nEle. Afinal, os evangelistas eram judeus, os 3 mil primeiros convertidos pela pregação de Pedro (Atos 2) eram judeus, Paulo era judeu e a Igreja teve início entre a comunidade de judeus e prosélitos (gentios convertidos ao judaísmo) espalhada pelo mundo de então. Somente a partir de Atos 10 o Evangelho passou também para as nações, quando Cornélio e sua casa se converteram em Cesaréia. Então após a formação da Igreja, DEUS passou a enxergar três classes de pessoas no mundo: gentios, judeus e igreja."Não vos torneis causa de tropeço nem a judeus, nem a gregos, nem a igreja de DEUS" I Co 10.32.

Quanto à incredulidade dos judeus como povo (lembre-se, porém, que é a fé individual que salva), isso não é uma contradição da Bíblia, mas do judeu, pois os profetas do AT deixaram claro que o Messias viria, seria rejeitado pelos Seus, seria crucificado sem ter seus ossos quebrados etc. Sl 22.

H. Bender escreveu sobre JESUS: Em meio à história do mundo encontra-se uma figura, inserida nessa história em todos os seus aspectos, mas que a tudo sobrepuja. É JESUS CRISTO. Ele é completamente diferente, Ele é singular. Ele é o único que podia ousar colocar-se diante de uma multidão hostil e fazer-lhe a pergunta: "Quem dentre vós me convence de pecado"? A única resposta foi o silêncio da platéia, uma resposta eloqüente. Sua vontade estava plenamente inserida na vontade de DEUS. Sua postura era completamente dirigida por DEUS e direcionada para DEUS. Nele não havia discrepância, não havia imperfeição alguma. JESUS é Inigualável. 
 
Para o cego, JESUS é luz
Para o morto, JESUS é a vida
Para o juiz, JESUS é a justiça
Para o fraco, JESUS é a força
Para o forte, JESUS é o vigor
Para o faminto, JESUS é o pão
Para Israel, JESUS é o Messias
Para o triste, JESUS é a alegria
Para o enfermo, JESUS é a cura
Para o sedento, JESUS é a fonte
Para o réu, JESUS é o advogado
Para o advogado, JESUS é o juiz
Para o pobre, JESUS é o tesouro
Para o visitante, JESUS é a porta
Para o sábio, JESUS é a sabedoria
Para DEUS, JESUS é o filho amado
Para o mundo, JESUS é o salvador
Para o devedor, JESUS é o perdão
Para o vencedor, JESUS é a coroa
Para a gramática, JESUS é o verbo
Para o inquilino, JESUS é a morada
Para o viajante, JESUS é o caminho
Para as nações, JESUS é o desejado
Para a ovelha, JESUS é o bom pastor
Para o mentiroso, JESUS é a verdade
Para o relógio, JESUS é a última hora
Para a igreja, JESUS é o noivo amado
Para o fugitivo, JESUS é o esconderijo
Para o prisioneiro, JESUS é a liberdade
Para o problemático, JESUS é a solução
Para o solitário, JESUS é o companheiro
Para o tempo, JESUS é o relógio de DEUS
Para os demônios, JESUS é o santo de DEUS
Para os magos, JESUS é a estrela do oriente
Para a medicina, JESUS é o médico dos médicos

JESUS CRISTO é inteiramente diferente, singular. Movimentou o mundo como ninguém antes ou depois dEle. A Encyclopaedia Britannica utiliza 20.000 palavras para descrever a pessoa de JESUS. Sua descrição ocupa mais espaço que as biografias de Aristóteles, Cícero, Alexandre Magno, Júlio César, Buda, Confúcio, Maomé ou Napoleão Bonaparte.

O homem JESUS tornou-se o maior tema da história mundial. Sobre nenhum outro se escreveu mais do que sobre Ele. A respeito de ninguém se discutiu tanto quanto sobre JESUS. Ninguém foi mais odiado, mas também mais amado; combatido, mas também mais louvado. Sobre nenhum outro foram feitas tantas obras de arte, hinos, poemas, discursos, e compêndios do que sobre CRISTO. Diante dEle dividem-se as opiniões – uns gostariam de amaldiçoá-lO, outros testemunham que sua vida foi radicalmente mudada por JESUS e enchida de esperança. Não é possível imaginar a história humana sem JESUS.
 
 
INTERAÇÃO
Prezado professor, como seus alunos têm recebido o assunto até aqui? Seu objetivo tem sido alcançado? Caro professor, a auto-avaliação de seu desempenho ajudará muito o desenvolvimento da classe. A lição de hoje trata das profecias do AT cumpridas em JESUS. O apóstolo Pedro prega no Templo o cumprimento das profecias preditas pela boca de todos os profetas de DEUS. JESUS é o Evento que já fora pregado pelos santos profetas, mas que agora devia ser aceito pelo povo de DEUS. O apóstolo mostra que JESUS é o profeta que DEUS levantaria para ser ouvido, conforme a profecia de Moisés. JESUS CRISTO é o cumprimento das profecias!
 
OBJETIVOS- Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
Identificar as figuras proféticas que apontavam para CRISTO.
Explicar as profecias diretas sobre o nascimento de JESUS.
Reconhecer que as obras de JESUS foram e são proféticas.
 
ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA
Professor, inicie a aula de hoje enfatizando que a fé cristã é embasada em um fundamento sólido. Leia os seguintes textos com seus alunos: Lucas 1.1-4 e Atos 1.1-4. Comente o exercício sério e inspirador (oriundo de DEUS) feito por Lucas em seu trabalho de elaboração de ambos os livros, dando provas cabais de que JESUS ressuscitou e foi visto não por uma ou duas pessoas, mas por toda a comunidade cristã de Jerusalém. Esse fato se desdobra em 1 Coríntios 15, quando Paulo ratifica a doutrina da ressurreição de CRISTO. Em seguida, reproduza o quadro abaixo (conforme as suas possibilidades), delineando o cumprimento profético do AT em CRISTO. Você pode ainda enriquecer o quadro com outras profecias referentes a CRISTO.
 
 
 
 
 
RESUMO DA LIÇÃO 9 - JESUS, O CUMPRIMENTO PROFÉTICO
DO ANTIGO TESTAMENTO
INTRODUÇÃO
O conteúdo do Antigo Testamento acerca da obra redentora de DEUS,
em CRISTO, é muito rico em detalhes e não se restringe às profecias.
I. FIGURAS PROFÉTICAS
1. As prefigurações.
2. A linguagem profética.
II. INSTITUIÇÕES PROFÉTICAS
1. Israel.
2. O tabernáculo.
3. O sacerdócio.
III. PROFECIAS DIRETAS ACERCA DO NASCIMENTO DE JESUS
1. A origem humana de JESUS.
2. O descendente dos patriarcas de Israel.
3. Nascido de uma virgem.
4. O local de nascimento de JESUS.
5. O massacre das crianças de Belém.
IV. PROFECIAS SOBRE AS OBRAS DE JESUS
1. A visão messiânica em Moisés (vv.22,23).
2. Sua vida e ministério.
3. Seu sofrimento, morte e ressurreição (vv. 18,26).
CONCLUSÂO
JESUS é o começo e o fim do Antigo Testamento,
cujos livros concentram-se no Messias.
 
REFLEXÀO
“...Tendo a lei a sombra dos bens futuros e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios...” Hb 10.1
 
SINÓPSE DO TÓPICO (1)
A profecia do Antigo Testamento fala por intermédio de prefigurações, tanto por imagens quanto por linguagem profética. .
SINÓPSE DO TÓPICO (2)
Israel, o Tabernáculo e o Sacerdócio são instituições proféticas que identificam o Messias nas profecias para o seu povo.
SINÓPSE DO TÓPICO (3)
O perfil do nascimento do Redentor foi revelado por DEUS através do desdobramento profético nas Escrituras.
SINÓPSE DO TÓPICO (4)
As profecias do Antigo Testamento anunciam com detalhes o sofrimento, a morte e a ressurreição do Senhor JESUS.
 
AUXÍLIO BIBLIOGRÁFICO
Subsídio Teológico - Sobre o nascimento virginal de JESUS
Isaías 7, com sua promessa de um filho que nascerá, é o pano de fundo do nascimento virginal. Muitas controvérsias têm girado ao redor do termo hebraico 'almah, conforme usado em Isaías 7.14. A palavra é usualmente traduzida por Virgem, embora algumas versões traduzam-na por Jovem. No AT, sempre que o contexto oferece uma nítida indicação, a palavra significa uma virgem com idade para casamento. Parece que, no contexto dos capítulos 7 e 8 de Isaías, a profecia a respeito de 'almah tinha um significado bastante importante para a época do profeta. Em primeiro lugar, a profecia não fora direcionada somente ao rei Acaz, mas à totalidade da casa de Davi. O Senhor prometeu um sinal sobrenatural, não para Acaz, mas para a casa de Davi, sinal este que manteria sua importância no decurso da História. Note que o nome do menino seria Emanuel, DEUS conosco. O uso de Isaías 7.14, em Mateus 18.22, indica sua grande importância para a compreensão do nascimento do Senhor JESUS CRISTO. O Evangelho de Mateus relata que a gravidez de Maria foi causada pela ação do ESPÍRITO SANTO sobre ele, quando então concebeu JESUS no seu ventre. José, noivo de Maria, não o acreditou, até o anjo informar-lhe a respeito. Uma vez ocorrida a concepção, estava claro que se tratava do cumprimento da profecia de Isaías 7.14"
(HORTON, S. M. Teologia Sistemática. CPAD, 2009, pp.323-24). 
 
VOCABULÁRIO
Linguagem: Sistema organizado de comunicação por sinais entre indivíduos.
 
BIBLIOGRAFIA SUGERIDA
HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. Rio de Janeiro. 12.ed. CPAD, 2009.
LAHAYE, Tim; HINDSON, Ed (ed.). Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. Rio de Janeiro. 1. ed. CPAD, 2008.
SAIBA MAIS pela Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 43, p. 40.
 
QUESTIONÁRIO DA LIÇÃO 9 - JESUS, O CUMPRIMENTO PROFÉTICO DO ANTIGO TESTAMENTO
RESPONDA CONFORME A REVISTA DA CPAD DO 2º TRIMESTRE DE 2010
Complete os espaços vazios e marque com "V" as respostas corretas e com "F" as falsas.
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
"E disse-lhes: São estas as ______________________ que vos disse estando ainda convosco: convinha que se ________________________ tudo o que de mim estava ________________________ na Lei de Moisés, e nos Profetas, e nos Salmos" (Lc 24.44).
 
VERDADE PRÁTICA
2- Complete:
O Senhor JESUS é o _____________________ das Escrituras Sagradas e está _________________________ em seu conteúdo, história e instituições, de maneira _______________________________ e indireta.
 
INTRODUÇÃO
3- Complete:
O conteúdo do Antigo Testamento acerca da obra redentora de DEUS, em CRISTO, é muito rico em __________________________ e não se restringe às _____________________________. Os escritores do Novo Testamento reconhecem a presença de CRISTO na história da _______________________________, nas instituições e nas festas sagradas do Antigo Testamento.
 
I. FIGURAS PROFÉTICAS
4- Cite algumas prefigurações do sacrifício de CRISTO, no Antigo Testamento:
(    ) A paixão de CRISTO foi prefigurada na instituição da páscoa, no Egito.
(    ) O cordeiro sacrificado diariamente apontava para CRISTO que padeceu durante a comemoração dessa grande festa judaica (Lc 22.15), pois "CRISTO, nossa páscoa, foi sacrificado por nós".
(    ) A paixão de CRISTO foi prefigurada também na travessia do Mar Vermelho.
(    ) Os sofrimentos de Davi, descritos no Salmo 22, prefiguram os vitupérios e  flagelos de JESUS: "DEUS meu, DEUS meu, por que me desamparaste?".
 
5- "E chegou e habitou numa cidade chamada Nazaré..." - Por que ao retornar do Egito, a sagrada família foi habitar em Nazaré?
(    ) Porque estava escrito: "...para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazireu".
(    ) Porque estava escrito: "...para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Nazareno".
(    ) Porque estava escrito: "...para que se cumprisse o que fora dito pelos profetas: Ele será chamado Galileu".
 
6- JESUS seria traído conforme lemos em Mateus 27.9. Quem profetizou isso no AT?
(    ) O profeta Isaías.
(    ) O profeta Jeremias.
(    ) O profeta Ezequiel.
 
7- Por que os profetas, segundo podemos observar, eram harmônicos entre si, quando se referiam a CRISTO?
(    ) Porque todos eram de uma mesma escola profética.
(    ) Porque todos eram inspirados por um único ESPÍRITO - o ESPÍRITO SANTO de DEUS.
(    ) Porque todos eram de Isreal e se conheciam.
 
II. INSTITUIÇÕES PROFÉTICAS
8- Quais são as tres instituições proféticas no AT, segundo a lição?
(    ) A Páscoa, o tabernáculo e o sacerdócio.
(    ) O dia da expiação, o tabernáculo e o sacerdócio.
(    ) Israel, o tabernáculo e o sacerdócio.
 
9- Quando José, Maria e o menino JESUS retornaram do Egito, depois da morte de Herodes, o Grande, como Mateus registrou esse fato e onde mais está registrado?
(    ) Como o cumprimento de uma profecia: "Do Egito chamei o meu Filho".
(    ) Essa passagem também está em Oseias 11.1: "Quando Israel era menino, eu o amei; do Egito chamei a meu filho".
(    ) Como o cumprimento de duas profecias: Isaías 6.9 e Oseias 11.1
 
10- Qualquer hebreu do mundo pré-cristão, ao ler a passagem de Oseias 11.1, o que concluiria?
(    ) Logo concluiria tratar-se da saída dos filhos de Israel do Egito, e não estaria errado, pois o profeta está, de fato, referindo-se ao evento da libertação do Egito.
(    ) Logo concluiria tratar-se da saída dos filhos de Israel do Egito, e estaria errado, pois o profeta está se referindo à morte das crianças quando JESUS nasceu.
(    ) Logo concluiria tratar-se da saída dos filhos de Israel do Egito, e estaria errado, pois o profeta está, de fato, referindo-se à morte das crianças quando Moisés nasceu.
 
11- O que representava o tabernáculo no meio do povo?
(    ) Representava a humildade de JESUS no meio do povo de DEUS.
(    ) Representava a presença de DEUS.
(    ) DEUS mandou Moisés construir o tabernáculo, porque almejava habitar no meio dos filhos de Israel: "E me farão um santuário, e habitarei no meio deles".
(    ) No tabernáculo (Êxodo caps. 25 - 40) está a figura de CRISTO: "E o Verbo se fez carne e habitou entre nós".
(    ) Não somente isso, mas cada peça e utensílio do tabernáculo apontam igualmente para CRISTO e  sua obra salvífica.
 
12- A ordem de Arão, também conhecida como sacerdócio levítico, foi instituída por Moisés como o sistema sacerdotal dos hebreus. O que representava o sacerdócio no AT?
(    ) Representava, principalmente, o poder profético de DEUS em meio a Israel. 
(    ) Era o exercício do santo ministério no Antigo Testamento.
(    ) A consagração de Arão e o seu ministério prefiguram a obra de CRISTO; isso está muito claro na epístola aos Hebreus.
(    ) Já no Antigo Testamento, a palavra profética anunciava a mudança no sistema sacerdotal e a substituição do sacerdócio arônico pela ordem sacerdotal de Melquisedeque.
 
III. PROFECIAS DIRETAS ACERCA DO NASCIMENTO DE JESUS
13- Quando DEUS prometeu o Redentor e a bíblia anunciou a divindade absoluta do Messias?
(    ) Antes da fundação do mundo, como está registardo em Hebreus.
(    ) Imediatamente à Queda do homem, no Éden, DEUS prometeu o Redentor, no entanto, o seu perfil foi sendo revelado por Ele, nas Escrituras, ao longo do tempo.
(    ) O Antigo Testamento anunciou de antemão a divindade absoluta do Messias (Is 9.6; ler também Hb 1.8; Rm 9.5).
 
14- Qual a origem humana de JESUS?
(    ) Ele é chamado de semente da mulher, ou seja, seria um ser humano nascido de mulher, mas sem pecado.
(    ) Ele é chamado de filho do homem, ou seja, seria um ser humano nascido de mulher, mas sem pecado.
(    ) Ele é chamado de redentor, ou seja, seria um ser humano nascido de mulher, mas sem pecado.
 
15- Como vemos JESUS como O descendente dos patriarcas de Israel?
(    ) Os profetas disseram que o Salvador seria um descendente de Adão e essa palavra também se cumpriu.
(    ) DEUS prometeu a Abraão, Isaque e Jacó, ancestrais do povo hebreu, que por meio deles seriam abençoadas todas as famílias da terra, uma promessa messiânica, que se cumpriu em o Novo Testamento.
(    ) A palavra profética foi tornando-se cada vez mais clara e específica, e revelou que Ele viria da descendência de Judá, o que se cumpriu.
(    ) Os profetas disseram que o Salvador seria um descendente de Davi e essa palavra também se cumpriu.
 
16- Como se deu o cumprimento da profecia do nascido de uma virgem?
(    ) Apesar de Maria ainda não estar casada com José; todavia, eles se casariam no futuro, por isso José a abandonou.
(    ) A palavra profética fala da concepção virginal de CRISTO.
(    ) DEUS interveio sobrenaturalmente, a fim de que a virgem concebesse sem haver tido qualquer contato com um homem.
(    ) No entanto, havia uma dificuldade natural para que a profecia se cumprisse: como poderia uma donzela aparecer grávida numa sociedade crente em DEUS e conservadora como a judaica?
(    ) DEUS tudo providenciou para que a sua palavra se cumprisse.
(    ) Maria já estava casada; todavia, ainda não havia coabitado com José, seu marido.
 
17- Qual o local de nascimento de JESUS, profetizado?
(    ) Quando o anjo Gabriel anunciou a Maria o nascimento de JESUS, ela vivia em Nazaré.
(    ) Quando o anjo Gabriel anunciou a Maria o nascimento de JESUS, ela vivia em Belém, depois foi morar em Nazaré.
(    ) A palavra profética, porém, indica a cidade de Belém de Judá como o local do nascimento do Messias
(    ) Para isso, DEUS mobilizou o próprio imperador romano, César Augusto, para que baixasse um decreto, obrigando cada pessoa em Israel a alistar-se na cidade de seu nascimento.
(    ) Sendo José belemita, foi com Maria para Belém, ocasião em que ela deu à luz o Salvador.
 
18- Como se deu o massacre das crianças de Belém?
(    ) O brutal assassinato das crianças da região de Belém por ordem de César Augusto, foi o cumprimento de uma profecia de Jeremias.
(    ) O brutal assassinato das crianças da região de Belém por ordem de Herodes, o Grande, foi o cumprimento de uma profecia de Jeremias.
(    ) O brutal assassinato das crianças da região de Belém por ordem de Pilatos, o Grande, foi o cumprimento de uma profecia de Jeremias.
 
IV. PROFECIAS SOBRE AS OBRAS DE JESUS
19- Como era a visão messiânica em Moisés (vv.22,23)?
(     ) Moisés previu o sacrifício vicário de CRISTO.
(    ) O Novo Testamento revela que o povo judeu aguardava a vinda do Messias, conforme escrevera Moisés: "havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na Lei"
(    ) O apóstolo Paulo explicou: "dando testemunho, tanto a pequenos como a grandes, não dizendo nada mais do que os profetas e Moisés disseram que devia acontecer"
(    ) O apóstolo Pedro, na sua pregação na área externa do Templo, afirma que Moisés anunciou a vinda do Messias, e que a missão deste seria semelhante à do legislador dos hebreus - fazer a mediação entre o povo e DEUS.
 
20- Como foi prevista a vida e ministério de JESUS no AT?
(    ) O profeta Isaías anunciou que o Messias haveria de habitar em Nazaré, nos confins de Naftali; o Novo Testamento o confirma.
(    ) O profeta Zacarias predisse a sua entrada triunfal em Jerusalém, montado num jumento; os Evangelhos registram o referido acontecimento.
(    ) A palavra profética anuncia também a sua traição; seria traído por um amigo, ou seja, por Judas Iscariotes.
(    ) O profeta Isaías anunciou que o Messias haveria de habitar em Naftali, nos confins de Zebulon; o Novo Testamento o confirma.
 
21- Como foi previsto seu sofrimento, morte e ressurreição (vv. 18,26), no AT?
(    ) Já nos dias posteriores a Moisés seu sofrimento foi previsto por Jacó.
(    ) O Antigo Testamento anunciou com abundância de detalhes a paixão de CRISTO, principalmente o capítulo 53 de Isaías (ver Lição 5).
(    ) DEUS prometeu ressuscitá-lo da morte; os Evangelhos narram esse sublime acontecimento.
(    ) O apóstolo Pedro ressalta esse fato e o seu cumprimento, o qual tornou-se o tema principal da mensagem apostólica.
(    ) Seu retorno ao céu também estava na mensagem dos profetas e cumpriu-se 40 dias depois de sua ressurreição.
 
CONCLUSÂO
22- Complete:
JESUS é o começo e o fim do Antigo Testamento, cujos livros concentram-se no ________________________________. Ele é o ______________________ das Escrituras Sagradas. Tudo o que estudamos na presente lição prova de maneira consistente e robusta que é ______________________________ a alguém manipular tais circunstâncias, a fim de _________________________ o cumprimento das profecias bíblicas.
 
 
RESPOSTAS DO QUESTIONÁRIO EM http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm   
 
AJUDA
CPAD - http://www.cpad.com.br/ - Bíblias, CD'S, DVD'S, Livros e Revistas. BEP - BÍBLIA de Estudos Pentecostal.
VÍDEOS da EBD na TV, DE LIÇÃO INCLUSIVE - http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/videosebdnatv.htm  
BÍBLIA ILUMINA EM CD - BÍBLIA de Estudo NVI EM CD - BÍBLIA Thompson EM CD.  
Nosso novo endereço: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/
Veja vídeos em http://ebdnatv.blogspot.com, http://www.ebdweb.com.br/ - Ou nos sites seguintes: 4Shared, BauCristao, Dadanet, Dailymotion, GodTube, Google, Magnify, MSN, Multiply, Netlog, Space, Videolog, Weshow, Yahoo, Youtube.
 
 
Index
Estudos
EBD
Discipulado
Mapas
Igreja
Ervália
Corinhos
Figuras1
Figuras2
Vídeos
Fotos