Home
Estudos
EBD
Discipulado
 Mapas
Figuras1
 Figuras2
Fotos
Igreja
Link's
Corinhos
Download
 Eu
 
      
 
 
Quarto Trimestre de 2006
LIÇÃO 9 –SALVAÇÃO, O PLANO DE DEUS PARA A REDENÇÃO HUMANA
TEMA –As Verdades Centrais da Fé Cristã
COMENTARISTA : Claudionor Correia de Andrade
 
 
 
 
LIÇÃO 9 - SALVAÇÃO, O PLANO DE DEUS PARA A REDENÇÃO HUMANA  -  Soteriologia
Questionário 
RESUMO DA REVISTA
A PREDESTINAÇÃO
ELEIÇÃO
A HISTÓRIA DA NOSSA SALVAÇÃO
DESTINADOS PARA A SALVAÇÃO
PERGUNTAS SOBRE SALVAÇÃO
TRÊS VERDADES SOBRE A SALVAÇÃO
 
 
 
 
TEXTO ÁUREO
“Porque a graça de DEUS se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens” (Tt 2.11).
 
 
 
 
 
VERDADE PRÁTICA
A salvação oferecida por DEUS, através de CRISTO, é amorosamente inclusiva: contempla todos os seres humanos e não apenas um grupo ou nação.
 
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE: JOÃO 3.14-21
14 E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado,
15 para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
16 Porque DEUS amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
17 Porque DEUS enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de DEUS.
19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
20 Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz e não vem para a luz para que as suas obras não sejam reprovadas.
21 Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em DEUS.
 
 
O processo da Salvação
Salário:
Todos os seres humanos pecaram e mereciam um salário, um pagamento por isso, pois DEUS é justo e paga cada um segundo sua obra.
Rm 3.23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
Rm 5.12 Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.
Rm 6.23 Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.
1Pe 1.17 E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação,
O salário é o pagamento justo pelo trabalho feito, e em nosso caso, merecíamos todos morrer, tanto a morte física, como a de nossa alma, quanto de nosso espírito.
 
Dom:
A salvação do salário merecido se dá pela graça de DEUS que é favor imerecido:
Como uma mãe que vai visitar seu filho num presídio, filho que andava drogado, filho que lhe xingava e espancava, filho assassino e ladrão.
Essa mãe chega e abraça seu filho e lhe oferece o presente, mas o filho, surpreso e sem reação lhe diz: Mãe, como pode a senhora vir me visitar, me abraçar, me beijar e ainda me dar um presente, se eu a xingava e espancava, eu não mereço isso.
A mãe porém lhe diz: Não é pelo merecimento, meu filho, mas é pelo meu amor por você.
Aconteceu o mesmo entre o rei Davi e Mefibosete, filho de Jonatas, Davi lhe disse que o estava tratando bem e lhe dando uma herança, não por que ele merecesse, mas era pela aliança que tinha com seu pai, era por amor a seu pai.
Assim, DEUS, por meio de CRISTO faz aliança conosco, não por nossos méritos, mas pelo seu infinito amor e somente por causa do sacrifício de CRISTO em nosso lugar.
DEUS nos enviou o salvador para, por meio Dele, de seu sacrifício, pudéssemos ser livres dos nossos pecados e reconciliados com DEUS.
O dom é o presente dado sem merecimento.
1Tm 1.15 Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.
Rm 5.10 Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.
Rm 6.23 Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.
 
 
LEITURA DIÁRIA
 
Segunda
At 4.12
A salvação é obtida somente em nome de JESUS.
Terça
Rm 1.16
O Evangelho é poder de DEUS para a salvação.
Quarta
Rm 13.11
A salvação está mais perto de nós do que quando aceitamos a fé.
Quinta
2 Co 6.2
Eis o tempo aceitável, eis o tempo de salvação.
Sexta
1 Ts 5.9
DEUS não nos destinou para a ira, mas para a salvação.
Sábado
2 Tm 3.15
Sábios para a salvação.
 
 
 
OBJETIVOS: Após esta aula, seu aluno deverá estar apto a:
Conceituar a doutrina da salvação.
Descrever os objetivos da graça.
Explicar a predestinação bíblica.
 
PONTO DE CONTATO
Professor, a doutrina da salvação não deve ser apenas compreendida. É necessário que seja experimentada pelos seus alunos. Conhecer os profundos e confortadores ensinos concernente à redenção é um bálsamo para o peregrino cristão. No entanto, o conhecimento teórico de pouco adianta se a obra salvífica de CRISTO não for experimentada. Portanto, ministre a lição com objetividade, conhecimento da doutrina e amor pela conversão e salvação de seus alunos.
 
 
SÍNTESE TEXTUAL
A doutrina da salvação, chamada de Soteriologia, ocupa-se do estudo do plano salvífico (Ef 1.3-14), da obra de CRISTO (Rm 3.24-26), e da aplicação da salvação ao homem (Ef 2.8-10), de acordo com a Escritura. O termo procede do grego sōtēria, traduzido por “salvação”, “libertação” e “preservação”. Nos textos de Lc 1.69,71 e Hb 11.7, o vocábulo é usado com o sentido de “livrar ou preservar de um perigo eminente”. A palavra equivalente usada no Antigo Testamento é yeshû‘â (o nome JESUS no grego, procede desse termo hebraico, Mt 1.21), isto é, “salvação”, “livramento”. O termo hebraico é usado, em Gn 49.18, como referência à salvação do Senhor (ver Dt 32.15; 1 Sm 12.1), e, em Ez 37.23, com o significado de “livrar” dos pecados. Portanto, salvação, quer no Antigo ou Novo Testamento, significa libertação, livramento ou preservação de um perigo eminente.
 
 
 
 
ORIENTAÇÃO DIDÁTICA
Professor, antes que o homem pudesse pensar em DEUS, ele já estava presente no pensamento de DEUS. A Escritura em inúmeras passagens atribui a salvação a uma ação e iniciativa completamente divina: DEUS elege, predestina e chama (Ef 1.4,5, 18; 2.8-10; Rm 8. 28-30; Fp 2.15,16; 2 Ts 1.11; Hb 3.1; 2 Pe 1.10). No entanto, é necessário que o homem responda positivamente a vocação celeste: recebendo-o (Jo 1.12), crendo (Jo 3.16), indo ao encontro dEle (Jo 6.37), invocando-o (Rm 10.13), entre outros. A obra inicial do ESPÍRITO SANTO, a fim de que o pecador seja salvo, é convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8-11). Portanto, há um completo envolvimento da deidade e do homem na salvação. O gráfico a seguir representa esses conceitos. Apresente aos alunos após o tópico III.
 
 
 
 
 
 
RESUMO DA REVISTA: (Utilizando os títulos da revista da CPAD atual  e os comentários da revista da CPAD de 18/02/2001 - Pr. Elienai Cabral)
Lembrando que esses complemento são para auxílio dos alunos e professores, que deverão ter como base de seus ensinos a revista da CPAD 4º trimestre de 2006.
 
 
COMENTÁRIO
INTRODUÇÃO
Veremos o que a Bíblia ensina acerca da salvação; é um tema que se estende do Gênesis ao Apocalipse.
Salvação é uma palavra de amplo sentido, que abrange todos os atos e processos redentores, a saber: justificação, redenção, graça,
propiciação, imputação, perdão, santificação e glorificação. A salvação procede de Deus e não do homem. Foi concebida por Deus o Pai,
consumada por Jesus o Filho, e oferecida ao crente por intermédio do Espírito Santo. O homem não teve participação alguma no plano de
salvação. Resta-lhe apenas aceitar o Dom de Deus. Tão logo o homem pecou, Deus anunciou seu projeto para salvá-lo (Gn 3.15).
Salvação é palavra de profundo significado e de infinito alcance. Muitos têm uma concepção bastante pobre da inefável salvação consumada por Jesus, o que às vezes reflete numa vida espiritual descuidada e negligente, onde falta aquele amor ardente e total por Jesus, e busca constante de sua comunhão.
Salvação não significa apenas livramento da condenação do Inferno. Ela abarca todos os atos e processos redentores e transformadores da
parte de Deus para com o homem e o mundo através de Jesus, o Redentor, nesta vida e na outra.
A salvação é o resultado da redenção efetuada por Jesus, o meio que Deus proveu para livrar o homem de seus pecados. Salvação é o usufruto
desse livramento.
A doutrina da salvação diz respeito ao plano divino para restaurar o homem do pecado e, conseqüentemente, livrá-lo da condenação eterna.
Cristo é o único caminho ao Pai. A salvação nos é concedida mediante a graça de Deus, manifesta em Cristo Jesus e está baseada na morte,
ressurreição, e exaltação do Filho de Deus.
A doutrina em apreço pode ser estudada sob os vários aspectos da salvação.
 
Neste domingo, veremos o que a Bíblia ensina acerca da salvação; é um tema que se estende do Gênesis ao Apocalipse.
 
 
 
 
I. O QUE É A SALVAÇÃO
1. Definição etimológica. Sōtēria, além de salvação, traz as seguintes significações: “libertação, Livramento do poder e da maldição do pecado. Restituição do homem à plena comunhão com DEUS” (Dicionário Teológico).
2. Definição teológica. DEUS ofereceu o seu Unigênito para salvar pela graça, por intermédio da fé, os que o aceitam como o único e suficiente Salvador (Ef 2.8-10).
 
 
 
 
II. A GRAÇA DE DEUS NA SALVAÇÃO DO HOMEM
Agostinho realça a doutrina da graça divina: “A graça de DEUS não encontra homens aptos para a salvação, mas torna-os aptos a recebê-la”.
1. Definição etimológica. Favor imerecido.
2. Definição teológica. Aceitar e a usufruir, de imediato, das bênçãos do Plano de Salvação (Ef 2.8,9).
3. Objetivos da graça de DEUS. 1) salvar o homem da condenação do pecado; e 2) restringir a ação deste pecado.
 
 
 
 
III. ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO
1. Eleição (Ef 1.4,5). Antes mesmo de o Universo ter sido criado.
 
 Ef 1.4,5 “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade, e nos predestinou para filhos de adoção por JESUS CRISTO, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade.”
ELEIÇÃO. A escolha por DEUS daqueles que crêem em CRISTO é uma doutrina importante (ver Rm 8.29-33; 9.6-26; 11.5, 7, 28; Cl 3.12; 1Ts 1.4; 2Ts 2.13; Tt 1.1). A eleição (gr. eklegoe) refere-se à escolha feita por DEUS, em CRISTO, de um povo para si mesmo, a fim de que sejam santos e inculpáveis diante dEle (cf. 2Ts 2.13). Essa eleição é uma expressão do amor de DEUS, que recebe como seus todos os que recebem seu Filho JESUS (Jo 1.12). A doutrina da eleição abarca as seguintes verdades: 
(1) A eleição é cristocêntrica, i.e., a eleição de pessoas ocorre somente em união com JESUS CRISTO. DEUS nos elegeu em CRISTO para a salvação (1.4; ver v. 1). O próprio CRISTO é o primeiro de todos os eleitos de DEUS. A respeito de JESUS, DEUS declara: “Eis aqui o meu servo, que escolhi” (Mt 12.18; cf. Is 42.1,6; 1Pe 2.4). Ninguém é eleito sem estar unido a CRISTO pela fé.
(2) A eleição é feita em CRISTO, pelo seu sangue; “em quem [CRISTO]... pelo seu sangue” (1.7). O propósito de DEUS, já antes da criação (1.4), era ter um povo para si mediante a morte redentora de CRISTO na cruz. Sendo assim, a eleição é fundamentada na morte sacrificial de CRISTO, no Calvário, para nos salvar dos nossos pecados (At 20.28; Rm 3.24-26).
(3) A eleição em CRISTO é em primeiro lugar coletiva, i.e., a eleição de um povo (1.4,5, 7, 9; 1Pe 1.1; 2.9). Os eleitos são chamados “o seu [CRISTO] corpo” (1.23; 4.12), “minha igreja” (Mt 16.18), o “povo adquirido” por DEUS (1Pe 2.9) e a “noiva” de CRISTO (Ap 21.9). Logo, a eleição é coletiva e abrange o ser humano como indivíduo, somente à medida que este se identifica e se une ao corpo de CRISTO, a igreja verdadeira (1.22,23; ver Robert Shank, Elect in the Son (Eleitos no Filho). É uma eleição como a de Israel no AT (ver Dt 29.18-21; 2Rs 21.14).
(4) A eleição para a salvação e a santidade do corpo de CRISTO são inalteráveis. Mas individualmente a certeza dessa eleição depende da condição da fé pessoal e viva em JESUS CRISTO, e da perseverança na união com Ele. O apóstolo Paulo demonstra esse fato da seguinte maneira: 
(a) O propósito eterno de DEUS para a igreja é que 
sejamos “santos e irrepreensíveis diante dele” (1.4). Isso se refere tanto ao perdão dos pecados (1.7) como à santificação e santidade. O povo eleito de DEUS está sendo conduzido pelo ESPÍRITO SANTO em direção à santificação e à santidade (ver Rm 8.14; Gl 5.16-25). O apóstolo enfatiza repetidas vezes o propósito supremo de DEUS (ver 2.10; 3.14-19; 4.1-3, 13,14; 5.1-18). 
(b) O cumprimento desse propósito para a igreja como corpo não falhará: CRISTO a apresentará “a si mesmo igreja gloriosa... santa e irrepreensível” (5.27). 
(c) O cumprimento desse propósito para o crente como indivíduo dentro da igreja é condicional. CRISTO nos apresentará “santos e irrepreensíveis diante dele” (1.4), somente se continuarmos na fé. A Bíblia mostra isso claramente: CRISTO irá “vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis, se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé e não vos moverdes da esperança do evangelho” (Cl 1.22,23).
(5) A eleição para a salvação em CRISTO é oferecida a todos (Jo 3.16,17; 1Tm 2.4-6; Tt 2.11; Hb 2.9), e torna-se uma realidade para cada pessoa consoante seu prévio arrependimento e fé, ao aceitar o dom da salvação em CRISTO (2.8; 3.17; cf. At 20.21; Rm 1.16; 4.16). Mediante a fé, o ESPÍRITO SANTO admite o crente ao corpo eleito de CRISTO (a igreja) (1 Co 12.13), e assim ele torna-se um dos eleitos. Daí, tanto DEUS quanto o homem têm responsabilidade na eleição (ver Rm 8.29; 2Pe 1.1-11).
 
2. Predestinação. Basta o homem receber a CRISTO para desfrutar, de imediato, dos benefícios da eleição e da predestinação.
 
A PREDESTINAÇÃO. A predestinação (gr. proorizo) significa “decidir de antemão” e se aplica aos propósitos de DEUS inclusos na eleição. A eleição é a escolha feita por DEUS, “em CRISTO”, de um povo para si mesmo (a igreja verdadeira). A predestinação abrange o que acontecerá ao povo de DEUS (todos os crentes genuínos em CRISTO).
(1) DEUS predestina seus eleitos a serem: 
(a) chamados (Rm 8.30); 
(b) justificados (Rm 3.24; 8.30); 
(c) glorificados (Rm 8.30); 
(d) conformados à imagem do Filho (Rm 8.29); 
(e) santos e inculpáveis (1.4); 
(f) adotados como filhos (1.5); 
(g) redimidos (1.7); 
(h) participantes de uma herança (1.14); 
(i) para o louvor da 
sua glória (1.12; 1Pe 2.9); 
(j) participantes do ESPÍRITO SANTO (1.13; Gl 3.14); e 
(l) criados em CRISTO JESUS 
para boas obras (2.10).
(2) A predestinação, assim como a eleição, refere-se ao corpo coletivo de CRISTO (i.e., a verdadeira igreja), e abrange indivíduos somente quando inclusos neste corpo mediante a fé viva em JESUS CRISTO (1.5, 7, 13; cf. At 2.38-41; 16.31).

RESUMO. No tocante à eleição e predestinação, podemos aplicar a analogia de um grande navio viajando para o céu. DEUS escolhe o navio (a igreja) para ser sua própria nau. CRISTO é o Capitão e Piloto desse navio. Todos os que desejam estar nesse navio eleito, podem fazê-lo mediante a fé viva em CRISTO. Enquanto permanecerem no navio, acompanhando seu Capitão, estarão entre os eleitos. Caso alguém abandone o navio e o seu Capitão, deixará de ser um dos eleitos. A predestinação concerne ao destino do navio e ao que DEUS preparou para quem nele permanece. DEUS convida todos a entrar a bordo do navio eleito mediante JESUS CRISTO.
 
 
SE HOUVESSEM PREDESTINADOS  A SALVOS E OUTROS A PERDIDOS NÃO HAVERIA NECESSIDADE DE PREGAÇÃO DO EVANGELHO.
 
 
 
 
 
IV. A REGENERAÇÃO
1. Definição etimológica. Gerar de novo, nascer outra vez.
2. Definição teológica. Concede gratuitamente ao pecador uma nova vida espiritual através dos méritos de CRISTO.
3. A necessidade da regeneração. Para se entrar no céu (Jo 3.3); para se resistir ao pecado (1 Jo 3.9); para se ter uma vida de retidão (1 Jo 2.29).
O termo "regeneração", como o temos em Tito 3.5 refere-se à renovação espiritual do indivíduo. Significa ser gerado novamente; receber nova vida, reconstruir, restaurar, reviver.
É a ação poderosa, criativa, decisiva e instantânea do Espírito Santo, mediante a qual Ele recria a natureza interior do pecador arrependido.
Existem várias expressões bíblicas que esclarecem o sentido de regeneração.
*Novo Nascimento.
a) O que significa nascer de novo? Sobre esse aspecto da salvação Jesus asseverou a Nicodemos: "Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus" (Jo 3.3). Jesus salientou a necessidade mais profunda dos homens: uma mudança radical e completa da totalidade da natureza e do caráter. Este milagre é operado no espírito do ser humano, através do qual este é recriado de conformidade com a imagem divina. Aquele que realmente nasceu de novo está liberto da escravidão do pecado e passa a ter desejo e disposição de obedecer a Deus e seguir as orientações do Espírito Santo.
b) O que não significa novo nascimento. Primeiro, não se realiza pela vontade e participação humana (Jo 1.13). Segundo, não depende de esforços humanos (Tt 3.5; Ef 2.8,9). Isto é, não há nada que o homem possa fazer por si mesmo ou pelos outros. Terceiro, não é o batismo em águas. O batismo em águas pode simbolizar a regeneração, mas não a produz. Quarto, não é a prática de boas obras (Tt 3.5).
*Nova criação (2 Co 5.17; Gl 6.15; Ef 2.10). Mediante a palavra criativa de Deus, os que aceitam a Jesus Cristo pela fé, são feitos novas criaturas. O crente é uma criatura renovada segundo a imagem de Deus, que compartilha da sua glória. Em relação à primeira criação material, o homem está caído e morto, porém, na segunda, a espiritual, ele é renovado pelo Espírito Santo.
*Renovação (Tt 3.5; Cl 3.10). A "renovação do Espírito Santo" refere-se à outorga constante da vida divina aos crentes à medida que se submetem a Deus (Rm 12.2).
*Ressurreição espiritual (Ef 2.5,6). É preciso morrer para o mundo e ressuscitar para uma nova vida em Cristo. A Palavra de Deus diz que os que recebem a Cristo morrem e são sepultados com Ele, para ressuscitarem em novidade de vida (Rm 6.2-7).
 
 
 
 
 
 
V. A JUSTIFICAÇÃO
1. Definição etimológica. Significa, declarar justo pelos méritos de CRISTO.
2. Definição teológica. Declarar alguém justo, como se este jamais houvera cometido quaisquer iniqüidades.
3. Benefícios da justificação. 1) Novo relacionamento com a Lei (At 13.39); 2) Novo relacionamento com DEUS (Rm 5.1,9).
Definição. "Justificação" é o ato de Deus declarar justo o pecador que pela fé aceita Jesus por seu Salvador (Rm 5.1,33). Tal pessoa passa a ser vista por Deus como se jamais tivera pecado em toda a sua vida. Deus declara o pecador livre de toda a culpa do pecado e de suas conseqüências eternas.
Os benefícios da justificação. A justificação nos concede inúmeras bênçãos divinas. Para o estudo desta lição destacaremos apenas três:
a) Remissão dos pecados. O apóstolo Paulo quando pregou na sinagoga de Antioquia da Pisídia fez a seguinte declaração: "Seja-vos notório, varões irmãos, que por este se vos anuncia a remissão dos pecados. E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que crê" (At 13.38,39). Cristo ao cumprir toda a lei que o homem não pôde cumprir, possibilitou ao homem ser plenamente justificado.
b) Restauração da graça de Deus. A justificação tem sua origem na livre graça de Deus (Rm 3.24). Graça é o favor divino dispensado ao homem sem que ele mereça. Mediante o pecado o homem perdeu a proteção divina e passou a viver sob a justa ira divina (Jo 3.36; Rm 1.18). A ira de Deus representa a reação automática de sua santidade contra o pecado. Porém, ao aceitar a Cristo pela fé, o pecador é por Deus justificado, ficando assim, livre da ira divina (Rm 5.9).
c) Imputação da justiça de Cristo. A graça de Deus só foi possível mediante a provisão da justiça de Cristo. Justificação significa mudança de posição perante Deus: de condenado que era, o homem passa a ser considerado justo. Como isso ocorre? A justiça de Cristo é creditada à nossa conta espiritual (Rm 3.24-28; 1 Co 1.30).
 
 
 
 
VI. A ADOÇÃO
1. Definição etimológica. Significa colocar na posição de filho.
2. Definição teológica. A partir desse momento, passa esse alguém, mediante o sacrifício de CRISTO no Calvário, a desfrutar de todos os privilégios que DEUS preparou àqueles que aceitam a CRISTO como único e suficiente Salvador.
3. Os privilégios da adoção. O crente é considerado como filho do Pai Celeste (1 Jo 3.2); como irmão de JESUS (Hb 2.11); como herdeiro dos céus (Rm 8.17).
 
ADOTA: RECEBIDO NA FAMÍLIA DE DEUS COM PRIVILÉGIOS DE FILHO.
Ef 2. 19 Assim, pois, não sois mais estrangeiros, nem forasteiros, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de DEUS,
Hb 2. 10 Porque convinha que aquele, para quem são todas as coisas, e por meio de quem tudo existe, em trazendo muitos filhos à glória, aperfeiçoasse pelos sofrimentos o autor da salvação deles.
11 Pois tanto o que santifica como os que são santificados, vêm todos de um só; por esta causa ele não se envergonha de lhes chamar irmãos,
12 dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, cantar-te-ei louvores no meio da congregação.
13 E outra vez: Porei nele a minha confiança. E ainda: Eis-me aqui, e os filhos que DEUS me deu.
14 Portanto, visto como os filhos são participantes comuns de carne e sangue, também ele semelhantemente participou das mesmas coisas, para que pela morte derrotasse aquele que tinha o poder da morte, isto é, o Diabo;
15 e livrasse todos aqueles que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à escravidão.
16 Pois, na verdade, não presta auxílio aos anjos, mas sim à descendência de Abraão.
17 Pelo que convinha que em tudo fosse feito semelhante a seus irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e fiel nas coisas concernentes a DEUS, a fim de fazer propiciação pelos pecados do povo.
18 Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.  
 
 
 
 
 
VII. A SANTIFICAÇÃO
1. Definição etimológica. Separação do mundo e consagração a DEUS.
2. Definição teológica. Consagrar-se totalmente a DEUS e ao serviço de seu Reino.
3. A santificação é um processo. O homem, continuamente, torna-se, pela ação do ESPÍRITO SANTO, mais parecido com DEUS.
4. Os propósitos da santificação. Identificar-se com o seu Criador (Lv 19.2; Gl 2.19) e Dedicar-se ao serviço de DEUS (Êx 19.6).
5. Os meios da santificação. A Palavra (Jo 17.17); o sangue de JESUS (Hb 13.12); o ESPÍRITO SANTO (2 Ts 2.13); a fé em DEUS (At 26.18).
 
O termo "santificação" significa "tornar-se santo", "consagrar-se", "separar-se do mundo", para pertencer a Deus, ter comunhão com Ele e servi-Lo com alegria.
É através do processo de santificação que o homem regenerado passa a ter um relacionamento íntimo com Deus em sua vida diária.
*Os sentidos da santificação. Santificação tem o sentido genérico de separação, dedicação, consagração de pessoas ou coisas para uso exclusivo do Senhor (Êx 13.2; Jr 1.5; Lv 27.14,16; 2 Cr 29.19).
Em se tratando de santificação do crente, dois sentidos principais fluem da Palavra de Deus.
a) Separação do mal, para pertencer a Deus (Lv 20.26). É chamado de aspecto negativo da santificação, porque ocupa-se de "não farás isso; não farás aquilo" etc.
b) Separação para servir a Deus; dedicação a Deus, para seu serviço (Êx 19.5,6). É chamado de aspecto positivo da santificação, porque ocupa-se de fazer o que Deus ordena quanto à santificação (2 Co 7.1; Ap 22.11; Pv 4.18; 1 Ts 5.23).
*Os meios da santificação.
a) O crente é santificado pela Palavra de Deus (Jo 17.17). A Palavra tem poder purificador (Ef 5.26); ela nos corrige (1 Pe 1.22; Sl 119.9; Jo 17.17; 1 Jo 1.7); ela penetra profundamente (Hb 4.12).
b) O crente é santificado pelo sangue de Jesus (Hb 13.12). O sangue de Jesus expiou a nossa culpa, nos justificou diante de Deus (Rm 3.24,25), e também é a provisão da nossa santificação diária (Rm 7.18; 8.7,13; 1 Jo 1.7).
c) O crente é santificado pelo Espírito Santo (Rm 1.4; 15.16). Essa obra do Espírito manifesta-se pelo poder e a unção que garantem ao crente a vitória sobre a carne (Rm 8.13; Gl 5.17-21).
 
 
CONCLUSÃO
Como é maravilhoso experimentar a salvação em CRISTO JESUS! Todavia, o melhor está por vir. Quando Ele voltar para buscar a sua Igreja, haveremos de experimentar a salvação em toda a sua plenitude. Conforme ensina o apóstolo Paulo, os salvos seremos transformados num abrir e fechar de olhos ante o toque da última trombeta. E, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Aleluia! Você já experimentou a salvação? Aceite a CRISTO imediatamente.
 
 
AUXÍLIOS SUPLEMENTARES
Subsídio Teológico
 
“O Alcance da Salvação.
1. A salvação é para o mundo inteiro. Através do sacrifício perfeito de CRISTO, todos os habitantes da terra foram representados, e os seus pecados foram potencialmente perdoados. CRISTO ‘é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro’ (1 Jo 2.2).
2. A salvação é para os que crêem. Apesar de CRISTO haver morrido pelos pecados do mundo inteiro, há um sentido em que a expiação é uma provisão divina feita especialmente por aqueles que crêem. Paulo apresenta JESUS CRISTO como o ‘Salvador de todos os homens, especialmente dos fiéis’ (1 Tm 4.10). Deste modo, apesar de a salvação estar à disposição de toda a humanidade, de forma experimental ela se aplica exclusivamente àqueles que crêem.
3. Alguns abandonarão a salvação. A Bíblia dá a entender que muitos daqueles pelos quais CRISTO morreu, aceitarão a sua provisão salvadora, mas depois abandonarão, perdendo com isto o direito à vida eterna [...]”
(OLIVEIRA, R. de. As grandes doutrinas da Bíblia. 7.ed., Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p.217-8.)
 
 
Subsídio Bibliológico - comentários da revista da CPAD de 18/02/2001 - Pr. Antônio Gilberto)
"A regeneração tem lugar naquele que se arrepende dos seus pecados, volta-se para Deus (Mt 3.2) e coloca a sua fé pessoal em Jesus Cristo
como seu Senhor e Salvador.
"A regeneração envolve a mudança da velha vida de pecado em uma nova vida de obediência a Jesus Cristo (2 Co 5.17; Ef 4.23,24; Cl 3.10). Aquele que realmente nasceu de novo está liberto da escravidão do pecado, e passa a ter desejo e disposição espiritual de obedecer a Deus e de seguir a direção do Espírito (Rm 8.13,14). Vive uma vida de retidão (1 Jo 2.29), ama aos demais crentes (1 Jo 4.7), evita uma vida de pecado (1 Jo 3.9; 5.18) e não ama o mundo (1 Jo 2.15,16).
"Quem é nascido de Deus não pode fazer do pecado uma prática habitual na sua vida. Não é possível permanecer nascido de novo sem o desejo sincero e o esforço vitorioso de agradar a Deus e de evitar o mal (1 Jo 2.3-11, 15-17, 24-29; 3.6-24; 4.7, 8, 20; 5.1), mediante uma comunhão profunda com Cristo e a dependência do Espírito Santo (Rm 8.2.14).
"Aqueles que continuam vivendo na imoralidade e nos caminhos pecaminosos do mundo, seja qual for a religião que professem, demonstram que ainda não nasceram de novo (1 Jo 3.6,7).
"Assim como uma pessoa nasce do Espírito ao receber a vida de Deus, também pode extinguir essa vida ao enveredar pelo mal e viver em iniqüidade. As Escrituras afirmam: 'se viverdes segundo a carne, morrereis' (Rm 8.13). Ver também Gl 5.19-21, atentando para a expressão 'como já antes vos disse' (v.21).
"O nosso nascimento não pode ser equiparado ao nascimento físico, pois o relacionamento entre Deus e o salvo é questão do espírito e não da carne (3.6). Logo, embora a ligação física entre um pai e um filho nunca possa ser desfeito, o relacionamento de pai para filho, que Deus quer manter conosco, é voluntário e dissolúvel durante nosso período probatório na terra. Nosso relacionamento com Deus é condicionado pela nossa fé em Cristo durante nossa vida terrena; fé esta demonstrada numa vida de obediência e amor sinceros (Hb 5.9; 2 Tm 2.12)". (Bíblia de Estudo Pentecostal, CPAD, pág. 1576).
 
 
Questionário da LIÇÃO 9 - SALVAÇÃO, O PLANO DE DEUS PARA A REDENÇÃO HUMANA 
Por Ev.Luiz Henrique - www.apazdosenhor.org.br/estudos_biblicos
 Para responder às perguntas deverão ter como base a revista da CPAD 4º trimestre de 2006 - Jovens e Adultos.
 
 
TEXTO ÁUREO
1- Complete:
“Porque a __________________de Deus se há manifestado, trazendo ____________________ a todos os ________________” (Tt 2.11).
 
VERDADE PRÁTICA
2- Complete:
A salvação oferecida por _________________, através de _______________, é amorosamente inclusiva: contempla todos os seres ________________ e não apenas um grupo ou nação.
 
I. O QUE É A SALVAÇÃO
3- Dê a definição etimológica da palavra "Salvação": Complete:
Na língua original do Novo Testamento, a palavra __________________, além de salvação, traz as seguintes significações:
“__________________ de um perigo iminente.
___________________ do poder e da maldição do pecado.
___________________ do homem à plena comunhão com Deus” (Dicionário Teológico).
 
4- Dê a definição teológica da palavra "Salvação": Complete:
Doutrina segundo a qual, Deus, em seu insondável ____________, ofereceu o seu Unigênito para _____________ pela graça, por intermédio da _______, os que o aceitam como o único e suficiente Salvador (Ef 2.8-10).
 
II. A GRAÇA DE DEUS NA SALVAÇÃO DO HOMEM
5- Complete:
Agostinho realça a doutrina da ______________divina: “A graça de _____________ não encontra homens aptos para a ___________________, mas torna-os aptos a recebê-la”.
 
6- Dê a definição etimológica da palavra "Graça": Complete:
Tanto a palavra hebraica _____________, quanto a grega _______________, trazem a idéia de favor ____________________. Esta é a mais universal e clássica definição de graça.
 
7- Dê a definição teológica da palavra "Graça": Complete:
A graça, portanto, é o favor _________________________ que Deus, gratuitamente, _________________________ à raça humana, capacitando-nos a compreender, a aceitar e a usufruir, de imediato, das ____________________do Plano de Salvação (Ef 2.8,9).
 
8- Quais são os objetivos da graça de Deus? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Salvar o homem da condenação do pecado.
(  ) Restringir a ação do pecado.
(  ) Condenar o homem pelo seu pecado.
 
III. ELEIÇÃO E PREDESTINAÇÃO
9- Quando fomos Eleitos para a salvação? Marque com "X" a resposta correta:
(  ) Antes mesmo de o Universo ter sido criado.
(  ) Quando JESUS morreu na cruz, no calvário.
(  ) Quando aceitamos a CRISTO como salvador e senhor.
 
10- Quando somos Predestinados para a salvação, para a vida eterna? Marque com "X" a resposta correta:
(  ) Antes mesmo de o Universo ter sido criado.
(  ) Logo após receber a Cristo com Salvador e Senhor.
(  ) Quando JESUS morreu na cruz, no calvário.
 
IV. A REGENERAÇÃO
11- Dê a definição etimológica da palavra "Regeneração": Complete:
A palavra regeneração significa ________________ de _______________, _________________ outra vez.
 
12- Dê a definição teológica da palavra "Regeneração": Complete:
A regeneração é a obra fundamental e instantânea de Deus que concede _________________________ ao pecador uma _______________ vida espiritual através dos méritos de ______________________.
 
13- Qual a necessidade da regeneração? Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) É necessária para se arrepender do pecado.
(  ) É necessária para se resistir ao pecado.
(  ) É necessária para se ter uma vida de retidão.
(  ) É necessária para se entrar no céu.
 
V. A JUSTIFICAÇÃO
14- Dê a definição etimológica da palavra "Justificação": Complete:
A palavra justificação é oriunda do _______________ tsādēq e do grego dikaios. Significa, ________________justo pelos méritos de _________________.
 
15- Dê a definição teológica da palavra "Justificação": Complete:
Justificação é um termo forense e traz esta rica conotação: ________________ alguém justo, como se este jamais houvera cometido quaisquer iniqüidades. Logo: é mais do que absolvição; é colocar o _________________________arrependido no lugar de ___________________.
 
16- Cite alguns benefícios da justificação: Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Um novo viver sob a Lei.
(  ) Um novo relacionamento com Deus.
(  ) Uma nova concepção sobre a própria culpa.
(  ) Uma nova perspectiva quanto ao futuro.
(  ) Um novo relacionamento com a Lei.
 
VI. A ADOÇÃO
17- Dê a definição etimológica da palavra "Adoção": Complete:
A palavra adoção, considerada literalmente, significa _________________ na _________________ de _________________.
 
18- Dê a definição teológica da palavra "Adoção": Complete:
No Novo Testamento, o vocábulo descreve o ato pelo qual Deus recebe, como filho, alguém que, ___________________e espiritualmente, não desfruta do direito de tê-lo como _______________. A partir desse momento, passa esse alguém, mediante o sacrifício de Cristo no Calvário, a desfrutar de todos os privilégios que Deus preparou àqueles que aceitam a Cristo como único e suficiente Salvador. O termo __________________encontra-se apenas nas epístolas paulinas (Rm 8.15, 23; 9.4; Gl 4.5; Ef 1.5).
 
19- Quais são os privilégios da adoção? Complete:
Adotado por Deus, o crente é considerado como _________________ do _______________ Celeste (1 Jo 3.2); como irmão de Jesus (Hb 2.11); como herdeiro dos céus (Rm 8.17). De igual modo, é libertado do medo (Rm 8.15) e desfruta de segurança e certeza de vida ________________ (Gl 4.5,6).
 
VII. A SANTIFICAÇÃO
20- Dê a definição etimológica da palavra "Santificação": Complete:  
A palavra santificação, nos seus dois principais termos das Sagradas Escrituras (qōdesh, no A.T, e _________________, no N.T), significam: _______________do mundo e __________________________ a Deus.
 
21- Dê a definição teológica da palavra "Santificação": Complete:
Tendo por base a graça divina, a santificação leva o crente a ___________________-se do mundo, de sua filosofia de vida e de suas vis concupiscências, a fim de ______________________-se totalmente a Deus e ao _______________________de seu Reino.
 
22- O que é a santificação? Marque com "X" a resposta correta:
(  ) É um processo, através do qual o homem, pelos seus esforços próprios, torna-se, cada dia, mais parecido com Deus.
(  ) É um processo, através do qual o homem, no futuro, no céu, tornar-se-á, pela ação do Espírito Santo, mais parecido com Deus.
(  ) É um processo, através do qual o homem, continuamente, torna-se, pela ação do Espírito Santo, mais parecido com Deus.
 
23- Cite alguns propósitos da santificação: Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) Levar o homem a identificar-se com o seu Criador.
(  ) Constranger o homem a dedicar-se ao serviço de Deus.
(  ) Levar o homem a ser igual a DEUS.
 
24- Cite alguns meios da santificação: Coloque "V" para Verdadeiro e "F" para Falso:
(  ) A religiosidade humana.
(  ) A Palavra.
(  ) O sangue de Jesus.
(  ) Uma vida de penitências.
(  ) O Espírito Santo.
(  ) A fé em Deus.
 
 
                                    
 
A HISTÓRIA DA NOSSA SALVAÇÃO
  INTRODUÇÃO:
O APÓSTOLO PAULO EM Ef 2.1-10 NOS MOSTRA OS TRÊS TEMPOS DA NOSSA SALVAÇÃO: PASSADO, PRESENTE E FUTURO. O QUE ÉRAMOS, O QUE SOMOS E O QUE SEREMOS EM CRISTO JESUS. É COMO SE JÁ ESTIVÉSSEMOS NO CÉU COM DEUS, FAZENDO UMA RETROSPECTIVA DE NOSSA EXISTÊNCIA.
 
  1. NO PASSADO, O QUE ÉRAMOS:
ANTES DE ACEITARMOS A CRISTO, COMO ÉRAMOS? ESSE É O NOSSO PASSADO. TANTO PARA QUEM NASCEU NUM LAR EVANGÉLICO, COMO PARA QUEM NUNCA OUVIU FALAR DO EVANGELHO, NÃO IMPORTA, TODOS PECARAM E DESTITUÍDOS ESTÁVAMOS DA GLÓRIA.
1.1     ESTÁVAMOS MORTOS EM OFENSAS E EM PECADOS (V.1)
MORTE=SEPARAÇÃO DE DEUS
INÍCIO DA MORTE NA TERRA = ADÃO (VER Gn 3 = O PECADO E Gn 5 FILHO DE ADÃO = IMAGEM DE ADÃO.)
DAÍ EM DIANTE AS MORTES SE MANIFESTAM = MORTE ESPIRITUAL (ESPÍRITO SEPARADO DE DEUS = MORTO PARA DEUS), MORAL (ALMA = SÓ QUER APRENDER E FAZER O QUE É CONTRÁRIO A DEUS) E FÍSICA (CORPO = SÓ QUER FAZER O QUE LHE DÁ PRAZER = COMER,BEBER, DORMIR E SEXO).
OS PECADOS SÃO FRUTOS DO PECADO QUE HERDAMOS DE ADÃO, SÃO OFENSAS A DEUS, SÃO DELITOS QUE MERECEM CASTIGO, MERECEM PUNIÇÃO.
1.2     ANDÁVAMOS SEGUNDO O CURSO DO MUNDO (V.2)
É SEGUIR CONFORME O PENSAMENTO HUMANO, É O VIVER SEGUNDO A MODA, MODA ESTA QUE É DIRECIONADA E PLANEJADA POR SATANÁS, ATRAVÉS DE SEUS SÚDITOS, PRINCIPALMENTE LÉSBICAS E GAYS (COSTUREIROS E MARCHANDS).
1.3     FAZÍAMOS A VONTADE DA CARNE (V.3)
É A NATUREZA INCLINADA AO PECADO, QUE ATENDE AOS DESEJOS (CONCUPICÊNCIA) DEGRADANTES DO PECADO. É A VONTADE SUBJUGADA AO PECADO. A CARNE COBIÇA CONTRA O ESPÍRITO.
1.4     ÉRAMOS FILHOS DA IRA (V.3)
A IRA DE DEUS É UMA REAÇÃO NATURAL E AUTOMÁTICA DE SUA SANTIDADE CONTRA O PECADO. É UMA BARREIRA ESPIRITUAL QUE SUA NATUREZA SANTA E ETERNA MANTÉM CONTRA O PECADO. ASSIM COMO DEUS AMA, ELE CASTIGA E REPREENDE A QUEM ELE AMA E ABORRECE AQUELE QUE O ABORRECE E LHE É INFIEL.
 
  1. NO PRESENTE, O QUE SOMOS:
DEPOIS QUE ACEITAMOS A JESUS CRISTO COMO SENHOR E SALVADOR, O QUE SOMOS? ESSE É O NOSSO PRESENTE. É SÓ PARA CRENTES  SALVOS.
2.1     SOMOS FILHOS DA MISERICÓRDIA DE DEUS (V.4)
É O CONTRÁRIO DE IRA DE DEUS. É TER DÓ, COMISERAÇÃO PELA MISÉRIA DE OUTREM. A PALAVRA DEUS MUDA TUDO NA VIDA DE QUALQUER QUE SE CHEGA A ELE. SUA MISERICÓRDIA É INDESCRITÍVEL.
 
2.2     FOMOS VIVIFICADOS EM CRISTO (V.5)
ANTES, ESTÁVAMOS MORTOS NO PECADO, SEPARADOS DE DEUS; AGORA ESTAMOS VIVOS POR CAUSA DA MORTE DE CRISTO EM NOSSO LUGAR; ASSIM COMO O PODER DE DEUS VIVIFICOU A CRISTO NÓS TAMBÉM MORREMOS COM CRISTO E RESSUSCITAMOS PARA UMA NOVA VIDA, AGORA, VIVOS PARA DEUS, MORTOS PARA O PECADO. SAÚDE ESPIRITUAL=AMOR, GRAÇA E MISERICÓRDIA.
 
2.3     TEMOS UMA NOVA CIDADANIA COM DEUS (V.6)
ANTES CANSADOS DO PECADO, AGORA DESCANSO, ASSENTADOS NOS LUGARES CELESTIAIS.
CIDADÃOS TÊM NORMAS = CONSTITUIÇÃO, NÓS COMO CIDADÃOS DOS CÉUS TEMOS NORMAS = BÍBLIA
O CRISTÃO VERDADEIRO E AUTÊNTICO VIVE SOB ESSE NOVO GOVERNO (DE DEUS) E NÃO SE CONFORMA COM ESTE MUNDO DE CORRUPÇÃO.
 
2.4   SOMOS FEITURA DE DEUS (V.10)
A TRANSFORMAÇÃO OPERADA PELO ESPÍRITO SANTO NA VIDA DO PECADOR O RECRIA ESPIRITUALMENTE, NÃO QUER DIZER QUE RETIRA O ESPÍRITO DO HOMEM E COLOCA OUTRO NOVO, MAS FICA TÃO PERFEITO QUE PARECE QUE É UM NOVO. AGORA VAMOS FAZER BOAS OBRAS, NÃO PARA SERMOS SALVOS OU PARA GANHARMOS RECONHECIMENTO OU PRÊMIO, MAS PORQUE AGORA ISSO É NATURAL EM NOSSA VIDA.
 
  1. NO FUTURO, O QUE SEREMOS:
O PECADO TROUXE O MEDO DO FUTURO. O SALVO ESTÁ TRANQÜILO QUANTO AO SEU FUTURO E PREPARADO PARA ELE.
 
3.1     SEREMOS A PROVA DA OBRA REDENTORA (V.7)
MOSTRAR NOS SÉCULOS VINDOUROS. Hb 2 = EIS-ME AQUI E OS FILHOS QUE TU ME DESTE.
Is 53 = ELE VERÁ SUA POSTERIDADE E FICARÁ SATISFEITO (COM O SACRIFÍCIO QUE FEZ)
COMO DEUS COMPROVARÁ QUE TINHA UM PLANO DE SALVAÇÃO PARA O HOMEM QUE ELE TANTO AMA?
RESPOSTA=MOSTRANDO-NOS LÁ NO CÉU AO SEU LADO.
 
3.2     SEREMOS O TESTEMUNHO DA MANIFESTAÇÃO DA GRAÇA DE DEUS (VV.8,9)
PELA GRAÇA SOMOS SALVOS, POR MEIO DA FÉ. SOMOS FALA DE CONTINUIDADE, DEUS NÃO NOS DESAMPARA E NEM NOS DEIXA SÓ, ELE É O NOSSO SOCORRO BEM PRESENTE NA HORA DA ANGÚSTIA.
A GRAÇA É A FONTE QUE DEUS ABRIU NO CALVÁRIO E QUEM QUISER TOME DE GRAÇA DA ÁGUA DA VIDA. EXEMPLO DAVI E MEFIBOSETE (SE DISSESSE NÃO QUERO, PERDERIA TUDO). TOME POSSE DA VIDA ETERNA. TEMOS BÊNÇÃOS QUE TOMAMOS POSSE AGORA E OUTRAS QUE SÓ DEPOIS.
 
 
TRÊS VERDADES SOBRE A SALVAÇÃO
(Pr. Geziel Gomes)  I Ts 5.8
 
INTRODUÇÃO: JESUS disse: A verdade vos libertará, Jo 8.36
 
1- O MUNDO INTEIRO ESTÁ DEBAIXO DE CONDENAÇÃO
A-   Os judeus pecaram, por isso estão debaixo de condenação
B-   Os gentios pecaram,  por isso estão debaixo de condenação Cada criatura pecou, por isso está sob condenação.
 
2- SOMENTE DEUS PODE SALVAR O PECADOR
B-   Somente Ele tem graça suficiente para salvar
C-   Somente ele tem poder suficiente para salvar
A-   Ele ofereceu JESUS para ser o nosso Salvador
 
3- CADA PESSOA TEM DIREITO Á SALVAÇÃO
B-   Basta arrepender-se, At 3.19
C-   Basta ter fé em JESUS, Jo 3.16
A-   Basta apropriar-se da salvação garantida, Jo 1.12
 
CONCLUSÃO: Por que não o fazer agora?
 
 
DESTINADOS PARA A SALVAÇÃO
(Pr. Geziel Gomes)
I Ts 5.9
I-   DEUS QUER QUE SEJAMOS SALVOS
2-     Ele sabe que somos pecadores
3-     Sozinhos não podemos salvar-nos
4-     Estamos perdidos, Rm 3.23
1-     Ele nos ofereceu Seu Filho
II-  QUE TIPO DE SALVADOR É CRISTO?
2-     Salvador poderoso, Hb 7.25
3-     Salvador único, I Tm 2.5
4-     Salvador gracioso, Ef 2.8
1-     Salvador e Senhor, Lc 2.11
III-  DE QUE JESUS NOS SALVA?
2-     Dos perigos da vida – Paulo, Daniel
3-     De enfermidades – como o leproso
4-     Da destruição – Noé, Jó
1-     Do pecado – Isaque, Samaritano
IV-  ELAS ESTÃO ESPIRITUALMENTE
2-     Na nossa justificação, Rm 5.9
3-     Na nossa purificação, I Jo 1.7
1-     Na nossa reconciliação, Ef 2.13; Cl 1.20
V-  ELAS ESTÃO PODEROSA EFETIVAMENTE
2-     Na celebração da ceia, I Co 11.25
4-     Nas vitórias da Igreja
5-     No cântico dos anjos, Ap 5.9
 
 
A ALEGRIA DA SALVAÇÃO, Sl 51.12
(Pr. Geziel Gomes)
1.    Uma alegria que provêm de DEUS, Lc 15.22-24
A.  DEUS é a fonte de todo o gozo
B.   DEUS se alegra com a salvação de um pecador, por ser mais um filho que nasce
2.    Uma alegria que está no coração de JESUS, Lc 15.4-6
A.  A alegria do Senhor é a nossa força Ne 8
B.   “O trabalho da sua alma Ele verá e ficará satisfeito”, Is 53
3.    Uma alegria que alcança os anjos, Lc 15.10
A. A alegria da salvação contagia os anjos
B., Eles irradiam essa alegria por todo o Universo
4.    Uma alegria que inunda o coração do novo crente
A A  alegria de perder o peso do pecado
B. A alegria de entrar na família de DEUS
5.    Uma alegria que deve contagiar a igreja
A. Cada novo convertido é uma vida que escapa do Inferno
B.  Cada novo crente é uma ovelha no santo Rebanho de CRISTO  
 
            Perguntas sobre Salvação
 
01- O QUE DEVE O HOMEM FAZER PARA SER SALVO?
O primeiro passo é se expor à Palavra de DEUS. Ouvir a Palavra com atenção, com reflexão, com reverência, com interesse, com sede de conhecer a Verdade: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará... se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (João 8.32, 36). "De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de DEUS". (Romanos 10.17). O segundo passo é arrepender-se de seus pecados, confessá-los e deixá-los: "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia". JESUS iniciou o Seu ministério dizendo: "Arrependei-vos, pois está próximo o reino dos céus"(Mateus 3.2). O terceiro passo é aceitar o convite de JESUS e permitir que Ele more no seu coração: "Eis que estou à porta , e bato. Se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo". (Apocalipse 3.20). O quarto passo é permanecer na fé, permanecer no caminho: "MAS AQUELE QUE PERSEVERA ATÉ O FIM SERÁ SALVO". (Mateus 24.13) "Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito". (João 15.7; Romanos 3.23-24; 10.9; Atos 3.19).
02- QUAL O SIGNIFICADO DE "NOVO NASCIMENTO"?
Novo nascimento, regeneração ou nascimento espiritual são termos semelhantes e significam receber a VIDA ETERNA e a salvação em CRISTO JESUS. "Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o reino de DEUS". (João 3.3). O NOVO NASCIMENTO é experimentado por aquele que se arrepende de seus pecados e os deixa, crê no Senhor JESUS, e O aceita como Senhor e Salvador. O homem nascido de DEUS, nascido do ESPÍRITO é uma NOVA CRIATURA, uma nova pessoa que evita o pecado e está disposta a viver em obediência a DEUS e conforme a Sua palavra. O Novo Nascimento é o maior milagre que DEUS opera na vida do homem. "Portanto, se alguém está em CRISTO, nova criatura é; as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo". Novo Nascimento é sinônimo de libertação, de transformação. Significa sair das TREVAS e ir para a LUZ; sair do reino de Satanás e ir para o reino de DEUS; deixar de ser apenas CRIATURA DE DEUS para ser FILHO DE DEUS.(2 Coríntios 5.17; Romanos 12.2; Efésios 4.22-25; Colossenses 3.7-10; 1 João 3.9; 5.18).
03 - O QUE É A FÉ?
A FÉ não se explica através da lógica humana. Fé é crença, convicção, certeza, confiança, entrega. É a certeza de que algo vai acontecer, não importando se as condições sejam contrárias. A definição bíblica para a fé é a seguinte: "É a CERTEZA das coisas que se esperam, e a prova das coisas QUE NÃO SE VÊEM" (Hebreus 11.1). Fé é a crença de que o Senhor está no comando de todas as coisas, em quem depositamos total e irrestrita confiança.
04 - QUAL O SIGNIFICADO DE "SOIS SALVOS PELA GRAÇA MEDIANTE A FÉ"?
Essa afirmação está em Efésios 2.8. Daremos o exemplo de um rio. Para que a água possa fluir de forma ordenada e consistente, é necessário que haja um leito, uma vala ou um canal. Esse caminho, leito, canal ou vala representam a nossa FÉ. A água é a GRAÇA de DEUS. Não há rio sem leito. Sem fé, sem entrega incondicional, sem obediência a graça de DEUS não encontra caminho para se derramar sobre nós. "Sem fé é impossível agradar a DEUS, porque é necessário que aquele que se aproxima de DEUS creia que Ele existe, e que é galardoador dos que O buscam (Hebreus 11.6).
05- O BATISMO NAS ÁGUAS É INDISPENSÁVEL À SALVAÇÃO?
Não. Ao ladrão arrependido, na cruz, JESUS afirmou que naquele mesmo dia ele estaria salvo, independente de batismo nas águas. Pelo ato do batismo o crente, já salvo, confirma seu compromisso de seguir a CRISTO. É certo que a Palavra diz: "Quem crer e for batizado será salvo". Mas em seguida afirma: "...mas quem não crer será condenado" (Marcos 16.16). Então, quem não crer será condenado. " É a falta de fé que leva à condenação, e não a ausência de um sacramento". Outras referências confirmam esse raciocínio: "Quem nEle crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não crê no unigênito Filho de DEUS" (João 3.18); "Pela graça sois salvos, por meio da fé". (Efésios 2.8).
06 - E AS EXPRESSÕES FILHOS DA LUZ, FILHOS DO REINO, FILHOS DO ALTÍSSIMO, FILHOS POR ADOÇÃO, FILHOS DA OBEDIÊNCIA?
São expressões semelhantes que caracterizam a situação dos que, pela fé em JESUS CRISTO, foram constituídos filhos de DEUS. Nessa condição, estão habilitados a receberem as bênçãos divinas (Mateus 8.12; Lucas 6.35; João 12.36; Gálatas 4.5; Efésios 5.8; 1 Tessalonicenses 5.5; 1 Pedro 1.14; 1 João 3.10).
07 - QUAL A DIFERENÇA ENTRE SEIO DE ABRAÃO E PARAÍSO?
Os antigos hebreus denominavam "Seio de Abraão" o lugar para onde iam os justos, para "desfrutarem da companhia de DEUS e dos patriarcas". Na atual dispensação o termo é inadequado. JESUS disse ao ladrão na cruz: "Em verdade te digo que hoje estarás COMIGO NO PARAÍSO" (Lucas 23.43). O apóstolo Paulo afirmou que gostaria de "partir e estar COM CRISTO" (Filipenses 1.23).
08- QUAL O SENTIDO DA EXPRESSÃO "MORTE VICÁRIA DE CRISTO"?
Vicário significa : que faz as vezes de outrem ou de outra coisa. Logo, CRISTO morreu em nosso lugar. Morte vicária e morte substitutiva são expressões equivalentes (João 3.16).
09 - E MORTE PROPICIATÓRIA?
Propiciar quer dizer tornar favorável, propício. O sangue de JESUS propiciou a redenção da humanidade, satisfez a justiça de DEUS e reconciliou os homens com Seu Criador. (1 João 4.10).
10 - E MORTE EXPIATÓRIA?
Expiar significa cumprir a pena no lugar do outro; pagar o preço por outra pessoa. É comum a expressão "bode expiatório" que indica o estado de uma pessoa inocente que sofre punição em lugar do verdadeiro culpado. JESUS, com Seu sangue, pagou o preço de nossa redenção, de nosso resgate, colocando-se em nosso lugar, fazendo expiação por nossos pecados (Daniel 9.24).
11 - O QUE É MORRER EM CRISTO?
Significa o estado do homem que permaneceu na fé em JESUS CRISTO e morreu na condição de filho de DEUS. "Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2.10). "Permanecei em mim, e Eu permanecerei em vós" (João 15.4-a).
12 - QUE SIGNIFICAM "MORTE ETERNA" E "VIDA ETERNA"?
MORTE ETERNA
é a eterna separação de DEUS. É o estado dos que morrem sem CRISTO e viverão para sempre em tormentos. VIDA ETERNA significa a futura situação dos santos, pois viverão em eterna comunhão com DEUS, na presença de DEUS: "Em verdade, em verdade vos digo: quem crê, tem a vida eterna" (João 6.47).
13 - O CRENTE PODE FICAR SEM SER ARREBATADO?
Crente é aquele que crê no Senhor JESUS. A Palavra diz que “todo aquele que crê no Filho tem a vida eterna” (João 3.36). Logo, todos os crentes serão arrebatados ­ os que estiverem vivos por ocasião da vinda de JESUS. Os mortos em CRISTO ressuscitarão (1 Tessalonicenses 4.16-17). Só deixará de ser arrebatado se tiver abandonado a fé. 
                         
 
AJUDA:
www.cpad.com.br bíblias, livros e revistas
www.escoladominical.com.br 
 http://www.renovado.hpg.ig.com.br/soteriologia.htm    
 
 
Home
Estudos
EBD
Discipulado
 Mapas
Figuras1
 Figuras2
Fotos
Igreja
Link's
Corinhos
Download
 Eu